Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 10 > Jogo virtual alerta jovens sobre os malefícios do tabaco

Saúde

Jogo virtual alerta jovens sobre os malefícios do tabaco

por Portal Brasil publicado: 19/10/2012 12h16 última modificação: 29/07/2014 09h02
Divulgação / EBC Durante as etapas do game, o jovem conhece a produção do tabaco e ajuda a distribuir cartazes na cidade sobre os males causados pelo fumo

Durante as etapas do game, o jovem conhece a produção do tabaco e ajuda a distribuir cartazes na cidade sobre os males causados pelo fumo

Game aborda a cultura do tabaco e os malefícios que a atividade proporciona tanto ao meio ambiente como aos agricultores

 

Com o objetivo de conscientizar os jovens sobre os malefícios do cigarro, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) lançou nessa quinta-feira (18) o game “Agentes da Saúde por um Mundo sem Tabaco”. O jogo apresenta desde as etapas de produção até sua comercialização. A ideia é proporcionar o inovado instrumento, principalmente, a jovens entre 10 e 14 anos.

De acordo com o órgão, o game aborda a cultura do tabaco e os malefícios que a atividade proporciona tanto ao meio ambiente como aos agricultores. O grande destaque são as doenças causadas aos fumantes e a venda de cigarros com aromas e sabores comercializados para o público jovem.

O jogo foi desenvolvido pelo programa HTML 5, e é financiado pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). Ele ficará hospedado no site do Inca para todas as plataformas de acesso à internet.

O lançamento do jogo ocorreu no Museu da Vida, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), que vai até domingo (21) em todo o País.

 

Como jogar

O jogo é dividido em diversas fases. Os jogadores podem acompanhar a cadeia produtiva do tabaco, desde a plantação até a venda. Na primeira parte, são apresentadas as fases de produção no campo, com a participação dos agricultores.

São abordadas as doenças causadas a esses trabalhadores e suas famílias, devido ao cultivo do produto, apontando outras culturas que não prejudiquem a natureza e a população.

Nas etapas seguintes, o jogador chega à cidade, onde poderá ajudar na distribuição de cartazes da campanha de prevenção do Inca pelas ruas.

 

Investimentos

De acordo com o Inca, em 2011 o País gastou R$ 21 bilhões no tratamento de pacientes com doenças relacionadas ao consumo de cigarros. O valor foi 3,5 vezes maior que o imposto arrecadado pela Receita Federal com produtos derivados do tabaco, e corresponde a 30% de todo o orçamento do Sistema Único de Saúde (SUS).

Ainda segundo o instituto, nos últimos dez anos, o tabaco matou 50 milhões de pessoas em todo o mundo. O consumo do cigarro é responsável por mais de 15% das mortes de homens adultos, e 7% das mortes de mulheres. No Brasil, um em cada cinco homens e uma em cada dez mulheres morrem por causa do tabagismo.

 

Dependências

A dependência provocada pela nicotina produz grande desconforto físico e psicológico ao fumante que tenta abandonar o uso, comprometendo a abstinência.

Física: Cada tragada tem 4.730 substâncias e, com o tempo, o corpo do fumante passa a precisar do cigarro para funcionar. Quando se tira essas substâncias, particularmente a nicotina, o corpo vive uma espécie de curto-circuito e entra em síndrome de abstinência. Os principais sintomas são ansiedade, inquietação, sonolência ou insônia, e prisão de ventre.

Psicológica: O cigarro torna-se uma “bengala” para o viciado, que passa a fumar mais quando está estressado, triste e se sentindo sozinho.

Comportamental: O fumante tem uma rotina com o cigarro. Há momentos em que o fumar é um hábito automático. Depois da refeição, com o cafezinho, após ir ao banheiro, etc.

 

Tratamentos

Pesquisas indicam que 80% dos fumantes desejam parar de fumar, mas apenas 3% conseguem sozinhos, demandando tratamento específico.

O Ministério da Saúde, por meio do SUS disponibiliza tratamento gratuito a fumantes que pretendem parar de fumar. O programa consiste em cartilhas de orientação para hábitos saudáveis e contatos telefônicos.

O contato telefônico para seguir orientação de especialistas é realizado pela Ouvidoria do SUS/Disque Saúde - 136

 

Fonte:
Agencia Brasil
Ministério da Saúde

 

Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo amplia vacinação contra HPV para meninos de 11 a 15 anos incompletos
Homens e mulheres transplantados, além de pacientes em radioterapia e quimioterapia, também serão imunizados
SUS oferece tratamento gratuito contra a asma
Sistema Único de Saúde disponibiliza, de forma gratuita, os medicamentos para tratamento contra a asma
Ministério da Saúde lança campanha para incentivar doação de sangue
Nesta quarta-feira (14), o Ministério da Saúde lançou a Campanha Nacional de Doação de Sangue 2017
Homens e mulheres transplantados, além de pacientes em radioterapia e quimioterapia, também serão imunizados
Governo amplia vacinação contra HPV para meninos de 11 a 15 anos incompletos
Sistema Único de Saúde disponibiliza, de forma gratuita, os medicamentos para tratamento contra a asma
SUS oferece tratamento gratuito contra a asma
Nesta quarta-feira (14), o Ministério da Saúde lançou a Campanha Nacional de Doação de Sangue 2017
Ministério da Saúde lança campanha para incentivar doação de sangue

Últimas imagens

Os produtos são da categoria de alimentos de transição, utilizados como complemento ao leite materno
Os produtos são da categoria de alimentos de transição, utilizados como complemento ao leite materno
Foto: Sergio Amaral/MDS
Outros medicamentos estão na lista para uma próxima compra conjunta entre os países, como o Eculizumabe
Outros medicamentos estão na lista para uma próxima compra conjunta entre os países, como o Eculizumabe
J. Freitas/Agência Brasil
Propriedades funcionais somente podem ser alegadas quando atendidas às exigências para comprovação
Propriedades funcionais somente podem ser alegadas quando atendidas às exigências para comprovação
Divulgação/Ministério da Saúde
Doença afeta entre 10% a 25% da população adulta, segundo a Anvisa
Doença afeta entre 10% a 25% da população adulta, segundo a Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde
O brasileiro ingere 12 gramas de sódio por dia, mais que o dobro do sugerido pela Organização Mundial da Saúde
O brasileiro ingere 12 gramas de sódio por dia, mais que o dobro do sugerido pela Organização Mundial da Saúde
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital