Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 01 > Farmacêuticos do SUS terão curso de capacitação gratuito

Saúde

Farmacêuticos do SUS terão curso de capacitação gratuito

por Portal Brasil publicado: 22/01/2013 15h47 última modificação: 29/07/2014 09h19
Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde contribui para o desenvolvimento institucional do SUS

Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde contribui para o desenvolvimento institucional do SUS

O curso de Assistência Farmacêutica contará com atividades práticas simuladas. Inscrições estão abertas até o dia 31 deste mês

Profissionais de farmácia do Sistema Único de Saúde (SUS) poderão aumentar os conhecimentos em Assistência Farmacêutica, por meio de capacitação gratuita oferecida pelo Ministério da Saúde em parceria com o Centro de Simulação Realística do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa do Hospital Albert Einstein. As inscrições podem ser feitas até 31 de janeiro, por meio da página eletrônica:  O curso será ministrado presencialmente, em São Paulo, e oferece 320 vagas.

Podem participar farmacêuticos de hospitais públicos e filantrópicos das áreas de oncologia, urgências e emergências e saúde mental, e farmacêuticos-docentes da disciplina de Assistência Farmacêutica ou congênere, de instituições públicas de ensino superior. Os inscritos serão selecionados segundo os seguintes critérios: comprovação dos requisitos com os documentos exigidos; ordem de inscrição; e análise do currículo resumido (tempo de experiência profissional na área).

O curso será dividido em oito edições de 40 vagas, e utilizará a metodologia “Simulação Realística”, que replica experiências da vida real e favorece um ambiente participativo e de interatividade por meio de cenários de vivências práticas.

A capacitação conta com uma carga horária de 16h horas, desenvolvidas ao longo de dois dias. Para os participantes provenientes de outras localidades, haverá a cobertura do transporte aéreo, hospedagem, alimentação no curso e traslados do hotel até o local do evento e do local do evento ao aeroporto.

O secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mozart Sales, destaca a importância de se qualificar profissionais da área. “A capacitação vai promover mais qualidade e segurança na administração de fármacos em ambientes hospitalares no SUS”, declara.

O curso faz parte do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS), iniciativa que contribui para o desenvolvimento institucional por meio de intervenções tecnológicas e gerenciais, e capacitações profissionais executadas por hospitais de excelência portadores do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social em Saúde (Cebas-SAÚDE).

Proadi-SUS

Contribui para o desenvolvimento institucional do SUS por meio de intervenções tecnológicas, gerenciais e capacitação profissional. A parceria entre o Ministério da Saúde (MS) e as entidades de saúde portadoras do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social em Saúde (Cebas-Saúde) e de Reconhecida Excelência é regulamentada pela Lei Federal nº 12.101, de 27 de novembro de 2009, para o desenvolvimento de projetos nas áreas:

 . Estudos de Avaliação e Incorporação de Tecnologia;

 . Capacitação de Recursos Humanos;

 . Pesquisas de Interesse Público em Saúde;

 . Desenvolvimento de Técnicas e Operação de Gestão em Serviços de Saúde.

O programa contribui gerando novos conhecimentos e práticas, a partir de parceria entre as entidades de saúde de reconhecida excelência e os gestores do SUS, com atuação em conjunto na superação de desafios, melhoria e qualificação de áreas estratégicas na gestão e prestação do serviço público de saúde no País.

Fonte: 

Ministério da Saúde
Portal Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Parcerias podem oferecer remédios mais baratos a toda população
A parceria entre instituições públicas e privadas para a produção de medicamentos garante que o SUS tenha uma atuação mais ampla na prevenção e no combate a doenças, como febre amarela, HIV e leucemia
Informatização de todas as unidades básicas é uma das principais metas do Ministério da Saúde
Atualmente, dos quase 43 mil postos espalhados pelo País, cerca de 16 mil já estão conectados à plataforma DigiSUS
Campanha vai imunizar 47 milhões de crianças e adolescentes
Público-alvo da nova campanha de vacinação, que segue até 22 de setembro, compreende 47 milhões de crianças e adolescentes de até 15 anos
A parceria entre instituições públicas e privadas para a produção de medicamentos garante que o SUS tenha uma atuação mais ampla na prevenção e no combate a doenças, como febre amarela, HIV e leucemia
Parcerias podem oferecer remédios mais baratos a toda população
Atualmente, dos quase 43 mil postos espalhados pelo País, cerca de 16 mil já estão conectados à plataforma DigiSUS
Informatização de todas as unidades básicas é uma das principais metas do Ministério da Saúde
Público-alvo da nova campanha de vacinação, que segue até 22 de setembro, compreende 47 milhões de crianças e adolescentes de até 15 anos
Campanha vai imunizar 47 milhões de crianças e adolescentes

Últimas imagens

Nos locais onde há Centros de Apoio Psicossocial (CAPS), iniciativa do SUS, risco de suicídio reduz em até 14%
Nos locais onde há Centros de Apoio Psicossocial (CAPS), iniciativa do SUS, risco de suicídio reduz em até 14%
Arquivo/Agência Brasil
Recursos permitem custeio de procedimentos de atenção básica e de Média e Alta Complexidade
Recursos permitem custeio de procedimentos de atenção básica e de Média e Alta Complexidade
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
Levetiracetam também será incorporado para tratar de pacientes com epilepsia mioclônica juvenil
Levetiracetam também será incorporado para tratar de pacientes com epilepsia mioclônica juvenil
Arquivo/Ministério da Saúde

Governo digital