Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 09 > Pacientes que sofrem com doença pulmonar receberão remédios pelo SUS

Saúde

Pacientes que sofrem com doença pulmonar receberão remédios pelo SUS

por Portal Brasil publicado: 25/09/2012 16h12 última modificação: 29/07/2014 09h03
EBC Pacientes que sofrem com a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (Dpoc) passarão a ter acesso a medicamentos para tratar os sintomas da patologia

Pacientes que sofrem com a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (Dpoc) passarão a ter acesso a medicamentos para tratar os sintomas da patologia

Medicamentos já eram distribuídos para asmáticos, mas agora poderão ser adquiridos por doença que atinge principalmente ex-fumantes

 

Pacientes que sofrem com a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (Dpoc) passarão a ter acesso a medicamentos para tratar os sintomas da patologia. O Sistema Único de Saúde (SUS) vai passar a oferecer os medicamentos budesonida, beclometasona (corticóides inalatórios), fenoterol, sabutamol, formoterol e salmeterol (broncodilatadores).

Atualmente, esses remédios já são distribuídos para outras finalidades, como por exemplo, tratamento da asma. Agora, eles poderão ser indicados também para a Dpoc, que afetas pulmões e atinge principalmente ex-fumantes.

Os medicamentos beclometasona e sabutamol também já eram ofertados com até 90% de desconto pelo programa Farmácia Popular para tratamento da asma leve e moderada. A partir da publicação de portaria prevista para quarta-feira (26), a rede pública de saúde terá até 180 dias para começar a ofertar os produtos de graça à população. 

“A Dpoc é uma doença frequente, que afeta boa parcela dos brasileiros. A medida permitirá a melhora na qualidade de vida dos pacientes, além de contribuir para a economia nas finanças das famílias”, afirmou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Outras doenças
Ainda estão incluídas na lista de incorporações outras linhas de cuidado para tratar a doença, como por exemplo,  vacina contra influenza, a oxigenoterapia domiciliar e os exames diagnósticos para deficiência de Alfa-1 (caracterizada por níveis muito baixos no sangue ou inexistentes de uma proteína produzida pelo fígado).

Relacionada ao tabagismo e à exposição passiva ao fumo, à poeira e à poluição, a Dpoc causa falta de ar, fadiga muscular e insuficiência respiratória. Sua prevalência ocorre especialmente em adultos acima de 40 anos (15,8%) e é apontada como uma das principais causas de mortalidade no País.

Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica
No Brasil, estima-se que cerca de 5 milhões de pessoas tenham a doença. Em 2010, foram 116.680 mil internações por Dpoc no Brasil, que custaram ao Ministério da Saúde R$ 83,6 milhões. Em 2011, o número de internações subiu para 116.707, custando R$ 87,1 milhões aos cofres públicos. Até julho deste ano, já são 57.881 registros de internações, que custaram ao governo R$ 45,1 milhões.

Estudo
O Ministério da Saúde elabora um protocolo clínico para a Dpoc para estabelecer critérios de diagnóstico da doença, de análises de tratamentos com os medicamentos e doses adequadas, criar mecanismos para o monitoramento clínico quanto à efetividade do tratamento, para a supervisão de possíveis efeitos adversos e para a garantia da prescrição segura e eficaz.

Medicamentos
Em dois anos, o número de medicamentos ofertados pelo SUS cresceu 47%, saltando de 550 para 810, conforme itens contidos na Relação Nacional de Medicamentos (Rename). A relação é atualizada a cada dois anos e inclui medicamentos da atenção básica, para doenças raras e complexas, insumos e vacinas.

Do ano passado até agora, 11 medicamentos já foram aprovados para incorporação no SUS. Três foram avaliados pela nova Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (Conitec) no primeiro semestre deste ano: boceprevir (hepatite tipo C), telaprevir (hepatite tipo C) e trastuzumabe (oncológico - câncer de mama).

 

Medicamentos gratuitos para o tratamento da asma já estão disponíveis nas Farmácias Populares:

Leia mais:

Brasil investe em produção de medicamentos contra Alzheimer

Medicamento pode ser receitado para evitar sintomas da hemofilia

Novos medicamentos para artrite serão distribuídos pelo SUS

 

Fonte:
Ministério da Saúde
Portal Brasil

 

 

 

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)
Estudantes serão envolvidos em atividades como prevenção à obesidade e combate ao Aedes aegypti
Estudantes serão envolvidos em atividades como prevenção à obesidade e combate ao Aedes aegypti
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Governo digital