Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 07 > Substância para engorda de bois e porcos será aceita para exportação

Saúde

Substância para engorda de bois e porcos será aceita para exportação

por Portal Brasil publicado: 09/07/2012 17h41 última modificação: 29/07/2014 09h04

Pesquisa concluiu que a utilização da ractopamina não tem impacto sobre a saúde dos consumidores

Produtores e empresas que exportam carnes suína e bovina poderão comercializar músculos, gordura, rins e fígados dentro dos limites máximos para o uso da ractopamina, que é uma substância estimuladora do ganho de peso dos animais, para todos os países do mundo. 

A decisão foi anunciada durante a reunião do Codex Alimentarius (em inglês), órgão que estabelece os padrões de qualidade dos alimentos em nível internacional. A Comissão Alimentar concluiu por meio de pesquisas científicas que a utilização da ractopamina não tem impacto sobre a saúde dos consumidores.

No Brasil, o emprego da substância na criação de suínos já era permitido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) há 10 anos.  Em confinamento de bovinos, a aplicação foi autorizada em 2011.

Na União Europeia e na China, grandes importadores de carne, a mistura de ractopamina na ração dos animais é proibida.  Enquanto, os Estados Unidos permitem a prática. 

Com a determinação, um país importador não pode proibir a entrada da carne que contenha a substância dentro dos padrões autorizados. O Codex deverá publicar a decisão formalmente nos próximos dias por meio do relatório da reunião. 

Leia mais:

Mais um frigorífico brasileiro é autorizado a exportar carne suína para a China 

Novo status do País em relação à doença da vaca louca reabrirá mercados, diz ministério

Argentina retoma as exportações de carne suína do Brasil

 

Fonte:

Ministério da Agricultura

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Arquivo/Anvisa
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Divulgação/Governo do Paraná
Vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados, e de forma escalonada no RJ e ES
Vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados, e de forma escalonada no RJ e ES
Naftali Emídio/Pref. do Cabo de Santo Agostinho
Profissionais devem escolher município de atuação até quinta-feira (16)
Profissionais devem escolher município de atuação até quinta-feira (16)
Pei Fon/Prefeitura de Maceió

Governo digital