Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 05 > Saúde vai vacinar também povos indígenas

Saúde

Saúde vai vacinar também povos indígenas

por Portal Brasil publicado: 04/05/2012 21h00 última modificação: 29/07/2014 09h05

O Ministério da Saúde reforça a imunização dos indígenas brasileiros durante os próximos 30 dias. É o Mês de Vacinação dos Povos Indígenas (MVPI) nas reservas indígenas, com o objetivo é alcançar os que moram em aldeias, em áreas de difícil acesso e com baixa cobertura vacinal. Serão oferecidas mais de 350 mil doses contra diversas doenças, como hepatite B, paralisia infantil, difteria, tétano, coqueluche, meningite, gripe, caxumba, febre amarela, entre outras doenças.

A campanha vai de 5 de maio, começando na Aldeia Paroá, no município de Feijó (AC), até 5 de junho. A ação ocorrerá paralelamente à 14ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe, que vai até dia 25 de maio, de forma simultânea em todos os estados e no Distrito Federal, para idosos, gestantes, crianças entre seis meses e dois anos de idade, trabalhadores da saúde e população prisional.

Para garantir a “multivacinação”, a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) selecionou todos os 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dseis) e irá realizar uma mega operação, com o envolvimento direto de 3.124 profissionais de saúde. A logística dessa vacinação é diferenciada, levando em consideração as especificidades dessa população e dificuldades pela distância a serem percorridas até as aldeias, seja por carro, barco, helicóptero ou avião monomotor.

A ação abrange 152 etnias e 1.330 aldeias espalhadas por todos os estados brasileiros. Serão investidos mais de R$ 4,3 milhões entre aquisição de insumos e imunobiológicos, logística e transporte.

As vacinas serão oferecidas para toda a população indígena aldeada - 238.266 mil pessoas - dos 34 Dseis. O foco será nos grupos mais vulneráveis: crianças menores de cinco anos, mulheres em idade fértil e idosos.

De acordo com o secretário Especial de Saúde Indígena, Antônio Alves, o diferencial entre a vacinação indígena e da população em geral é que no caso dos indígenas são os profissionais que se deslocam até as reservas, para alcançar populações que vivem de forma dispersa e em aldeias de difícil acesso. “A logística é especial por causa do afastamento das aldeias dos centros urbanos. É um mês intensivo para aumentar a cobertura de todo o calendário vacinal desses povos e garantir a imunização”, destacou.

No Brasil, cerca de 400 mil índios de 210 povos diferentes são atendidos pelo SUS

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Divulgação/EBC
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Divulgação/Ministério da Saúde
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Arquivo/Anvisa
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Divulgação/Governo do Paraná

Governo digital