Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 01 > Municípios nordestinos recebem Projeto Rondon

Saúde

Municípios nordestinos recebem Projeto Rondon

por Portal Brasil publicado: 17/01/2013 16h49 última modificação: 29/07/2014 09h19
As operações vão contar, ao todo, com 800 “rondonistas”

As operações vão contar, ao todo, com 800 “rondonistas”

Os professores e estudantes são dos cursos de engenharias, veterinária, biologia, pedagogia, turismo, direito, fonoaudiologia, agronomia, enfermagem, administração e psicologia

Quarenta municípios do Nordeste brasileiro recebem, a partir desta sexta-feira (18), integrantes do Projeto Rondon que vão realizar as operações “2 de Julho”, no estado da Bahia; e “São Francisco”, em Sergipe e Alagoas. As ações terão foco nas áreas de cultura, direitos humanos, justiça, educação, saúde, comunicação, tecnologia, meio ambiente e trabalho.

Coordenado pelo Ministério da Defesa, com apoio das Forças Armadas, o projeto visa à integração social entre estudantes universitários na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem-estar da população. Foi criado em 1967 e leva o nome do marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, sertanista brasileiro.

Operação 2 de Julho

De 18 deste mês até 3 de fevereiro, equipes de “rondonistas” estarão na Bahia para a operação “2 de Julho”. Segundo o coordenador regional da atividade, capitão de mar e guerra Anderson de Oliveira Mendes, apesar de já ter acompanhado o projeto em oportunidades anteriores, “cada Rondon é um Rondon”.

Para ele, a iniciativa proporciona aos participantes o contato com outras regiões do País, onde “veem a pobreza e a riqueza dos brasileiros” e faz com que os estudantes voltem para casa mais conscientes.

A  professora da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Mariza Fordellone Rosa Cruz, diz que o trabalho no Rondon “é muito bom e envolvente” e tem gerado um interesse grande nos estudantes. A docente, que nesta operação coordena oito alunos da universidade, explica que chega a cem o número de candidatos para a seleção. “Damos palestras na universidade sobre o projeto, onde chamamos ex-integrantes”, conta.

Operação São Francisco

“Plantar uma semente em termos de educação”. Esse é o papel principal do Projeto Rondon, na opinião do capitão de mar e guerra Alexandre César Pimentel Guimarães. À frente da operação “São Francisco”, ele afirma, também, que o maior fruto da iniciativa é fazer com que os estudantes entendam a importância do conhecimento e desenvolvam noções de liderança.

Durante a “São Francisco”, os “rondonistas” ficarão em municípios de Sergipe e Alagoas no período de 19 de janeiro a 4 de fevereiro e contarão com o apoio do 28° Batalhão de Caçadores, localizado em Aracaju (SE).

Uma das instituições de ensino superior participante é a Universidade do Vale do Itajaí (Univali), em Santa Catarina. O foco das ações dos alunos da faculdade catarinense será em economia sustentável e geração de renda. Eles ficarão no município sergipano de Ribeirópolis (a 75 km da capital Aracaju) e irão organizar o centro comercial da cidade, que segundo o professor, “não está em funcionamento”.

Projeto Rondon

O Projeto Rondon, coordenado pelo Ministério da Defesa, é um projeto de integração social que envolve a participação voluntária de estudantes universitários na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem-estar da população.

Fonte:

Ministério da Defesa
Portal Brasil

 

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo lança campanha de combate a Aids no Carnaval
Governo lança campanha de combate a Aids no Carnaval foi lançada em Salvador/BA. Neste ano serão distribuídos 100 milhões de preservativos
Embrapa faz parceria com outros países no combate à Aids
Trabalho conjunto usa soja geneticamente modificada para produzir uma proteína que dificulta o desenvolvimento do vírus
Ministério da Saúde destina novos equipamentos de radioterapia para tratamento do câncer
Pesquisa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) aponta mais de 600 mil novos casos da doença em 2018. Para auxiliar no tratamento, governo anunciou nesta sexta-feira (2) a entrega de novos equipamentos de radioterapia para hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS)
Governo lança campanha de combate a Aids no Carnaval foi lançada em Salvador/BA. Neste ano serão distribuídos 100 milhões de preservativos
Governo lança campanha de combate a Aids no Carnaval
Trabalho conjunto usa soja geneticamente modificada para produzir uma proteína que dificulta o desenvolvimento do vírus
Embrapa faz parceria com outros países no combate à Aids
Pesquisa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) aponta mais de 600 mil novos casos da doença em 2018. Para auxiliar no tratamento, governo anunciou nesta sexta-feira (2) a entrega de novos equipamentos de radioterapia para hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS)
Ministério da Saúde destina novos equipamentos de radioterapia para tratamento do câncer

Governo digital