Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 08 > Educadores devem confirmar inscrição em Curso de Prevenção sobre Uso de Drogas

Saúde

Educadores devem confirmar inscrição em Curso de Prevenção sobre Uso de Drogas

por Portal Brasil publicado: 24/08/2012 14h55 última modificação: 29/07/2014 09h04
Programa Crack, é Possível Vencer Programa realiza capacitações para profissionais de educação, saúde e segurança

Programa realiza capacitações para profissionais de educação, saúde e segurança

Cerca de 70 mil profissionais receberão, no e-mail cadastrado, uma mensagem eletrônica com as orientações de como realizar a confirmação da inscrição

 A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), em parceria com a Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), Universidade de Brasília e o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe) convocam educadores de escolas públicas do País para confirmarem seu pedido de inscrição no Curso de Prevenção do Uso de Drogas.

Dentre os mais de 112 mil educadores que realizaram a inscrição, foram selecionados 70 mil que receberão, no e-mail cadastrado, uma mensagem eletrônica com as orientações de como realizar a confirmação da inscrição. As aulas estão previstas para se iniciar no dia 3 de setembro.

Como a pré-inscrição superou o número de vagas, a Senad teve que fazer uma seleção com os mais de 112 mil interessados nas 70 mil vagas disponíveis. Entre os critérios usados estavam a localização do educador em um dos 12 estados que já aderiram ao programa “Crack, é possível vencer” , que são: Alagoas, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Acre, Santa Catarina, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Piauí, Paraná e Ceará. Também foi levado em conta o número de inscritos por unidade educacional e a participação das escolas em programas do Ministério da Educação como o Saúde na Escola e Projeto Saúde e Prevenção nas Escolas, entre outros.

 O curso

O curso, que será realizado na modalidade à distância entre os meses de setembro de 2012 e abril de 2013, tem o objetivo de treinar os educadores para que elaborem projetos de ações preventivas nas escolas onde trabalham, contribuindo com o fortalecimento da comunidade escolar na prevenção do uso de drogas.

O objetivo é ter cerca de 14 mil escolas inscritas neste curso, atingindo assim cerca de 2,8 milhões de alunos. No final do treinamento, os aprovados receberão Certificado de Curso de  Extensão Universitária, de carga horária de 180 horas, emitido pela Universidade de Brasília.

 O Programa “Crack, é Possível Vencer” prevê a realização de mais dois treinamentos para educadores nos anos de 2013 e 2014, cada um com os mesmos 70 mil inscritos. As três edições vão representar um total de 8,4 milhões de alunos atendidos. O investimento para a realização da edição deste ano é de aproximadamente R$ 14 milhões.

 O Curso de Prevenção do Uso de Drogas para Educadores de escolas públicas é um dos treinamentos previstos no eixo “prevenção”, no âmbito do Programa “Crack, é possível vencer”, lançado em dezembro de 2011. Além da capacitação para profissionais das redes de educação, o programa treinará agentes de segurança pública, Justiça, saúde e assistência social, além de conselheiros e lideranças comunitárias e religiosas.

O Programa “Crack, é Possível Vencer”  prevê a realização de mais dois treinamentos para educadores nos anos de 2013 e 2014, cada um com os mesmos 70 mil inscritos. As três edições vão representar um total de 8,4 milhões de alunos atendidos. O investimento para a realização da edição deste ano é de aproximadamente R$ 14 milhões.

Crack, é Possível Vencer

O Programa Crack, é Possível Vencer prevê o investimento de R$ 3,92 bilhões com atuação entre governo federal, estados e municípios, além da participação da sociedade civil e o monitoramento intensivo das ações. O objetivo é aumentar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários drogas, enfrentar o tráfico e as organizações criminosas e ampliar atividades de prevenção. 

O programa conta com a atuação direta dos ministérios da Justiça, da Saúde e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, além da Casa Civil e da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

 

Leia mais:

122 mil educadores se inscrevem para curso de prevenção contra as drogas

Onze estados já aderiram ao esforço nacional de combate ao uso de drogas

Programa de combate às drogas chega ao Ceará

Paulina Duarte assume Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas

 

Fonte:

Portal Brasil

Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas

Ministério da Justiça

 

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Mais Médicos: um serviço ao Brasil
Médico aposentado que aderiu ao programa do governo federal resolve servir em comunidades carentes.
Mais Médicos para todos
Inscrito no programa do governo federal, médico aposentado defende utilidade do Mais Médicos.
Mais Médicos contribui com importantes resultados na saúde da população brasileira
Renato Tasca, coordenador da Unidade Técnica Mais Médicos da OPAS/OMS, avalia o programa Mais Médicos: "Estou muito orgulhoso de estar apoiando o Brasil nessa tarefa desafiadora"
Médico aposentado que aderiu ao programa do governo federal resolve servir em comunidades carentes.
Mais Médicos: um serviço ao Brasil
Inscrito no programa do governo federal, médico aposentado defende utilidade do Mais Médicos.
Mais Médicos para todos
 Renato Tasca, coordenador da Unidade Técnica Mais Médicos da OPAS/OMS, avalia o programa Mais Médicos: "Estou muito orgulhoso de estar apoiando o Brasil nessa tarefa desafiadora"
Mais Médicos contribui com importantes resultados na saúde da população brasileira

Últimas imagens

 Expansão faz parte do Programa Nacional de Bolsas para Residências em Área Profissional da Saúde e vai priorizar regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste
Expansão faz parte do Programa Nacional de Bolsas para Residências em Área Profissional da Saúde e vai priorizar regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste
Divulgação/Governo do Paraná
Nordeste foi a região mais beneficiada, com 24 médicos. Sudeste receberá 20 profissionais, seguido do Centro-Oeste (7), Sul (7) e o Norte(2)
Nordeste foi a região mais beneficiada, com 24 médicos. Sudeste receberá 20 profissionais, seguido do Centro-Oeste (7), Sul (7) e o Norte(2)
Divulgação/Ministério da Saúde
Cadastro vai possibilitar a criação de políticas para ampliação do número de médicos especialistas, como pediatras
Cadastro vai possibilitar a criação de políticas para ampliação do número de médicos especialistas, como pediatras
Vila Velha-ES
Em 87,1% dos municípios havia atendimento de emergência (24 horas)
Em 87,1% dos municípios havia atendimento de emergência (24 horas)
Divulgação/Governo de SP
Ministro Arthur Chioro assinou um termo de compromisso para o enfrentamento da Hanseníase com 141 municípios matogrossense
Ministro Arthur Chioro assinou um termo de compromisso para o enfrentamento da Hanseníase com 141 municípios matogrossense
Rondon Vellozo/Ascom-MS

Governo digital