Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 11 > Cidades têm ações para garantir atendimento de saúde a beneficiários do Bolsa Família

Saúde

Cidades têm ações para garantir atendimento de saúde a beneficiários do Bolsa Família

por Portal Brasil publicado: 23/11/2012 15h16 última modificação: 29/07/2014 09h02
EBC Beneficiários precisam informar dados sobre saúde

Beneficiários precisam informar dados sobre saúde

Atuação das prefeituras é essencial para que beneficiários continuem recebendo o Bolsa Família


Alguns municípios brasileiros desenvolveram ações específicas para que os beneficiários do Bolsa Família façam o devido acompanhamento de saúde previstos no programa. Em Arujá (SP), por exemplo, mais da metade das famílias já tiveram o registro das informações sobre a saúde dos beneficiários do Bolsa Família. Em um dos bairros da cidade, o índice passa de 60%, muito acima da média nacional, de 30%. 

O sucesso de Arujá é fazer mutirões para que as famílias sejam atendidas. “A gente sabe da dificuldade que a família tem para comparecer ao posto de saúde, pois a mãe trabalha e, às vezes, não pode ir”, diz Vera Lúcia Barbosa Lobo, secretária adjunta de saúde do município. 

Neste semestre, a cidade implantou uma novidade: mutirões aos finais de semana, abrindo os postos de saúde. O primeiro foi no bairro de Barreto, que tem 1.783 famílias a serem acompanhadas. Antes do mutirão, 630 haviam informado os dados de saúde. Agora, já são 1.092 com dados registrados no sistema de acompanhamento. 

Também no estado paulista, a cidade de Oswaldo Cruz optou por divulgar um calendário de registro das condicionalidades. Durante um mês e meio – entre outubro e novembro – houve a divulgação, pelos agentes de saúde, chamando os beneficiários a irem aos postos em datas específicas – uma semana para cada localidade. “Os agentes iam às casas e avisavam. Aqueles que não foram, nós ligamos e convocamos”, diz a enfermeira responsável pelo Bolsa Família na cidade, Margarida Bronharo. 

Com isso, ainda há até o final de dezembro para eles procurarem aqueles que não informaram os dados da saúde. Este semestre, 1.114 famílias precisam ser acompanhadas na cidade. Destas, cerca de 70% já tiveram seus dados registrados.

 

Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda que beneficia famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País. Integra o Plano Brasil Sem Miséria, que tem como foco de atuação os 16 milhões de brasileiros com renda familiar per capita inferior a R$ 70 mensais, e está baseado na garantia de renda, inclusão produtiva e no acesso aos serviços públicos.

A seleção das famílias é feita com base nas informações registradas pelo município no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, instrumento de coleta de dados que tem como objetivo identificar todas as famílias de baixa renda existentes no Brasil.

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, seleciona, de forma automatizada, as famílias que serão incluídas no Programa. No entanto, o cadastramento não implica a entrada imediata das famílias na ação e o recebimento do benefício

 

Fonte:
MDS
Portal Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Vacinação contra a gripe
Mais de 54 milhões de pessoas dos grupos prioritários devem ser vacinadas durante a campanha do Ministério da Saúde contra a gripe. A novidade deste ano é a inclusão dos professores das redes pública e privada no público-alvo
Projeto da Fiocruz usa bactéria para combater aedes aegypti
Projeto coordenado pela Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, usa uma bactéria encontrada na mosca da fruta para combater a dengue, zyka e chikungunya
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões
Mais de 54 milhões de pessoas dos grupos prioritários devem ser vacinadas durante a campanha do Ministério da Saúde contra a gripe. A novidade deste ano é a inclusão dos professores das redes pública e privada no público-alvo
Vacinação contra a gripe
Projeto coordenado pela Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, usa uma bactéria encontrada na mosca da fruta para combater a dengue, zyka e chikungunya
Projeto da Fiocruz usa bactéria para combater aedes aegypti

Últimas imagens

Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Arquivo/EBC
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Arquivo/EBC
Veículos reforçam  assistência à saúde na região do Alto Rio Solimões, onde 95% do transporte é fluvial
Veículos reforçam assistência à saúde na região do Alto Rio Solimões, onde 95% do transporte é fluvial
Foto: Luís Oliveira/Ministério da Saúde
Pesquisa entrevistou 53,2 mil pessoas maiores de 18 anos das capitais brasileiras
Pesquisa entrevistou 53,2 mil pessoas maiores de 18 anos das capitais brasileiras
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital