Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 05 > Saúde lança curso de capacitação a distância para combate à dengue

Saúde

Saúde lança curso de capacitação a distância para combate à dengue

por Portal Brasil publicado: 08/05/2012 18h51 última modificação: 29/07/2014 09h05

A partir desta terça-feira (8), médicos e enfermeiros da atenção básica e de urgência e emergência de todo o País podem se inscrever para participar do curso à distância - “Atualização no manejo clínico da dengue”. A ideia é reforçar a capacitação no diagnóstico e tratamento da doença com a discussão de quatro casos clínicos que ocorrem no dia a dia, ajudando a esclarecer no diagnóstico diferencial com outras viroses.

Desta forma, o Ministério da Saúde pretende aumentar o esforço do processo de capacitação dos profissionais de saúde em todo o País e também garantindo uma estratégia contínua que se antecipará ao período de maior incidência da doença no próximo ano.

A meta é aprimorar o atendimento dos casos suspeito de dengue garantindo o manejo e o tratamento adequado do paciente evitando sua evolução para as formas graves e óbitos.

A plataforma de treinamento a distância é compatível com celulares. Assim, o profissional de saúde poderá acessar o conteúdo via Ipad ou Iphone. Outra opção é efetuar o donwload do conteúdo e desenvolver o curso sem acesso à rede, por computador ou celular.

Médicos e enfermeiros podem ainda compartilhar experiências por meio de redes sociais, como o Facebook e, também, participar de enquetes e fórum de discussão promovida na plataforma do curso. Outra ferramenta disponível é um programa para o sistema “android” que pode ser baixado no celular para guiar o profissional da saúde quando efetuar a classificação clínica da doença.

O curso pode ser concluído em menos de uma hora, adaptando-se às necessidades de médicos e enfermeiros em ritmo de trabalho. Os profissionais que queiram aprofundar no diagnóstico e tratamento da dengue podem acessar um conteúdo por meio de links de hipertexto.

Os casos foram elaborados pelo Ministério da Saúde com a participação dos maiores especialistas na área e escolhidos estrategicamente para abordar questões cruciais na detecção e assistência ao paciente com suspeita de dengue. O curso é aberto para visitantes, como estudantes de medicina e a população em geral que também terão acesso ao material.

O desenvolvimento do treinamento é uma parceria entre o Ministério da Saúde e a Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde (Una-SUS).

O andamento do curso poderá ser acompanhado por relatórios públicos, onde constará ainda o número de profissionais de saúde matriculados e de aprovados, em cada município brasileiro.

O treinamento faz parte das atividades desenvolvidas pelo Programa Nacional de Controle da Dengue, que concentra várias ações decisivas para atingir significativa queda no número de registros da doença, casos graves e de óbitos.

Entre 2010 e 2011, por exemplo, o número de casos graves caiu 28%, passando de 9.775 casos para 7.038, no ano passado. No ano passado também houve queda no número de óbitos de 22%, passando de 395 para 309 mortes.

A queda nos óbitos e nos casos graves se deve, principalmente, à organização da rede pública de saúde em todo o país, a ampliação no fluxo de atendimento e, sobretudo, ao diagnóstico precoce, além do esforço dos profissionais de saúde e o controle da vigilância pelas equipes de saúde pública e a participação da população no combate à doença.

Neste ano, o governo federal repassou aos municípios com maior incidência da doença, um adicional de recursos de R$ 92,8 milhões para ações de prevenção e controle da dengue.

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Divulgação/EBC
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Divulgação/Ministério da Saúde
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Arquivo/Anvisa
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Divulgação/Governo do Paraná

Governo digital