Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 07 > Rede Cegonha amplia investimento no Rio Grande do Sul

Saúde

Rede Cegonha amplia investimento no Rio Grande do Sul

por Portal Brasil publicado: 11/07/2012 20h23 última modificação: 29/07/2014 09h04

Os recursos serão aplicados em ações previstas na estratégia para ampliar e qualificar a rede de assistência à mulher e ao bebê


O Ministério da Saúde repassará R$ 54,7 milhões para o estado do Rio Grande do Sul aplicar em ações previstas na estratégia Rede Cegonha. O valor é destinado ao custeio de cinco Centros de Parto Normal e sete Casas da Gestante, Bebê e Puérpera, além da ampliação, habilitação ou qualificação de leitos. Lançada no ano passado, a estratégia fortalece um modelo de atenção que vai do reforço do planejamento familiar à confirmação da gravidez, passando pelo pré-natal, parto, pós-parto, até os dois primeiros anos de vida da criança.

Do total de recursos, R$ 25,7 milhões, que são referentes ao mês de junho, já estão sendo repassados. “Este montante vai permitir que o estado qualifique e amplie a rede de assistência à mulher e ao bebê”, destaca a coordenadora da área técnica da Saúde da Mulher do Ministério da Saúde, Esther Vilela.

Serão beneficiados nesta primeira etapa os municípios: Alvorada (R$ 3,83 milhões); Cachoeirinha (R$ 2,42 milhões); Campo Bom (R$ 297 mil); Canoas (R$ 4,48 milhões); Capão da Canoa (R$ 297 mil); Estância Velha (R$ 297 mil); Esteio (R$ 763 mil); Gravataí (R$ 1,01 milhão); Novo Hamburgo (R$ 4,71 milhões); Osório (R$ 297 mil); Porto Alegre (R$ 27 milhões); São Leopoldo (R$ 3,32 milhões); Sapiranga (R$ 446 mil); Sapucaia do Sul (R$ 1,22 milhão); Taquara (R$ 297 mil); Torres (R$ 508 mil); Tramandaí (R$ 3,01 milhões) e Viamão (R$ 446 mil).

“O plano define os primeiros passos para a implantação da Rede Cegonha no estado e tem a participação ativa do Governo Federal, estados e municípios”, explica a coordenadora. Serão criados 113 leitos de Gestação de Alto Risco, um leito de UTI Neonatal tipo II e 52 leitos Canguru. Também serão qualificados 20 leitos de UTI Adulto tipo II; 10 leitos de UTI Adulto tipo III; 60 leitos de UTI Neonatal tipo II; 62 leitos de UTI Neonatal tipo III; e 113 leitos de UCI Neonatal. A portaria  autoriza a transferência de recursos do Fundo Nacional de Saúde para os fundos de saúde do Estado e municípios da Rede de Assistência.

Rede Cegonha

A Rede Cegonha é uma estratégia do Ministério da Saúde, operacionalizada pelo SUS, fundamentada nos princípios da humanização e assistência, na qual mulheres, recém-nascidos e crianças tem direito a ampliação do acesso, acolhimento e melhoria da qualidade do pré-natal; ao transporte tanto para o pré-natal quanto para o parto; a realização de parto e nascimento seguros, por meio de boas práticas de atenção e acompanhamento; atenção à saúde da criança de 0 a 24 meses com qualidade; e acesso ao planejamento familiar.

A Rede assegura às mulheres o  direito ao planejamento reprodutivo, à atenção humanizada à gravidez, parto e puerpério. E às crianças o direito ao nascimento seguro, crescimento e desenvolvimento saudáveis .

Saiba mais sobre a Rede Cegonha


Leia mais:

Rede Cegonha destina R$ 388 milhões para Minas, Ceará e DF

O parto normal é o mais aconselhado pelo governo federal

Governo investe R$ 9 bilhões até 2014 para aperfeiçoar a Rede Cegonha

 

Fonte:

Ministério da Saúde

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Fiocruz participa da Semana Nacional dos Museus com uma série de atividades
Museu da Vida da Fiocruz, no Rio de Janeiro, apresenta uma programação especial em homenagem à Semana Nacional dos Museus
Campanha do Ministério da Saúde incentiva a doação de leite materno
Ministério da Saúde lançou campanha para incentivar a doação de leite materno com slogan "Um pouquinho do que você doa, é tudo para quem precisa"
Governo decreta fim da Emergência Nacional para o vírus zika e microcefalia
Governo decretou fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional para o vírus zika e a microcefalia. Medida ocorre após queda na ocorrência dos casos do vírus no País.
Museu da Vida da Fiocruz, no Rio de Janeiro, apresenta uma programação especial em homenagem à Semana Nacional dos Museus
Fiocruz participa da Semana Nacional dos Museus com uma série de atividades
Ministério da Saúde lançou campanha para incentivar a doação de leite materno com slogan "Um pouquinho do que você doa, é tudo para quem precisa"
Campanha do Ministério da Saúde incentiva a doação de leite materno
Governo decretou fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional para o vírus zika e a microcefalia.  Medida ocorre após queda na ocorrência dos casos do vírus no País.
Governo decreta fim da Emergência Nacional para o vírus zika e microcefalia

Últimas imagens

Glaucoma não tem cura, mas pode ser controlado com colírios ou cirurgia
Glaucoma não tem cura, mas pode ser controlado com colírios ou cirurgia
Divulgação/Governo do Espírito Santo
O laboratório público Bio-Manguinhos/Fiocruz produz cerca de 6 milhões de doses mensais da vacina
O laboratório público Bio-Manguinhos/Fiocruz produz cerca de 6 milhões de doses mensais da vacina
Divulgação/Ministério da Saúde
Percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente deve aumentar em no mínimo 17,8%
Percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente deve aumentar em no mínimo 17,8%
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Índice de reajuste pode ser aplicado somente a partir da data de aniversário de cada contrato
Índice de reajuste pode ser aplicado somente a partir da data de aniversário de cada contrato
Arquivo/Agência Brasil
Produtos da Cosmed também são fabricados pela Brainfarma, responsável pela linha de produção
Produtos da Cosmed também são fabricados pela Brainfarma, responsável pela linha de produção
Divulgação/Ministério da Saúde

Governo digital