Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 10 > Amazonas terá mais R$ 21,6 mi para qualificar atendimento de emergência

Saúde

Amazonas terá mais R$ 21,6 mi para qualificar atendimento de emergência

por Portal Brasil publicado: 17/10/2012 18h54 última modificação: 29/07/2014 09h02
Reprodução/Ministério da Saúde Dez municípios serão beneficiados, sendo que Tabatinga e Manaus terão mais R$ 1,7 milhão retroativo ao mês de junho

Dez municípios serão beneficiados, sendo que Tabatinga e Manaus terão mais R$ 1,7 milhão retroativo ao mês de junho

O investimento faz parte da implantação da II Etapa da Rede de Atenção às Urgências e Emergências do estado

 

O estado do Amazonas vai receber R$ 21,6 milhões para investimento na melhoria da rede de urgência. O investimento integra a segunda etapa do Plano de Ação da Rede de Atenção às Urgências e Emergências de Amazonas (RUE), definido pela Portaria 2.323. A medida tem objetivo de potencializar a organização da rede para gerar impactos positivos no atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Com o novo recurso, assegurado pelo Ministério da Saúde, o estado e os municípios amazonenses poderão melhorar a manutenção de diversas ações, como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a habilitação e a qualificação das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Também haverá impacto no custeio de salas de estabilização, além de leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Ao todo, 10 municípios serão beneficiados (veja lista completa ao lado), sendo que Tabatinga e Manaus contam com recursos para ações imediatas correspondente a R$ 1,7 milhão retroativo ao mês de junho.

Os valores estabelecidos para o repasse serão incorporados ao limite financeiro de Média e Alta Complexidade (MAC) do estado e dos municípios. As ações custeadas pelo recurso devem ser antes discutidas e pactuadas na Comissão Bipartite (CIB), que reúne gestores do estado e dos municípios.

Em agosto, o Ministério da Saúde já havia liberado R$ 73,6 milhões para implantação da primeira etapa do Plano de Ação da Rede de Atenção às Urgências do Amazonas. Deste total, R$ 23,3 milhões foram aplicados de imediato na rede. Na primeira fase, os municípios beneficiados foram Itacoatiara e Manacapuru, além da capital.

Do total, R$ 30,8 milhões foram destinados para o custeio/ano de cinco Unidades de Pronto Atendimento (UPA) porte II, que foram reformadas e ampliadas, e habilitação de duas UPAs porte III.

Outros R$ 42,8 milhões de investimento serão aplicados no custeio das ações e serviços da qualificação das portas de entrada de urgência. Do total de recursos, R$ 26,4 milhões serão aplicados na habilitação de 74 novos leitos, sendo 37 de UTI tipo II, 27 de UTI pediátrica e 10 de UTI coronariana. Além disso, R$ 7 milhões destinam-se a qualificação de 67 leitos de UTI tipo II e pediátrico. As ações fazem parte do conjunto de medidas estratégicas com objetivo de melhorar cada vez mais o atendimento no SUS.

 

Leia mais:

Projeto visa conscientizar população sobre prejuízos causados pelos trotes ao Samu

97% dos casos de emergência que chegam às UPAs são solucionados

Em 10 anos, País reduz em 32% mortes por AVC

Hospital pernambucano receberá investimentos para atendimentos de emergência

 

Fonte:

Ministério da Saúde

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Divulgação/EBC
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Divulgação/Ministério da Saúde
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Arquivo/Anvisa
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Divulgação/Governo do Paraná

Governo digital