Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 07 > Todos os estados e o DF têm antiviral usado no tratamento da gripe, afirma Ministério da Saúde

Saúde

Todos os estados e o DF têm antiviral usado no tratamento da gripe, afirma Ministério da Saúde

por Portal Brasil publicado: 09/07/2012 21h14 última modificação: 29/07/2014 09h04

O governo distribuiu 418,8 mil caixas do medicamento tamiflu, que pode reduzir as formas graves da doença e os óbitos 

 

A gripe tem tratamento e todos os estados brasileiros estão abastecidos com o antiviral oseltamivir, medicamento que pode reduzir as formas graves da doença, evitando óbitos, alerta o Ministério da Saúde. Só neste ano, as secretarias estaduais de saúde receberam 418,8 mil caixas do remédio, conhecido como tamiflu. Cada caixa contém 10 comprimidos, suficientes para um tratamento completo.

O antiviral deve ser utilizado em todos os pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Do total de medicamentos repassados em junho, 51.190 caixas foram para Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul e São Paulo, onde a transmissão é mais acentuada. “O Ministério da Saúde tem acompanhado os estoques junto às secretarias estaduais de Saúde e, na medida em que forem consumidos, novos lotes serão enviados. Além disso, o Ministério da Saúde mantém estoque estratégico”, afirma a secretária substituta de Vigilância em Saúde, Sonia Brito.

Tratamento
O antiviral deve ser tomado o mais rápido possível, após os primeiros sintomas, sem aguardar resultados de laboratório ou sinais de agravamento, por grupos vulneráveis para complicações, como gestantes, crianças pequenas, idosos, obesos e portadores de doenças crônicas. Já os pacientes que não pertencem aos grupos de risco devem receber caso apresentem sinais de agravamento, como falta de ar ou persistência da febre por mais de três dias.

O Ministério da Saúde reforçou parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM) e conselhos regionais de medicina para divulgar os benefícios do tratamento entre os profissionais de saúde. 

O vírus da gripe A H1N1, que surgiu em 2009, no México, ainda circula no mundo inteiro, mas é pouco provável a ocorrência de epidemias, como a pandemia de 2009, quando o Brasil registrou 2.060 óbitos. Em agosto de 2010, com base nos dados epidemiológicos registrados, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a pandemia como encerrada. Entretanto, continuam ocorrendo casos e pode haver surtos localizados. 

Grande parte da população está protegida contra o vírus, seja porque teve a infecção natural em 2009 ou porque se vacinou na campanha de vacinação realizada pelo Ministério da Saúde em 2012.  A campanha de vacinação contra a gripe para o inverno de 2012, recentemente realizada, atingiu cobertura acima de 80%, uma das mais altas do mundo. 

Como forma de prevenir a população de infecções pelo vírus da gripe, o Ministério da Saúde orienta ações de higiene pessoal, como lavar as mãos várias vezes ao dia, evitar tocar a face com as mãos e proteger a tosse e o espirro com lenço descartável. Em caso de síndrome gripal, deve-se procurar um serviço de saúde o mais rápido possível. As pessoas com síndrome gripal devem procurar o médico o quanto antes.

Leia mais:

Saúde alerta contra os riscos de disseminação do vírus da gripe

Vacinação contra gripe alcançou 80% da meta

Vacina protege contra os três principais vírus da gripe

Sete estados brasileiros alcançam meta de imunização contra a gripe

 

Fonte:

Ministério da Saúde

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Prefeituras podem contratar médicos direto com a Opas
Com decisão do Ministério da Saúde, médicos cubanos do Mais Médicos serão contratados em convênio direto com Organização
OPAS reconhece extinção de rubéola e sarampo do Brasil
Organização concedeu ao País certificação internacional pela erradicação das doenças
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Com decisão do Ministério da Saúde, médicos cubanos do Mais Médicos serão contratados em convênio direto com Organização
Prefeituras podem contratar médicos direto com a Opas
Organização concedeu ao País certificação internacional pela erradicação das doenças
OPAS reconhece extinção de rubéola e sarampo do Brasil
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões

Últimas imagens

Empresa deve comprovar a qualidade, a segurança e a eficácia do produto a ser registrado
Empresa deve comprovar a qualidade, a segurança e a eficácia do produto a ser registrado
Marcos Santos/USP Imagens
Licenciamento de salões de beleza, por exemplo, dispensam requerimentos prévios
Licenciamento de salões de beleza, por exemplo, dispensam requerimentos prévios
Ronaldo Lima/Prefeitura de Diadema (SP)
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Arquivo/EBC
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Arquivo/EBC

Governo digital