Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 10 > Hospital de Urgências de Goiânia recebe 32 leitos de retaguarda e de UTI

Saúde

Hospital de Urgências de Goiânia recebe 32 leitos de retaguarda e de UTI

por Portal Brasil publicado: 23/10/2012 17h24 última modificação: 29/07/2014 09h02
Divulgação / Governo de Goiás O Hospital de Urgências de Goiânia é referência em neurocirurgia, urgência vascular, fraturas e outras cirurgias

O Hospital de Urgências de Goiânia é referência em neurocirurgia, urgência vascular, fraturas e outras cirurgias

Com incentivo anual R$ 3,6 milhões, o hospital amplia e qualifica a assistência de emergência

Trinta e dois novos leitos de retaguarda e de UTI serão distribuídos no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Afim de ampliar a assistência e os atendimentos realizados no local, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou nesta terça-feira (23), as novidades para o hospital. A ação faz parte da estratégia S.O.S Emergências, lançado em 2011 para qualificar e ampliar o atendimento nos principais prontos-socorros do país.

Do total, 18 são leitos de retaguarda distribuídos entre as seis

enfermarias que foram reformadas e, passam a funcionar ainda este mês. O custeio anual para esses leitos será de R$ 1,6 milhão. De imediato, já foram habilitados 14 leitos de UTI, com custeio cerca de R$ 3,6 milhões por ano. Ao todo, 308 leitos irão garantir o atendimento à população.

“Essas medidas ajudam a resolver problemas antigos que existiam na emergência do hospital. A integração entre estado e o governo federal possibilitou a ampliação dos serviços, além de garantir a qualidade na assistência aos pacientes. Para isso, estamos garantindo mais leitos para suprir a necessidade do hospital”, completa o ministro Padilha.

Como parte do S.O.S Emergências, o Ministério da Saúde estuda a possibilidade de apoiar a ampliação de mais 80 leitos de retaguarda para o Hugo, conforme adiantado durante  a reunião. O ministério vai aguardar o envio do projeto da primeira etapa referente a 40 leitos. O processo será avaliado e, após aprovação, são liberados os recursos para reforma e adequação da enfermaria.

Investimentos

O Hospital de Urgências de Goiânia recebe do ministério incentivo anual de R$ 3,6 milhões/ano - o que representa R$ 300 mil/mês - para custear a ampliação e qualificação da assistência da emergência. Até o momento, já foram repassados R$ 3,3 milhões desde novembro do ano passado.  A unidade também recebeu R$ 2,6 milhões para aquisição de equipamentos como camas hospitalar, desfibrilador, carros de emergência, macas, entre outros.

Serviços

O Hospital de Urgências de Goiânia é um pronto-socorro geral e é referência em neurocirurgia, urgência vascular, fraturas e outras cirurgias de urgências. Em 2011, a unidade realizou cerca de 340 mil atendimentos e internações. Só este ano, já foram 180 mil. O hospital conta com um centro cirúrgico com dez salas, e 1.668 servidores e 420 médicos.

S.O.S Emergências

O S.O.S Emergências é uma ação estratégica do Ministério da Saúde, em conjunto com os gestores locais (estaduais e municipais), lançada em 2011 para qualificar o atendimento nas principais emergências do país.

Além do Hospital de Urgências de Goiânia, mais 11 hospitais de grande porte integram a estratégia nas seguintes localidades: Ananindeua (PA), Recife (PE), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Brasília (DF), São Paulo (SP), Belo Horizonte (BH), Rio de Janeiro (RJ) e Porto Alegre (RS).

Todos os hospitais selecionados são referências regionais, possuem pronto-socorro e realizam grande número de internações e atendimentos ambulatoriais. A meta é que - até 2014 - o S.O.S Emergências atinja os 40 maiores prontos-socorros brasileiros, em 26 estados e no Distrito Federal.

Samu

Ainda em Goiânia, o ministro Alexandre Padilha, entregou seis ambulâncias para a renovação de frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192). A central de Goiânia possui 27 ambulâncias, sendo 22 Unidades de Suporte Básico (USB) e cinco Unidades de Suporte Avançado (USA), todas devidamente equipadas com desfibriladores externos automáticos, para reanimação da vítima de parada cardíaca; e oxímetro de pulso, que mede indiretamente a quantidade de oxigênio no sangue.

O Ministério da Saúde já renovou 79% da frota do SAMU 192 Regional de Goiânia. O custeio anual é de R$ 7,1 milhões. No estado de Goiás são 108 USB, 27 USA e 21 motolâncias. O custeio anual é R$ 32 milhões. Hoje, o Brasil conta com 179 Centrais de Regulação das Urgências que regulam em torno de 2.360 municípios, abrangendo uma população de 129.536.827 milhões de habitantes, correspondendo a uma cobertura de 68% da população.

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)
Estudantes serão envolvidos em atividades como prevenção à obesidade e combate ao Aedes aegypti
Estudantes serão envolvidos em atividades como prevenção à obesidade e combate ao Aedes aegypti
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Governo digital