Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 10 > Casos de tétano no Brasil têm queda de 44%

Saúde

Casos de tétano no Brasil têm queda de 44%

por Portal Brasil publicado: 19/10/2012 17h18 última modificação: 29/07/2014 09h02
EBC Casos de tétano têm queda de 44% em dez anos

Casos de tétano têm queda de 44% em dez anos

O estudo foi elaborado pelo Ministério da Saúde e colheu informações dos últimos 10 anos

Dados publicados pelo Ministério da Saúde mostram que o número de casos de tétano no país caiu 44%. Enquanto em 2001 o País registrou um total de 578 casos, em 2011 foram 327. A redução foi ainda maior nos casos de tétano neonatal, chegando a 85% neste período. Os dados constam na publicação Saúde Brasil, apresentada durante a 12ª Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (Expoepi).

De acordo com o estudo, desde 2007 são registrados, em média, seis casos da doença por ano, com quatro mortes entre os bebês prematuros. A partir daquele ano, a média anual tem se mantido em 340 casos confirmados.

A queda no número de casos de tétano no Brasil é atribuída à vacinação de rotina e ao reforço na imunização dos chamados grupos de risco, como agricultores, trabalhadores da construção civil e aposentados, grupo com maior risco de se ferir com objetos de metal. O calendário de vacinação conta com a pentavalente (contra difteria, tétano, coqueluche, doenças causadas pelo Haemophilus influenza tipo b, como meningite, e hepatite B), com a DTP, para crianças de um e quatro anos, e com a DT Adulto, disponível para reforço a cada 10 anos.

De acordo com o estudo Saúde Brasil 2012, do Ministério da Saúde, de 2007 a 2011, a vacinação nas mulheres em idade fértil foi considerada baixa. Já, em relação às grávidas, de 1993 a 2011, o número cresceu, porém ainda é menor do que 60%. No ano passado, o último analisado pelo estudo, 54% das gestantes tomaram a vacina contra o tétano em todo país, com variação, dependendo do estado: 42% no Rio de Janeiro a 69% em Pernambuco.

Vale lembrar que o Ministério da Saúde promove campanhas para que a população atualize o calendário de vacinação. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece a vacina contra o tétano nos postos da rede pública. Além da vacina, cuidados com a higiene do cordão umbilical são fundamentais na prevenção, no caso da forma neonatal da doença.

 Tétano Neonatal

 Pode atingir recém-nascidos de dois a 28 dias de vida, filhos de mães que não tomaram vacina. Também conhecida como tétano umbilical ou “mal de sete dias”, a doença é causada pela bactéria Clostridium tetani, encontrada em, praticamente, todos os lugares.

O bebê pode ser contaminado durante o parto, quando cordão umbilical é cortado com instrumentos impróprios e contaminados, ou mesmo depois do parto, se o coto umbilical for tratado com substâncias ou instrumentos contaminados. Deixar de mamar, chorar muito, contraturas musculares e febre baixa são os primeiros sinais de que o bebê pode estar com tétano neonatal.

Para prevenir contra o tétano neonatal, a mulher grávida precisa estar com a vacinação em dia. Se ela foi vacinada há mais de cinco anos, precisa tomar a dose de reforço. Além disso, o parto feito com limpeza e a higiene com o coto umbilical do recém-nascido são fundamentais na prevenção. A vacina na gestação tem o objetivo de evitar o tétano neonatal e não tem contraindicação.  

Tétano acidental

Profissionais que trabalham com materiais de metal, madeira ou vidro devem ficar atentos aos riscos que eles podem causar, caso acidentalmente perfurem a pele. Esses objetos podem conter uma bactéria chamada clostridium tetani, que causa o tétano, infecção grave e não contagiosa.

Trabalhadores que ficam em contato com o solo também devem redobrar o cuidado. A bactéria pode estar presente em ferramentas agrícolas, pregos, latas, cacos de vidro, galhos de árvore, espinhos e pedaços de móveis.

A vacina contra o tétano é a melhor forma de prevenção. O Sistema Único de Saúde (SUS) aplica gratuitamente a vacina que oferece proteção por 10 anos. Durante a gestação, é indicado fazer um reforço antecipado, caso a dose tenha sido tomada há mais de cinco anos. Os pais devem consultar o Calendário Básico de Vacinação para a vacinação em crianças.

Campanha disponibiliza vacinação contra tétano

Fonte:

Portal Brasil
Ministério da Saúde

 

 

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Arquivo/EBC
Soro
Divulgação/Prefeitura de Campo Verde (MT)

Governo digital