Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 11 > Projetos de vigilância em saúde terão investimento de até R$ 8 mi por ano

Saúde

Projetos de vigilância em saúde terão investimento de até R$ 8 mi por ano

por Portal Brasil publicado: 29/11/2012 16h02 última modificação: 29/07/2014 09h02
Divulgação/Governo do Estado de Pernambuco Programa financia bolsas por mês para docentes, estudantes e profissionais que atuam na Rede de Atenção a Saúde

Programa financia bolsas por mês para docentes, estudantes e profissionais que atuam na Rede de Atenção a Saúde

Os projetos na área de vigilância, elaborados por Instituições de Ensino Superior, em conjunto com Secretarias de Saúde, serão financiados pelo Ministério da Saúde, por meio do Edital nº 28/2012. A iniciativa faz parte do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde/Vigilância em Saúde (PET/VS) para o período de 2013 a 2014. O valor investido por ano pelo ministério será de até R$ 8 milhões, a depender do número de projetos aprovados.

O programa disponibiliza bolsas para tutores (professores), preceptores (profissionais de saúde) e estudantes de graduação da área da saúde, com o objetivo de fortalecer ações de integração ensino-serviço-comunidade.

Podem se candidatar instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos, que ofereçam cursos de graduação na saúde. Cada instituição deverá apresentar projeto com período de duração de dois anos, prevendo a participação integrada dos cursos de graduação envolvidos até dia 19 de dezembro.

Os projetos precisam estar alinhados às prioridades definidas pela Agenda Estratégica da Secretaria de Vigilância em Saúde – 2011/2015, preferencialmente articuladas ao planejamento das ações de saúde das Regiões de Saúde, por meio do Decreto nº 7.508/2011, e às Redes de Atenção à Saúde, pela Portaria 4.279/2010.

Profissionais de saúde tem apoio do governo para atuarem nos serviços do SUS

Além disso, os projetos deverão explicitar o número de bolsas para os tutores acadêmicos, preceptores e estudantes respeitando a seguinte proporção para cada grupo PET-Saúde: um tutor acadêmico e dois preceptores responsáveis pelo aprendizado em serviço de oito estudantes de graduação da área da saúde. Serão selecionados no máximo cinco grupos PET/VS por projeto aprovado.

Os interessados em se inscrever, devem acessar o formulário por meio do seguinte link.

 

PET-Saúde

O Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde financia cerca de nove mil bolsas por mês para docentes, estudantes e profissionais que atuam na Rede de Atenção a Saúde. Ao todo, o programa conta com a participação de 95 Instituições de Ensino Superior, 123 Secretarias Municipais de Saúde e 12 Secretarias Estaduais de Saúde.

O valor investido é de R$ 156 milhões no período de 2012 a 2014. Lançado em 2010, o PET-Saúde VS apoiou, até este ano, 145 grupos, com a participação de 1.590 bolsistas entre estudantes, tutores e preceptores.

O ano passado, também foram iniciadas ações do PET-Saúde/Saúde Mental/Crack, com mais 80 grupos selecionados, na proporção de um tutor: para três preceptores :  para 12 estudantes - o que totaliza mais 1.280 bolsas por mês, considerando a formação completa dos grupos.

 

Fonte:
Ministério da Saúde

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Crianças dão um show de conhecimento sobre a luta contra o Aedes aegypti
Aedes aegypti é transmissor de doenças graves, como a dengue, a zika e a chikungunya
Hospital da Bahia oferece tratamento completo contra o câncer
Hospital das Obras da Irmã Dulce, em Salvador, implantou radioterapia
SUS oferece tratamento para parar de fumar
Parar de fumar é uma decisão fundamental para a saúde, mas abandonar a dependência pode ser bem difícil
Aedes aegypti é transmissor de doenças graves, como a dengue, a zika e a chikungunya
Crianças dão um show de conhecimento sobre a luta contra o Aedes aegypti
Hospital das Obras da Irmã Dulce, em Salvador, implantou radioterapia
Hospital da Bahia oferece tratamento completo contra o câncer
Parar de fumar é uma decisão fundamental para a saúde, mas abandonar a dependência pode ser bem difícil
SUS oferece tratamento para parar de fumar

Últimas imagens

Organização alertou ainda que o comércio ilegal de tabaco está agravando o tabagismo
Organização alertou ainda que o comércio ilegal de tabaco está agravando o tabagismo
Arquivo/USP Imagens
Os preservativos são distribuídas pelo SUS gratuitamente em todo o País
Os preservativos são distribuídas pelo SUS gratuitamente em todo o País
Divulgação/Ministério da Saúde
O Soliqua é indicado para o tratamento de diabetes mellitus tipo 2 para melhorar o controle glicêmico
O Soliqua é indicado para o tratamento de diabetes mellitus tipo 2 para melhorar o controle glicêmico
Antonio Cruz/Agência Brasil
Ferramenta reduz custos, pois dá ao médico acesso ao histórico do paciente e evita exames ou consultas repetidas
Ferramenta reduz custos, pois dá ao médico acesso ao histórico do paciente e evita exames ou consultas repetidas
Foto: rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Em 2017, até o momento, a Santa Casa de Colombo registrou cerca de 9,3 mil procedimentos
Em 2017, até o momento, a Santa Casa de Colombo registrou cerca de 9,3 mil procedimentos
João Senechal/Prefeitura de Colombo (PR)

Governo digital