Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 07 > Número de equipes que atuam na Atenção Básica de Saúde aumenta em 19 estados

Saúde

Número de equipes que atuam na Atenção Básica de Saúde aumenta em 19 estados

por Portal Brasil publicado: 19/07/2012 18h45 última modificação: 29/07/2014 09h04
Divulgação/Prefeitura de Amparo Com até doze agentes comunitários, médicos e profissionais de enfermagem, equipes vão de casa em casa consultando pacientes

Com até doze agentes comunitários, médicos e profissionais de enfermagem, equipes vão de casa em casa consultando pacientes

São 42 Equipes de Saúde da Família, 865 Agentes Comunitários de Saúde, 95 Equipes de Saúde Bucal e 44 Núcleos de Apoio à Saúde da Família

 

O número de equipes de saúde que atua nos programas de Atenção Básica foi ampliado em 19 estados. O Ministério da Saúde autorizou a formação de 42 Equipes de Saúde da Família (ESF), 865 Agentes Comunitários de Saúde (ACS), 95 Equipes de Saúde Bucal (ESB) e 44 Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf) com o objetivo de facilitar o acesso da população à saúde pública

Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo são os estados beneficiados pelos programas.

Os valores repassados aos municípios para expansão das equipes fazem parte do Piso da Atenção Básica Variável, que prevê um incentivo que varia de R$ 85,5 mil a R$ 128,3 mil por Equipe de Saúde da Família e R$ 10 mil por Agentes Comunitários, ao ano.

As portarias 1.156, 1.157 e 1.159, que autorizam a liberação de recursos para os fundos municipais, foram publicadas no Diário Oficial da quarta-feira (18).

 

Investimentos

Os novos Núcleos de Apoio à Saúde da Família habilitados são constituídos por equipes multiprofissionais que trabalham vinculadas às Equipes de Saúde da Família. Nos núcleos, os profissionais desenvolvem atividades como consultas, discussões de casos e ações de educação permanente em saúde com a população. Atualmente, o País possui 1.783 núcleos. Os recursos são repassados do Fundo Nacional de Saúde para os fundos municipais de saúde. 

O Brasil Sorridente, que também integra o programa de Atenção Básica, será ampliado com a criação de 400 Centros de Especialidade Odontologia (CEO), além de apoio à aplicação de flúor na água pelas empresas de saneamento e a produção e aplicação de próteses totais ou parciais removíveis.

Atualmente, o Brasil conta com 21.700 equipes de Saúde Bucal. Os valores de custeio variam de acordo com a modalidade escolhida pelo gestor, que vão de R$ 26,7 mil por ano a R$ 35,7 mil.

 

Unidades de Saúde

Atualmente, o Brasil conta com 32.970 Equipes de Saúde da Família espalhadas por todo País. Equipes formadas por médicos, enfermeiros, técnicos ou auxiliares de enfermagem e até doze agentes Comunitários atuam nas unidades básicas de saúde e junto às comunidades. Esses profissionais são responsáveis pelo acompanhamento de um número definido de famílias, localizadas em uma área delimitada.

Essas equipes atuam com ações de promoção da saúde, prevenção, recuperação, reabilitação de doenças e manutenção da saúde desta comunidade. Hoje, existem mais de 253 mil agentes comunitários de saúde em todo Brasil.

 

Leia mais:

Carta SUS possibilita que cidadão avalie serviços de saúde e denuncie irregularidades

Ampliado atendimento de saúde em casa

Unidades Odontológicas Móveis beneficiarão cerca de 390 mil índios em 15 distritos

 

Fonte:
Ministério da Saúde

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Crianças dão um show de conhecimento sobre a luta contra o Aedes aegypti
Aedes aegypti é transmissor de doenças graves, como a dengue, a zika e a chikungunya
Hospital da Bahia oferece tratamento completo contra o câncer
Hospital das Obras da Irmã Dulce, em Salvador, implantou radioterapia
SUS oferece tratamento para parar de fumar
Parar de fumar é uma decisão fundamental para a saúde, mas abandonar a dependência pode ser bem difícil
Aedes aegypti é transmissor de doenças graves, como a dengue, a zika e a chikungunya
Crianças dão um show de conhecimento sobre a luta contra o Aedes aegypti
Hospital das Obras da Irmã Dulce, em Salvador, implantou radioterapia
Hospital da Bahia oferece tratamento completo contra o câncer
Parar de fumar é uma decisão fundamental para a saúde, mas abandonar a dependência pode ser bem difícil
SUS oferece tratamento para parar de fumar

Últimas imagens

Todos os dias, há 12 novas consultas de crianças e adolescentes com suspeita de doenças cardíacas no INC
Todos os dias, há 12 novas consultas de crianças e adolescentes com suspeita de doenças cardíacas no INC
Divulgação/INC
Em cada estado, foram selecionadas três maternidades para receber a estratégia neste primeiro momento
Em cada estado, foram selecionadas três maternidades para receber a estratégia neste primeiro momento
Divulgação/Governo de Goiás
Organização alertou ainda que o comércio ilegal de tabaco está agravando o tabagismo
Organização alertou ainda que o comércio ilegal de tabaco está agravando o tabagismo
Arquivo/USP Imagens
Os preservativos são distribuídas pelo SUS gratuitamente em todo o País
Os preservativos são distribuídas pelo SUS gratuitamente em todo o País
Divulgação/Ministério da Saúde
O Soliqua é indicado para o tratamento de diabetes mellitus tipo 2 para melhorar o controle glicêmico
O Soliqua é indicado para o tratamento de diabetes mellitus tipo 2 para melhorar o controle glicêmico
Antonio Cruz/Agência Brasil

Governo digital