Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 08 > Brasil reduz teor de sódio de alimentos

Saúde

Brasil reduz teor de sódio de alimentos

por Portal Brasil publicado : 28/08/2012 16:45
Anvisa Ministério da Saúde e Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação firmam acordo para redução de sódio nos alimentos

Ministério da Saúde e Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação firmam acordo para redução de sódio nos alimentos

Ministério da Saúde e Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação firmam parceria para reduzir teor de sódio nos alimentos

O ministério da Saúde e a Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (Abia) assinaram nesta terça-feira (28), documento que estabelece metas nacionais para a redução do teor de sódio em alimentos processados no Brasil. O objetivo é melhorar o cardápio brasileiro e promover mais qualidade de vida. O termo de compromisso prevê a redução em temperos, caldos, cereais matinais e margarinas vegetais. A estimativa é retirar cerca de 8.788 toneladas de sódio do mercado brasileiro até 2020. A iniciativa faz parte do Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis.

Esta é a terceira etapa do acordo que o Ministério da Saúde firmou para oferecer alimentos industrializados mais saudáveis, e prevenir o desenvolvimento de doenças crônicas na população, sobretudo, entre os mais jovens. “Com esse novo termo, pretendemos oferecer um alimento mais saudável, tanto no ambiente familiar quanto nos locais de trabalho”, afirma o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Nos documentos anteriores, foram contemplados macarrões instantâneos, bisnagas, pão de forma, pão francês, mistura para bolos, salgadinhos de milho, batata frita/palha, biscoitos e maionese. Somados os três convênios, a previsão é de que até 2020, estejam fora das prateleiras mais de 20 mil toneladas de sódio.

A recomendação de consumo máximo diário de sal pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de menos de cinco gramas por pessoa. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam, no entanto, que o consumo do brasileiro está em 12 gramas diários, valor que ultrapassa o dobro do recomendado.

O termo de compromisso estabelece o acompanhamento das informações da rotulagem nutricional dos produtos e as análises laboratoriais de produtos coletados no mercado e da utilização dos ingredientes à base de sódio pelas indústrias.

Números da OMS

Números da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que há cerca de 600 milhões de hipertensos no mundo. A doença atinge, em média, 25% da população brasileira, chegando a mais de 50% na terceira idade e, surpreendentemente, a 5% dos 70 milhões de crianças e adolescentes no Brasil, segundo dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH).

 

Leia mais:

Saúde fará evento para definir estratégias da luta pela redução do sal nos alimentos

Saúde amplia acordo com indústria para reduzir sódio em mais 7 categorias de alimentos

Saúde alerta que brasileiro consome excesso de sal, açúcar e gorduras saturadas

Consea acompanha programa de redução de sal e gordura em alimentos pela indústria

Saúde alerta que hipertensão arterial atinge 23,3% dos brasileiros e a maioria é mulher

 

Fonte:

Ministério da Saúde
Portal Brasil
IBGE

 

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil