Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 08 > Brasileiros serão imunizados contra sarampo, caxumba, rubéola e catapora

Saúde

Brasileiros serão imunizados contra sarampo, caxumba, rubéola e catapora

por Portal Brasil publicado: 06/08/2012 13h24 última modificação: 29/07/2014 09h04

A parceria entre o laboratório público Bio-Manguinhos e o laboratório privado britânico GlaxoSmithKline (GSK) para produção nacional da vacina tetra viral, que imuniza contra o sarampo, caxumba, rubéola e a catapora de uma única vez, foi assinada no último sábado (4), no Rio de Janeiro.

A vacina, que será disponibilizada ao Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde a partir de agosto de 2013, deverá ser aplicada em duas doses: a primeira, quando a criança completar um ano, e a segunda, aos quatro anos de idade.

Parcerias

Nos acordos de transferência de tecnologia, firmados pelo Ministério da Saúde, a produção se dá por meio de Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDP), feito com os laboratórios públicos.

No caso da tetra viral, o ministério será responsável pela compra dos medicamentos. Já os laboratórios da rede privada, serão responsáveis por produzir o princípio ativo e transferir a tecnologia. Como contrapartida, o governo garante exclusividade na compra do medicamento por cinco anos.

Indicação

A tetra viral é indicada para a prevenção de sarampo, caxumba, rubéola e varicela em crianças com idade de 12 meses até 12 anos. Sua utilização em crianças com menos de um ano pode ser considerada no caso de situação epidemiológica justificada, onde a vacina pode ser administrada a partir de 9 meses de idade.

 

 

Leia mais:

Brasil produzirá vacina que protege contra quatro tipos de doenças virais

País atinge meta de vacinação e 95% das crianças são imunizadas

Mais de 70 milhões de brasileiros foram vacinados contra hepatite B desde 1998

Calendário básico de imunização infantil terá mais duas vacinas a partir do 2º semestre


Fonte:
Ministério da Saúde

Portal Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Fiocruz participa da Semana Nacional dos Museus com uma série de atividades
Museu da Vida da Fiocruz, no Rio de Janeiro, apresenta uma programação especial em homenagem à Semana Nacional dos Museus
Campanha do Ministério da Saúde incentiva a doação de leite materno
Ministério da Saúde lançou campanha para incentivar a doação de leite materno com slogan "Um pouquinho do que você doa, é tudo para quem precisa"
Governo decreta fim da Emergência Nacional para o vírus zika e microcefalia
Governo decretou fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional para o vírus zika e a microcefalia. Medida ocorre após queda na ocorrência dos casos do vírus no País.
Museu da Vida da Fiocruz, no Rio de Janeiro, apresenta uma programação especial em homenagem à Semana Nacional dos Museus
Fiocruz participa da Semana Nacional dos Museus com uma série de atividades
Ministério da Saúde lançou campanha para incentivar a doação de leite materno com slogan "Um pouquinho do que você doa, é tudo para quem precisa"
Campanha do Ministério da Saúde incentiva a doação de leite materno
Governo decretou fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional para o vírus zika e a microcefalia.  Medida ocorre após queda na ocorrência dos casos do vírus no País.
Governo decreta fim da Emergência Nacional para o vírus zika e microcefalia

Últimas imagens

Rótulos dos produtos divulgam falsas propriedades terapêuticas
Rótulos dos produtos divulgam falsas propriedades terapêuticas
Divulgação/EBC
Em 2016, os bancos de leite humano do País registraram mais de 300 atendimentos em grupos
Em 2016, os bancos de leite humano do País registraram mais de 300 atendimentos em grupos
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Cannabis não foi reconhecida como planta medicinal pela Anvisa
Cannabis não foi reconhecida como planta medicinal pela Anvisa
Reprodução/TV Brasil
O Into é responsável por 72,3% das cirurgias de alta e média complexidade feitas na capital
O Into é responsável por 72,3% das cirurgias de alta e média complexidade feitas na capital
Divulgação/Ministério da Saúde

Governo digital