Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 07 > Relatório da ONU sobre Aids cita Brasil como referência

Saúde

Relatório da ONU sobre Aids cita Brasil como referência

por Portal Brasil publicado: 19/07/2012 18h11 última modificação: 29/07/2014 09h04

O relatório anual do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids), divulgado nessa quarta-feira (18), apresenta os novos dados da epidemia em todo o mundo e mostra que, apesar do financiamento internacional para combate à doença continuar na mesma linha desde 2008, houve um aumento de 11% nos investimentos domésticos dos países em desenvolvimento. No período de 2006 a 2011, o crescimento foi de 50%.

Dirceu Greco, diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, enfatiza que o acesso universal ao tratamento antirretroviral é uma política do Brasil e que nada seria possível sem o Sistema Único de Saúde (SUS).

Os avanços na cobertura e na distribuição de antirretrovirais, principalmente nos países de baixa e média renda, tem servido de inspiração para vários países em desenvolvimento. “Acreditamos que vamos alcançar o acesso universal até 2015 e parte dessa vitória é do Brasil”, destacou o coordenador da Unaids no Brasil, Pedro Chequer.

Atualmente, oito milhões de pessoas recebem tratamento em todo o mundo, enquanto em 2003, eram apenas 400 mil. Só no ano passado foram mais de 300 mil novos pacientes na África do Sul, totalizando 1,7 milhão de pessoas em terapia no país.

Outra perspectiva do programa é chegar em 2015 sem nenhuma nova infecção em crianças. A utilização de medicamentos antirretrovirais como profilaxia para gestantes infectadas pelo vírus, para evitar a transmissão vertical - o que o Brasil já faz há algum tempo - é vista como um tipo de vacina pelo coordenador.

A política de medicamentos brasileira também foi mencionada no relatório. De 2007 a 2011, o País economizou US$ 97 milhões com a diminuição do custo de aquisição do medicamento Efavirenz, que foi licenciado compulsoriamente em 2007. Atualmente, o Brasil fabrica dez dos 21 antirretrovirais distribuídos pelo SUS.

Segundo Greco, mesmo com o alto investimento - o orçamento de 2011 foi de R$ 1,2 bilhão - para controlar a epidemia ainda há muitos desafios. Um deles é expandir o acesso ao diagnóstico. “Estima-se que 250 mil pessoas no País não saibam ou nunca fizeram o teste de HIV. Diagnosticar essas infecções é um passo fundamental para o controle da transmissão”.

Em 2011, mais de dois milhões de testes rápidos foram distribuídos. “Sabendo do diagnóstico, as pessoas receberão os cuidados de saúde necessários e o tratamento em tempo adequado”, concluiu Greco.

Leia mais:

Soropositivas também podem ter filhos saudáveis, anuncia Ministério da Saúde

Brasil renova licenciamento compulsório de antirretroviral usado no tratamento da Aids

Manual orienta a prática de atividades físicas para soropositivos

Brasil irá inaugurar fábrica de remédio para tratamento da Aids na África

Novo remédio para combate à Aids em crianças vai ser testado pela Fiocruz

 

Fonte:
Ministério da Saúde





Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)
Estudantes serão envolvidos em atividades como prevenção à obesidade e combate ao Aedes aegypti
Estudantes serão envolvidos em atividades como prevenção à obesidade e combate ao Aedes aegypti
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Governo digital