Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 10 > Uso de bafômetros será reforçado para reduzir acidentes no trânsito

Saúde

Uso de bafômetros será reforçado para reduzir acidentes no trânsito

por Portal Brasil publicado: 24/10/2012 17h55 última modificação: 29/07/2014 09h02
Divulgação / Polícia Militar do Espírito Santo Os bafômetros serão distribuidos até o final do ano e serão usados como medidas educativas

Os bafômetros serão distribuidos até o final do ano e serão usados como medidas educativas

Como forma de cosncientização, os aparelhos serão utilizados em ações educativas e não punitivas

 

Como medida educativa, o Ministério das Cidades vai doar um milhão de bafômetros até o final do ano, que serão utilizados em ações educativas e não punitivas. Os bafômetros serão entregues à Associação Nacional dos Detrans (AND), que ficará responsável por distribuir aos seus associados. 

O governo federal também está investindo em campanhas publicitárias como o Paradinha - campanha destinada a crianças como forma de alerta aos adultos sobre as leis do trânsito -, veiculada na televisão e no rádio para a redução de acidentes de trânsito envolvendo crianças. 

Medidas educativas são realizadas em todo o País, inclusive, no 27º Salão do Automóvel, onde o ministério participa com um estande que traz um simulador de carro que reproduz a perda de reflexos de quem ingere álcool e dirige. A ação faz parte da divulgação da campanha nacional pela redução de acidentes – Parada.

 

Salão do automóvel

Em visita ao evento, nesta quarta-feira (24), o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, junto à presidenta Dilma Rousseff, deve assinar acordo com a Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) para incluir no manual dos veículos saídos das fábricas uma lista com os dez mandamentos do bom condutor.

Na ocasião, também será firmado convênio com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) para orientar vendedores de automóveis a oferecer dicas de segurança aos compradores.

 

Parada, Pacto Pela Vida

A campanha Parada – Um Pacto pela Vida, lançada em setembro, é uma campanha permanente para diminuir em 50% o número de vítimas fatais no trânsito até 2015.

O Parada foi uma resposta do Brasil à Assembleia-Geral das Nações Unidas, que instituiu o período de 2011 a 2020 como a Década de Ações para a Segurança no Trânsito. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), mostram cerca de 1,3 milhões de mortes no trânsito em 178 países, em 2009. A iniciativa tem como meta a redução de 50% nos óbitos decorrentes de acidentes de trânsito, em 10 anos.

A campanha brasileira visa articular a ação conjunta de órgãos e entidades de trânsito federais, estaduais e municipais, organizações não governamentais, do setor privado e da população brasileira.

 

Paradinha

A campanha “Paradinha”, lançada este mês pelo Ministério das Cidades, tem como foco as crianças, que vão conscientizar os adultos a não consumir bebidas alcoólicas ao dirigir, assim como não falar ao celular e andar em alta velocidade. A campanha faz parte do Parada – Pacto Nacional pela Redução de Acidentes.

Segundo o Sistema Único de Saúde (SUS), quase 2 mil crianças morrem por ano em acidentes de trânsito no Brasil.

 

Fonte:
Ministério das Cidades
Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Arquivo/Anvisa
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Divulgação/Governo do Paraná
Vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados, e de forma escalonada no RJ e ES
Vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados, e de forma escalonada no RJ e ES
Naftali Emídio/Pref. do Cabo de Santo Agostinho
Profissionais devem escolher município de atuação até quinta-feira (16)
Profissionais devem escolher município de atuação até quinta-feira (16)
Pei Fon/Prefeitura de Maceió
A Anvisa proibiu também a fabricação e distribuição do produto saneante Hipoclorito de sódio Clorunforte
A Anvisa proibiu também a fabricação e distribuição do produto saneante Hipoclorito de sódio Clorunforte
Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Governo digital