Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 05 > Ministério da Saúde amplia serviço do Samu em quatro estados

Saúde

Ministério da Saúde amplia serviço do Samu em quatro estados

por Portal Brasil publicado: 07/05/2012 11h31 última modificação: 29/07/2014 09h05

Municípios de quatro estados foram habilitados pelo Ministério da Saúde para o funcionamento de Unidades de Suporte Básico e Avançado, destinadas ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192), e também vão receber recursos de custeio para manutenção dos serviços prestados no total de R$ 3,3 milhões por ano.

Samu realiza atendimento de emergência em residências, locais de trabalho e vias públicas.

 

Foram habilitados serviços de municípios de São Paulo, Amazonas, Maranhão e Goiás. As habilitações, publicadas no Diário Oficial da União da última sexta-feira (4), são resultado do processo de reestruturação da Rede de Urgências, Saúde Toda Hora, em todo o País, coordenado pelo Ministério da Saúde.

Em São Paulo, foram habilitadas unidades móveis para quatro municípios. Matão e Boa Esperança do Sul receberam duas ambulâncias de suporte avançado e terão repasse anual de R$ 330 mil cada uma, para manutenção das unidades. Taquaritinga e Ibitinga receberam duas ambulâncias de suporte básico e contarão com repasse anual de R$ 150 mil cada. O custeio anual total para a manutenção dos serviços, vinculados à Central Regional de Araraquara, é de R$ 960 mil.

O estado do Amazonas também receberá recursos. Foram destinados R$ 660 mil por ano para o município de Manaus que serão utilizados na manutenção de duas ambulâncias de suporte avançado. Também foram liberados R$ 900 mil por ano para seis ambulâncias de suporte básico do Samu 192 da capital amazonense. O custeio anual das unidades móveis será de R$ 1.620.000.

Já o município de Açailândia, no Maranhão, receberá recursos anuais de R$ 330 mil para uma ambulância de suporte avançado e R$ 300 mil para duas ambulâncias de suporte básico, habilitadas na Regional de Imperatriz.

Em  Goiás, o município de Alto Paraíso de Goiás também receberá verba de R$ 150 mil ao ano por uma ambulância de suporte básico destinada ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, da Central Regional de Formosa.

 

Atendimento

A Rede de Atenção às Urgências e Emergências tem objetivo de articular e integrar todos os equipamentos de saúde para ampliar e qualificar o acesso humanizado e integral aos usuários em situação de urgência e emergência nos serviços de saúde.

A Rede de Urgências coloca à disposição da população – de forma integrada – os serviços mais próximos de sua residência. Com as Centrais de Regulação do Samu 192, o Ministério da Saúde trabalha na organização da estrutura disponível.

Quando uma ambulância é enviada para o atendimento, os profissionais de saúde já sabem para onde levarão o paciente. É o fim da peregrinação à procura de um leito, com a ambulância buscando onde deixar o paciente.

Ao discar o número 192, o cidadão estará ligando para uma central de regulação que conta com profissionais de saúde e médicos treinados para dar orientações de primeiros socorros por telefone. São estes profissionais que definem o tipo de atendimento, ambulância e equipe adequados a cada caso. Há situações em que basta uma orientação por telefone.

O Samu atende pacientes na residência, no local de trabalho, na via pública. Através do telefone 192, o atendimento chega ao usuário onde estiver.

A equipe presta atendimento no menor tempo possível já no local, ainda fora do ambiente hospitalar, salvando vidas e diminuindo sequelas.

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Arquivo/EBC
Soro
Divulgação/Prefeitura de Campo Verde (MT)

Governo digital