Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 06 > Brasil quer eliminar a hanseníase até 2015

Saúde

Brasil quer eliminar a hanseníase até 2015

por Portal Brasil publicado: 25/06/2012 15h30 última modificação: 29/07/2014 09h04

Meta é chegar a um caso a cada dez mil habitantes

 

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, se encontrou na última sexta-feira (23), com o embaixador da Boa Vontade pela Eliminação da Hanseníase da Organização Mundial da Saúde (OMS), Yohei Sasakawa. Durante o encontro, o ministro afirmou que a pasta vem fortalecendo as ações de combate à doença para a sua eliminação até 2015 - para que o País passe a ter apenas um caso a cada dez mil habitantes.

“Selecionamos os municípios com o maior número de casos da hanseníase e incluímos a detecção precoce no programa Saúde na Escola, não só para identificar os casos entre as crianças, mas para informar os estudantes e mobilizar o conjunto das famílias”, explicou Padilha.

A hanseníase é uma doença perpetuadora da pobreza e sua situação é pior nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Em 2011, o País registrou queda de 15% no registro da doença em relação ao ano anterior. Para acelerar ainda mais a redução do número de casos, o ministério repassou, no mesmo ano, R$ 16 milhões adicionais a 245 municípios que responderem por mais da metade dos casos da doença.

A eliminação da hanseníase como problema de saúde pública é um dos componentes estratégicos do Plano Brasil sem Miséria, que pretende reforçar a identificação de novos casos; intensificar a procura de pessoas que tiveram contato com doentes; e ainda, aumentar os índices de cura, que hoje são de 80%.

 

Doença

A hanseníase é uma doença infecciosa. Atinge a pele e os nervos dos braços, mãos, pernas, pés, rosto, orelhas, olhos e nariz. O tempo entre o contágio e o aparecimento dos sintomas varia de dois a cinco anos.

A doença faz aparecer manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas em qualquer parte do corpo e em áreas da pele. Essas manchas não causam coceira, mas produzem a sensação de formigamento, ficando dormentes, com diminuição ou ausência de dor, da sensibilidade ao calor, ao frio e ao toque.

 

Leia mais:

Saúde reforça combate a doenças negligenciadas, como hanseníase e esquistossomose

Governo vai elaborar plano de redução da incidência de hanseníase

Brasil pode ser primeiro País do mundo a reparar danos a filhos de pais com hanseníase

 

Fonte:
Ministério da Saúde

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Vacina extra contra febre amarela reforça imunização
Cerca de 1,6 mil doses vão para Minas Gerais, 400 mil para Bahia e 350 mil para Rio de Janeiro
Novo calendário de residência médica permitirá redução das vagas ociosas
A trajetória de estudo de um profissional de medicina inclui a fase de residência médica. Uma medida anunciada pelo governo federal visa reduzir o número de vagas ociosas para quem quer ingressar na carreira
Municípios de São Paulo receberão recursos para investir em saúde
O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, nesta terça-feira (10). No mesmo dia, o estado de São Paulo recebeu novas ambulâncias para renovar a frota do Samu
Cerca de 1,6 mil doses vão para Minas Gerais, 400 mil para Bahia e 350 mil para Rio de Janeiro
Vacina extra contra febre amarela reforça imunização
A trajetória de estudo de um profissional de medicina inclui a fase de residência médica. Uma medida anunciada pelo governo federal visa reduzir o número de vagas ociosas para quem quer ingressar na carreira
Novo calendário de residência médica permitirá redução das vagas ociosas
O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, nesta terça-feira (10). No mesmo dia, o estado de São Paulo recebeu novas ambulâncias para renovar a frota do Samu
Municípios de São Paulo receberão recursos para investir em saúde

Últimas imagens

Gasto federal com terapia renal tem evoluído percentualmente mais do que a quantidade realizada
Gasto federal com terapia renal tem evoluído percentualmente mais do que a quantidade realizada
Divulgação/Governo de Sergipe
Como a doença é considerada rara, Lynparza (olaparibe) teve sua análise priorizada pela Anvisa
Como a doença é considerada rara, Lynparza (olaparibe) teve sua análise priorizada pela Anvisa
Divulgação/Anvisa
A ocorrência de dependência com o uso do Mevatyl é improvável
A ocorrência de dependência com o uso do Mevatyl é improvável
Divulgação/Anvisa
Cartilha visa despertar olhar infantil para conhecimento sobre biologia e principais criadouros do mosquito
Cartilha visa despertar olhar infantil para conhecimento sobre biologia e principais criadouros do mosquito
Foto: Luiz Granzotto/Prefeitura de Campinas
Na arteterapia, a arte é usada como parte do processo terapêutico
Na arteterapia, a arte é usada como parte do processo terapêutico
Kássio Pereira/Governo do Paraná

Governo digital