Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 06 > Cobertura neonatal do SUS cresce de 50% para 83% em 12 anos

Saúde

Cobertura neonatal do SUS cresce de 50% para 83% em 12 anos

por Portal Brasil publicado: 06/06/2012 18h12 última modificação: 29/07/2014 09h04
Ministério da Saúde/Divulgação Atualmente, no Brasil, 62,11% das crianças têm acesso aos serviços de saúde para coleta sanguínea no período ideal, até sete dias de nascido

Atualmente, no Brasil, 62,11% das crianças têm acesso aos serviços de saúde para coleta sanguínea no período ideal, até sete dias de nascido

Todos os estados contam com Serviços de Referência em Triagem Neonatal

O Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN), que realiza o Teste do Pezinho, alcançou 83% de cobertura entre as crianças que nasceram no ano passado. Em 2000, o índice de cobertura nacional era de 56%. O programa abrange, além da realização dos exames e detecção precoce de doenças, o acompanhamento e o tratamento dos pacientes, às vezes, por toda a vida.

Em oito anos, foram realizados mais de 19 milhões de exames no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). No ano passado, 2.861.868 crianças realizaram o teste. Deste total, 62,11% das crianças tiveram acesso aos serviços de saúde para coleta sanguínea no período ideal (até sete dias de nascido). Em 2004, apenas 44,85% das crianças tiveram a coleta realizada no período adequado.

Todos os estados contam com Serviços de Referência em Triagem Neonatal e postos de coleta de sangue para realização do teste. São 30 serviços de referência e 17.854 postos. “O teste é uma ação preventiva que permite fazer o diagnóstico de algumas doenças a tempo de interferir na evolução delas por meio do tratamento específico, permitindo a diminuição ou a eliminação das sequelas associadas a cada uma”, afirma o secretário de Atenção à Saúde, Helvécio Magalhães.

O Teste do Pezinho tem capacidade para identificar quatro doenças (Hipotireoidismo congênito, Fenilcetonúria, Fibrose cística e Doença Falciforme). O Ministério da Saúde investe anualmente, em média, R$ 52 milhões, mas a meta é que esse valor passe para R$ 120 milhões. O intuito é expandir e qualificar os serviços nos estados e incluir, gradativamente, exames e tratamento para duas novas doenças (Hiperplasia Adrenal Congênita e Deficiência de Biotinidase) com início de triagemem 2013.

As doenças de Hipotireoidismo congênito e Fenilcetonúria são triadas nos 26 estados e o Distrito Federal. Já a doença falciforme é triada por 18 estados e a cobertura é de 73,41%, sobre o número de nascimentos. A Fibrose Cística apresenta uma cobertura 47,93%, sendo examinada e acompanhada por nove estados.

Leia mais:

Exames realizados na gestação evitam problemas de saúde

Rede Cegonha garante atendimento da gestação até os dois primeiros anos de vida do bebê

Atitudes positivas na gestação garantem gravidez saudável

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Arquivo/Anvisa
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Divulgação/Governo do Paraná
Vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados, e de forma escalonada no RJ e ES
Vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados, e de forma escalonada no RJ e ES
Naftali Emídio/Pref. do Cabo de Santo Agostinho
Profissionais devem escolher município de atuação até quinta-feira (16)
Profissionais devem escolher município de atuação até quinta-feira (16)
Pei Fon/Prefeitura de Maceió

Governo digital