Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 06 > Cobertura neonatal do SUS cresce de 50% para 83% em 12 anos

Saúde

Cobertura neonatal do SUS cresce de 50% para 83% em 12 anos

por Portal Brasil publicado: 06/06/2012 18h12 última modificação: 29/07/2014 09h04
Ministério da Saúde/Divulgação Atualmente, no Brasil, 62,11% das crianças têm acesso aos serviços de saúde para coleta sanguínea no período ideal, até sete dias de nascido

Atualmente, no Brasil, 62,11% das crianças têm acesso aos serviços de saúde para coleta sanguínea no período ideal, até sete dias de nascido

Todos os estados contam com Serviços de Referência em Triagem Neonatal

O Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN), que realiza o Teste do Pezinho, alcançou 83% de cobertura entre as crianças que nasceram no ano passado. Em 2000, o índice de cobertura nacional era de 56%. O programa abrange, além da realização dos exames e detecção precoce de doenças, o acompanhamento e o tratamento dos pacientes, às vezes, por toda a vida.

Em oito anos, foram realizados mais de 19 milhões de exames no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). No ano passado, 2.861.868 crianças realizaram o teste. Deste total, 62,11% das crianças tiveram acesso aos serviços de saúde para coleta sanguínea no período ideal (até sete dias de nascido). Em 2004, apenas 44,85% das crianças tiveram a coleta realizada no período adequado.

Todos os estados contam com Serviços de Referência em Triagem Neonatal e postos de coleta de sangue para realização do teste. São 30 serviços de referência e 17.854 postos. “O teste é uma ação preventiva que permite fazer o diagnóstico de algumas doenças a tempo de interferir na evolução delas por meio do tratamento específico, permitindo a diminuição ou a eliminação das sequelas associadas a cada uma”, afirma o secretário de Atenção à Saúde, Helvécio Magalhães.

O Teste do Pezinho tem capacidade para identificar quatro doenças (Hipotireoidismo congênito, Fenilcetonúria, Fibrose cística e Doença Falciforme). O Ministério da Saúde investe anualmente, em média, R$ 52 milhões, mas a meta é que esse valor passe para R$ 120 milhões. O intuito é expandir e qualificar os serviços nos estados e incluir, gradativamente, exames e tratamento para duas novas doenças (Hiperplasia Adrenal Congênita e Deficiência de Biotinidase) com início de triagemem 2013.

As doenças de Hipotireoidismo congênito e Fenilcetonúria são triadas nos 26 estados e o Distrito Federal. Já a doença falciforme é triada por 18 estados e a cobertura é de 73,41%, sobre o número de nascimentos. A Fibrose Cística apresenta uma cobertura 47,93%, sendo examinada e acompanhada por nove estados.

Leia mais:

Exames realizados na gestação evitam problemas de saúde

Rede Cegonha garante atendimento da gestação até os dois primeiros anos de vida do bebê

Atitudes positivas na gestação garantem gravidez saudável

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Foto: Rodrigo Nunes/MS
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)

Governo digital