Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 05 > Publicada portaria que padroniza diagnóstico e tratamento de câncer de ovário

Saúde

Publicada portaria que padroniza diagnóstico e tratamento de câncer de ovário

por Portal Brasil publicado: 23/05/2012 15h18 última modificação: 29/07/2014 09h05

O Ministério da Saúde publicou, nesta terça-feira (22) no Diário Oficial da União, a Portaria nº 458, que padroniza o diagnóstico e o tratamento do câncer epitelial de ovário - doença que pode atingir mais de seis mil brasileiras este ano e causar quase três mil óbitos.

A estimativa mundial é de que ocorram 200 mil novos casos por ano. Com a padronização, pretende-se melhorar o atendimento às mulheres que têm a doença no País e também oferecer condições de avaliar os serviços prestados na rede pública, como a oferta de exames e tratamento adequado.

Atualmente, existem 270 centros oncológicos no Brasil que podem diagnosticar e tratar esse tipo de câncer, considerado o mais letal das neoplasias do aparelho reprodutor feminino.

Embora os procedimentos de diagnóstico e tratamento do câncer epitelial de ovário já sejam oferecidos no Sistema Único de Saúde (SUS), o ministério espera que a padronização melhore o atendimento às pacientes, estimule boas práticas nos serviços de saúde e permita, no futuro, a avaliação dos centros de oncologia que prestam serviço.

Recentemente, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, destacou a importância do investimento em ações e tecnologia na área oncológica.

“A assistência aos pacientes de câncer é uma das prioridades do governo federal. Neste âmbito, são medidas essenciais a criação, ampliação e a qualificação de hospitais habilitados em oncologia, em consonância com os vazios assistenciais, das demandas regionais de assistência oncológica e as necessidades tecnológicas do SUS”, declarou, em abril, ao anunciar um investimento de R$ 500 milhões em radioterapia.

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Arquivo/Anvisa
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Divulgação/Governo do Paraná
Vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados, e de forma escalonada no RJ e ES
Vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados, e de forma escalonada no RJ e ES
Naftali Emídio/Pref. do Cabo de Santo Agostinho
Profissionais devem escolher município de atuação até quinta-feira (16)
Profissionais devem escolher município de atuação até quinta-feira (16)
Pei Fon/Prefeitura de Maceió

Governo digital