Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 10 > Publicadas novas regras para adequação de planos de saúde com desequilíbrio financeiro

Saúde

Publicadas novas regras para adequação de planos de saúde com desequilíbrio financeiro

por Portal Brasil publicado: 05/11/2012 18h34 última modificação: 29/07/2014 09h02

Norma visa o aumento da rigidez e eficiência da fiscalização pela ANS do processo de recuperação econômica das operadoras

 

Resolução normativa da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) altera os procedimentos para a adequação das operadoras de planos de saúde que estejam com desequilíbrio financeiro. O objetivo é aumentar a rigidez e a eficiência do acompanhamento, pela agência, do processo de recuperação econômica.

A nova resolução prevê novos prazos para implementação das medidas saneadoras e adota novas exigências para o cumprimento de metas. As operadoras de grande porte, com mais de 100 mil beneficiários, passam a ter até 18 meses, improrrogáveis, para recuperação dos seus problemas econômicos. Anteriormente, esse prazo era de 12 meses, prorrogável por mais 12 meses.

Já as operadoras de médio porte, com carteiras entre 20 mil e 100 mil beneficiários, passam a ter prazo de até 24 meses para adequação ao invés de 18 meses, mesmo prazo dado às empresas de pequeno porte. Para ambos os casos, os prazos são improrrogáveis.

Independente do tamanho, a partir da nova norma, o plano de recuperação das operadoras deverá conter necessariamente a solução de pelo menos metade dos problemas na metade do prazo máximo determinado.

Com a nova norma, as operadoras pequenas e médias receberão um ofício da ANS informando o que está em desequilíbrio e o prazo para adequação. Em seguida, a agência fará um monitoramento mais ativo a partir dos dados enviados trimestralmente pelas operadoras.

Para isso, as empresas menores deverão assinar o Termo de Assunção de Obrigações Econômico-Financeiras (TAOEF), comprometendo-se com a adequação no prazo máximo estabelecido e com a correção de eventuais problemas administrativos nos seis primeiros meses do termo. 

Por sua vez, as operadoras de grande porte serão oficiadas acerca dos desequilíbrios financeiros encontrados e poderão apresentar seus planos, que precisarão ser aprovados previamente pela ANS.

Caso não sejam cumpridas as exigências regulatórias ao longo do processo de adequação, a operadora, independente do porte, fica sujeita ao regime especial de direção fiscal e às demais medidas previstas em lei, podendo inclusive ser liquidadas extrajudicialmente após a alienação das suas carteiras.

 

Fonte:

Agência Nacional de Saúde Suplementar

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Foto: Rodrigo Nunes/MS
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)

Governo digital