Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 07 > Segunda etapa do Rede Cegonha beneficia São Paulo e Pernambuco

Saúde

Segunda etapa do Rede Cegonha beneficia São Paulo e Pernambuco

por Portal Brasil publicado: 13/07/2012 16h11 última modificação: 29/07/2014 09h04
Unidade de terapia intensiva concentra os principais recursos, humanos e materiais, necessários para dar suporte às funções vitais dos recém-nascidos

Unidade de terapia intensiva concentra os principais recursos, humanos e materiais, necessários para dar suporte às funções vitais dos recém-nascidos

Recursos são destinados para ações de assistência à gestante e ao bebê

 

Para dar continuidade às ações da segunda etapa do Rede Cegonha, foi aprovada a liberação de R$ 19,7 milhões para o estado de São Paulo. A portaria nº 1.500, que contempla quatro municípios, foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (13).

Serão repassados, de imediato, R$ 8,9 milhões para os serviços já existentes. O restante do valor, R$ 10,8 milhões, será pago de acordo com o andamento das ações do programa no estado.

Os recursos são para o custeio de três Centros de Parto Normal; 12 leitos de Gestação de Alto Risco; dez leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Adulto tipo II; dez leitos de UTI Neonatal tipo II; nove leitos de Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) Neonatal e dois leitos Canguru. Também serão qualificados seis leitos de Gestação de Alto Risco; 40 leitos UTI Adulto tipo II; 23 leitos de UTI Neonatal tipo II e 22 leitos de UCI Neonatal.

Os municípios contemplados foram Cotia, com R$ 4,7 milhões; Embu, com R$ 960 mil; Itapecerica da Serra, com R$ 6,2 milhões, e Taboão da Serra com R$ 7,8 milhões.

 

Pernambuco

O estado de Pernambuco também receberá mais recursos para a segunda etapa do Rede Cegonha. A Portaria nº 1.498, que também foi publicada no DOU desta sexta, destina R$ 18,2 milhões para investimentos no estado.

Os serviços já iniciados na primeira etapa receberão R$ 9,4 milhões, enquanto o restante - R$ 8,8 milhões - será gasto em qualificação e ampliação da rede de assistência à mulher e ao bebê do estado.

Serão custeados cinco Centros de Parto Normal; cinco Casas da Gestante, Bebê e Puérpera; qualificação para 25 leitos de Gestação de Alto Risco; 11 leitos de UTI Adulto tipo II; 14 leitos de UTI Adulto tipo III; 18 leitos de UTI Neonatal tipo II; 36 leitos de UCI Neonatal e 18 leitos Canguru.

O município de Cabo de Santo Agostinho receberá R$ 960 mil; Camaragibe recebrá R$ 960 mil; Recife, R$ 10,1 milhões; e Petrolina, R$ 6,1 milhões.

 

Rede Cegonha

A estratégia Rede Cegonha foi lançada ano passado e fortalece os princípios da humanização e assistência para mulheres e recém-nascidos - que vão do planejamento familiar à confirmação da gravidez, passando pelo pré-natal, parto, pós-parto, até os dois primeiros anos de vida da criança.

Dentro das ações previstas estão a ampliação do acesso, acolhimento e melhoria da qualidade do pré-natal; o transporte da mãe e do recém-nascido para os exames de pré-natal e para o parto; e a realização de partos seguros, entre outros.

 


Leia mais:

Governo amplia parcerias para fortalecer Rede Cegonha

Do pré-natal ao pós-parto, saiba como garantir a saúde de gestantes, mães e bebês

Governo investe R$ 9 bilhões para aperfeiçoar a Rede Cegonha

Rede Cegonha reduz mortalidade materna em 21% no 1o ano do programa, diz Saúde

Rede Cegonha destina R$ 388 milhões para Minas, Ceará e DF

 

Fonte:
Ministério da Saúde

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Arquivo/EBC
Soro
Divulgação/Prefeitura de Campo Verde (MT)

Governo digital