Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 11 > Liberados R$ 40 milhões para investimentos em hospitais de nove estados

Saúde

Liberados R$ 40 milhões para investimentos em hospitais de nove estados

por Portal Brasil publicado: 21/11/2012 11h42 última modificação: 29/07/2014 09h02
Divulgação/Governo do Estado do Goiás Para melhorar serviços prestados à população, 16 hospitais do País passarão por reformas

Para melhorar serviços prestados à população, 16 hospitais do País passarão por reformas

Repasse beneficiará 16 hospitais e tem o objetivo de melhorar os serviços prestados à população

 

Hospitais de nove estados e oito municípios receberão recursos no valor de R$ 40 milhões para procedimentos de média e alta complexidade e serviços ambulatoriais. Desse total, R$ 18,6 milhões serão destinados aos municípios de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, para investimento no Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Os recursos foram liberados pelo Ministério da Saúde.

Para o Hospital Santa Cruz do Sul, também no estado, está previsto o repasse, referente à nova adesão do estabelecimento ao programa, de R$ 574 mil para ser aplicado na reestruturação dos Hospitais de Ensino do Sistema Único de Saúde (SUS).  

O estado de Minas Gerais receberá R$ 8,5 milhões, para investimentos na reestruturação e contratualização dos hospitais filantrópicos do SUS. As entidades de Belo Horizonte beneficiadas são: Hospital Julia Kubsticheck, que ficará com R$ 5,157 milhões; a Maternidade Odete Valadares, com R$ 2,8 milhões; e o Hospital Raul Soares, que receberá R$ 561 mil.

Para a Bahia, foi destinado R$ 3,8 milhões, sendo R$ 2,1 milhões destinados aos investimentos em serviços de saúde auditiva e, R$ 1,7 milhão, para ser aplicado no Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN).

O Paraná receberá R$ 1,25 milhão para custeio da Policlínica no município de Pato Branco, que presta serviço de assistência de alta complexidade em cirurgia vascular e em procedimentos endovascular e extracardíacos. O Hospital Regional do Sudoeste Walter Alberto Pecoits, também no estado, terá R$ 403 mil.

O Centro de Reabilitação Dr. Henrique Santillo de Goiânia, em Goiás, receberá R$ 521 mil para custeio da entidade. Já o estado de Alagoas contará com R$ 160 mil para serem aplicados em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do município de Coruripe.

A capital do estado do Rio de Janeiro e o município fluminense de Valença serão beneficiados com R$ 242 mil para custeio do Hospital Escola Luiz Gioseffi Jannuazzi.

 

Mais recursos

O ministério liberou, ainda, R$ 5,9 milhões para o financiamento de outros hospitais nos estados do Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais e Pernambuco. Os recursos serão aplicados no custeio e manutenção de instituições que atendem pelo SUS. O objetivo é melhorar os serviços prestados à população.

Serão destinados R$ 4,1 milhões para o Hospital São Francisco, de Belo Horizonte, Minas Gerais; R$ 128,8 mil para o Hospital São Bento de Novo Cruzeiro, também em Minas; R$ 1,1 milhão para o Hospital Regional Irmã Elza Giovanella, no Mato Grosso; R$ 425,7 mil para a Santa Casa de Misericórdia de Cururupu, no Maranhão; e R$ 189,3 mil por ano para a Sociedade Beneficente Santa Terezinha de Moreno, em Pernambuco.

As portarias que liberam recursos foram publicadas no Diário Oficial da União.

 

SUS

O Sistema Único de Saúde foi criado em 1988, com a promulgação da nova Constituição Federal, e tornou o acesso à saúde direito de todo cidadão. Até então, o modelo de atendimento dividia os brasileiros em três categorias: os que podiam pagar por serviços de saúde privados, os que tinham direito à saúde pública por serem segurados pela previdência social (trabalhadores com carteira assinada) e os que não possuíam direito algum.

 

Com a implantação do sistema, o número de beneficiados passou de 30 milhões de pessoas para 190 milhões. Atualmente, 80% desse total dependem exclusivamente do SUS para ter acesso aos serviços de saúde.

A implantação do SUS unificou o sistema, já que antes de 1988 a saúde era responsabilidade de vários ministérios, e descentralizou sua gestão, que deixou de ser exclusiva do Poder Executivo Federal e passou a ser administrada por estados e municípios.

Segundo o Ministério da Saúde, o SUS tem mais de 6,1 mil hospitais credenciados, 45 mil unidades de atenção primária e 30,3 mil Equipes de Saúde da Família (ESF). O sistema realiza, cerca de, 2,8 bilhões de procedimentos ambulatoriais anuais, 19 mil transplantes, 236 mil cirurgias cardíacas, 9,7 milhões de procedimentos de quimioterapia e radioterapia e 11 milhões de internações.

Entre as ações mais reconhecidas do SUS estão a criação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), as Políticas Nacionais de Atenção Integral à Saúde da Mulher, de Humanização do SUS e de Saúde do Trabalhador, além de programas de vacinação em massa de crianças e idosos em todo o País e da realização de transplantes pela rede pública. 

 

Fonte:
Ministério da Saúde
Portal Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País

Últimas imagens

Soro
Divulgação/Prefeitura de Campo Verde (MT)
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde

Governo digital