Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 11 > Reclamações de usuários de planos de saúde serão monitoradas por e-mail

Saúde

Reclamações de usuários de planos de saúde serão monitoradas por e-mail

por Portal Brasil publicado : 28/11/2012 17h06

O objetivo da medida, implementada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), é acompanhar se as operadoras estão atendendo às reivindicações  de seus segurados

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) iniciou em na última segunda-feira (26) o envio de mensagem eletrônica aos beneficiários de planos de saúde que encaminharam reclamações pelos canais de atendimento da Agência. O objetivo é acompanhar de perto a solução de conflitos de natureza assistencial entre operadoras e consumidores, bem como dar mais agilidade à resolução do problema.

A partir da denúncia registrada pela ANS, a operadora de plano de saúde tem cinco dias para responder à notificação feita pela agência reguladora em busca da resposta à demanda do beneficiário.

A mensagem eletrônica da ANS será enviada para o endereço de e-mail cadastrado pelo beneficiário no momento de registro da reclamação na Agência. O beneficiário deverá preencher o formulário eletrônico disponível no link informado na mensagem para que sua resposta seja considerada. A resposta não deve ser dada diretamente no e-mail automático enviado pela ANS.

Plano de saúde

Mais de 49 milhões de brasileiros possuem planos de saúde. A grande maioria dos beneficiários – cerca de 30 milhões – participa de convênios empresariais, aqueles oferecidos pelos empregadores aos seus funcionários. Os demais são clientes de planos individuais, familiares ou coletivos por adesão (formados por profissionais liberais que atuam no mesmo ramo, organizados em sindicatos ou associações). A agência contabiliza ainda 17 milhões de usuários de planos odontológicos.

O mercado dos planos de saúde é fiscalizado pela ANS. Antes de contratar um plano é importante que o interessado visite a página da agência para checar se a operadora está habilitada para atuar no País e qual é a sua reputação, já que a ANS mantém um serviço de acompanhamento da qualidade do serviço prestado pelas mais de 1,5 mil companhias atuantes no mercado. 

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) foi criada em 1998 para defender o interesse público na assistência suplementar à saúde, regular as operadoras que oferecem planos para complementar o atendimento no setor e contribuir para o desenvolvimento das ações de saúde no País. Entre os papéis principais do órgão está assegurar os direitos dos consumidores nas relações com empresas prestadoras de serviços.


Fonte:

Agência Nacional de Saúde Suplementar


Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil