Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 07 > Prorrogadas inscrições do edital para criação de Centros Regionais de Referências

Saúde

Prorrogadas inscrições do edital para criação de Centros Regionais de Referências

por Portal Brasil publicado: 09/07/2012 21h00 última modificação: 29/07/2014 09h04

O objetivo é formar profissionais que atuam nas redes de atenção integral à saúde e de assistência social, que trabalham tanto com usuários de crack e outras drogas, quanto com suas famílias

Foi prorrogado, até 20 de julho, o prazo final para inscrições para o edital que financia a criação de Centros Regionais de Referências (CRRs) para formação de profissionais de saúde, assistência social, segurança, agentes comunitários e agentes do sistema judiciário e policial em temas sobre a prevenção ao uso de crack e outras drogas. Instituições de Ensino Superior (IES) Públicas interessadas devem encaminhar propostas no valor mínimo de R$ 200 mil e máximo de 300 mil à Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) do Ministério da Justiça.

A iniciativa faz parte do programa Crack, é possível vencer, lançado em dezembro de 2011 pelo governo federal. Poderão apresentar propostas instituições de ensino superior públicas (IES), em áreas com população igual ou superior a 500 mil habitantes. As localizadas em municípios menores deverão firmar parcerias com cidades vizinhas a fim de atender ao critério populacional. As instituições das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste serão privilegiadas no processo de seleção, devido à carência de centros de formação sobre drogas nessas regiões. O investimento total pode chegar a R$ 6 milhões.

Nas propostas devem constar, entre outras informações, a estratégia da instituição para articulação com os serviços dos municípios aos quais pertencem os profissionais a serem capacitados, o detalhamento da estrutura física em que serão ministrados os cursos, a metodologia, contendo descrição das atividades a serem realizadas, considerando as peculiaridades regionais, a proposta de avaliação dos profissionais, antes e depois das capacitações, a relação dos docentes que ministrarão os cursos, a ementa para cada um dos dentre outros.

Retificação do Chamamento Público nº 01/2012 

 

 

 

Leia mais:

Justiça libera R$ 375 mil para financiar projetos de pesquisa e extensão sobre drogas

Ministério destina R$ 6 mi para criar centros de referência contra drogas

União envia R$ 240 milhões para enfrentar o crack no Rio

 

Fonte:
Ministério da Justiça

 

 

 

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Base integra informações dos sistemas de medicamentos dos estados e municípios
Consumo de medicamentos de cada estado e município, proximidade da data de vencimento e outras perguntas serão respondidas com a criação de uma base que integra as informações dos sistemas de estados e municípios ao sistema nacional
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Consumo de medicamentos de cada estado e município, proximidade da data de vencimento e outras perguntas serão respondidas com a criação de uma base que integra as informações dos sistemas de estados e municípios ao sistema nacional
Base integra informações dos sistemas de medicamentos dos estados e municípios

Últimas imagens

Soro
Divulgação/Prefeitura de Campo Verde (MT)
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde

Governo digital