Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 01 > Brasília lança programa de saúde para trabalhadores e turistas em eventos esportivos

Saúde

Brasília lança programa de saúde para trabalhadores e turistas em eventos esportivos

por Portal Brasil publicado: 28/01/2013 12h06 última modificação: 29/07/2014 09h19
Blog da Saúde do DF Serão realizadas quatro ações: certificar os estabelecimentos comerciais que aderirem ao programa; distribuição de cartilhas com orientações de saúde; vacinação e ações de saúde nos lugares de maior circulação de pessoas

Serão realizadas quatro ações: certificar os estabelecimentos comerciais que aderirem ao programa; distribuição de cartilhas com orientações de saúde; vacinação e ações de saúde nos lugares de maior circulação de pessoas

O Saúde Para Todos Copa é composto por ações que pretendem garantir medidas de prevenção, controle e promoção da saúde 

 

Foi lançado na última sexta-feira (25), pela Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal, o Programa Saúde Para Todos Copa. A ação tem como objetivo garantir saúde para as pessoas que irão trabalhar durante as copas das Confederações e do Mundo, e para os turistas que visitarão a capital durante os dois eventos esportivos.

O programa é composto por ações que pretendem garantir medidas de prevenção, controle e promoção da saúde a todos. A subsecretária de Vigilância e Saúde da SES, Marília Coelho Cunha, diz que a meta do programa é proteger a população na realização destes grandes eventos. "Estamos implementando e reforçando ações de prevenção e promoção da saúde para manter a população protegida contra doenças", explica a subsecretária.


Serão realizadas quatro ações. A primeira consiste na certificação dos estabelecimentos comerciais que aderirem ao programa. Farmácias, drogarias, bares, restaurantes e hotéis da cidade passarão por fiscalizações higiênico-sanitárias para garantir a qualidade dos serviços prestados. Todos estes estabelecimentos receberão um selo de certificação.


A segunda é a distribuição de cartilhas com orientações de saúde, farmacêuticas e localização de serviços e de ambulância. O material terá símbolos internacionais para facilitar a comunicação. A vacinação é a terceira ação do programa e pretende proteger 95% dos trabalhadores que terão contato direto com os turistas. Funcionários do aeroporto, da rodoviária, de hotéis, feiras, bares, restaurantes e taxistas receberão a dose contra o sarampo, rubéola e caxumba. A ação teve início no último domingo (27) no Aeroporto Internacional de Brasília – Presidente Juscelino Kubitschek.

A quarta é intensificar as ações de saúde nos lugares de maior circulação de pessoas como shoppings, cinemas e teatros. O objetivo é sensibilizar a população quanto ao uso abusivo do álcool e quanto às doenças sexualmente transmissíveis (DST).

O subsecretário de gestão participativa da Secretaria de Estado de Saúde do DF, José Bonifácio Carreira, informou ainda que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que atenderá dentro do estádio, irá agilizar a locomoção para o Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e Hospital de Base, além de garantir o treinamento de segurança aos funcionários do estádio para ensinar como prestar os primeiro socorros a vítimas de acidentes.


Fonte:
Agência Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Ministério da Saúde garante que não faltará vacina de febre amarela
A pasta atualizou os dados sobre os casos de febre amarela registrados no País e garantiu que não vai faltar vacina para imunização
Secretária fala sobre aborto e tratamento das mulheres nos hospitais públicos
Fátima Pelaes detalha ações do governo para o tratamento das mulheres em hospitais públicos e planejamento familiar
Entenda o que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela
População de municípios de São Paulo, Rio e Bahia vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde
A pasta atualizou os dados sobre os casos de febre amarela registrados no País e garantiu que não vai faltar vacina para imunização
Ministério da Saúde garante que não faltará vacina de febre amarela
Fátima Pelaes detalha ações do governo para o tratamento das mulheres em hospitais públicos e planejamento familiar
Secretária fala sobre aborto e tratamento das mulheres nos hospitais públicos
População de municípios de São Paulo, Rio e Bahia vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde
Entenda o que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC

Governo digital