Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 06 > Rio de Janeiro terá R$ 450 milhões para qualificar atendimento do SUS

Saúde

Rio de Janeiro terá R$ 450 milhões para qualificar atendimento do SUS

por Portal Brasil publicado: 29/06/2012 16h40 última modificação: 29/07/2014 09h04

Os recursos serão aplicados na habilitação de 428 novos leitos de UTI

O Plano de Ação da Rede de Atenção às Urgências do Rio de Janeiro recebeu do Ministério da Saúde R$ 450 milhões. O recurso servirá para execução da primeira etapa do plano. A medida beneficia 19 municípios da região e o objetivo é potencializar a organização da rede para gerar impactos positivos no atendimento aos usuários do SUS. 

“O Ministério da Saúde está estimulando estados e municípios a organizarem redes de assistência para que os serviços funcionem integrados. Com isso, a população terá maior qualidade no atendimento”, explicou o ministro Alexandre Padilha. 

Os recursos serão aplicados na habilitação de 428 novos leitos de UTI, ampliação, construção e qualificação das Unidades de Pronto Atendimento (UPA 24h), construção e qualificação de novas Unidades Básicas de Saúde (UBS), ampliação da rede de urgência e emergência da região metropolitana. As ações fazem parte do conjunto de medidas estratégicas que visa à melhoria do atendimento no SUS.

Atenção à saúde

O ministro Alexandre Padilha assinará, ainda, nesta sexta-feira (29) uma portaria no valor de R$ 298 milhões para serem investidos no Projeto de Formação e Melhoria da Qualidade de Rede de Atenção à Saúde (Qualisus-Rede). O projeto foi formalizado a partir de contrato de empréstimo com o Banco Mundial, que envolve 17 estados em 15 projetos regionais para o desenvolvimento de iniciativas de inovação e qualidade relativas ao cuidado aos usuários e gestão do SUS.

O ministro também firmará termo de compromisso com o Governo do Estado do Rio de Janeiro para implementação do subprojeto de Rede de Atenção à Saúde do Estado. Serão repassados R$ 30,4 milhões para a execução do subprojeto que atenderá a região metropolitana I do estado.

Leia mais:

Saúde repassa R$ 10,8 milhões para hospitais filantrópicos

Saúde anuncia investimento de mais R$ 348 milhões em São Paulo

Saúde repassa R$ 28,2 milhões para Unidades de Pronto Atendimento e Samu 

 

Fonte:

Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Quase 58 mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no Brasil
Campanha do Outubro Rosa conscientiza sobre o câncer de mama. Pacientes do Rio de Janeiro contam como encontraram apoio no SUS
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Campanha do Outubro Rosa conscientiza sobre o câncer de mama. Pacientes do Rio de Janeiro contam como encontraram apoio no SUS
Quase 58 mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no Brasil

Últimas imagens

A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Vírus do sarampo e rubéola são endêmicos em países europeus e, com a globalização, podem voltar a circular no Brasil
Vírus do sarampo e rubéola são endêmicos em países europeus e, com a globalização, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília
Programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Cícero Oliveira/UFRN

Governo digital