Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 02 > Brasil realiza troca de arroz para ajuda humanitária internacional

Saúde

Brasil realiza troca de arroz para ajuda humanitária internacional

por Portal Brasil publicado: 15/02/2013 15h28 última modificação: 29/07/2014 09h20
Divulgação / Gov. Rio Grande do Sul A Conab vende o produto em casca e compra a mesma quantidade do grão, já pronto para ser doado

A Conab vende o produto em casca e compra a mesma quantidade do grão, já pronto para ser doado

A Conab vende o produto em casca e compra a mesma quantidade do grão, já pronto para ser doado

Duas operações de troca de arroz foram realizadas esta semana pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) com o objetivo de acelerar o atendimento da Companhia à ajuda humanitária internacional.

Essa ação consiste na venda do grão em casca, a granel, e na compra simultânea do produto beneficiado, polido, ensacado e armazenado em

containeres. A primeira aconteceu no dia 14, com 1.094 t do grão. No dia seguinte, outras 524 t foram comercializadas.

As operações ocorreram por meio do Sistema Eletrônico de Comercialização da Conab (SEC), em Brasília (DF). Entre os países comumente atendidos estão os localizados na América do Sul, Central, Caribe e na África. Essa assistência é coordenada pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE).

A Conab atua diretamente na aquisição dos alimentos, armazenagem e participa na logística de distribuição.

Operação

A Conab vende o produto em casca e compra a mesma quantidade do grão, já pronto para ser doado. As operações foram conduzidas pela Superintendência da Conab no Rio Grande do Sul e o produto beneficiado segue agora para o porto do Rio Grande, de onde seguirá para os países em situação de insegurança alimentar e nutricional, atendidos pelo programa. O primeiro lote (1.094 t) seguirá para a Nicarágua. Já o segundo (524 t) será entregue ao Congo.

Para participar do leilão é necessário estar devidamente cadastrado na Bolsa por meio da qual pretendam realizar a operação e possuir cadastro em situação regular no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (Sicaf). Os participantes precisam também estar em situação fiscal regular junto ao Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou ao Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), entre outras exigências.

Arroz

O arroz está entre os cereais mais consumidos do mundo. O Brasil é o nono maior produtor mundial e colheu 11,26 milhões de toneladas na safra 2009/2010. A produção está distribuída nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Mato Grosso.

As projeções de produção e consumo de arroz, avaliadas pela Assessoria de Gestão Estratégica do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), mostram que o Brasil vai colher 14,12 milhões de toneladas de arroz na safra 2019/2020. Equivale ao aumento anual da produção de 1,15% nos próximos dez anos. O consumo deverá crescer a uma taxa média anual de 0,86%, alcançando 14,37 milhões de toneladas em 2019/2020. Assim, a importação projetada para o final do período é de 652,85 mil toneladas. A taxa anual projetada para o consumo de arroz nos próximos anos, de 0,86%, está pouco abaixo da expectativa de crescimento da população brasileira.

 

Fonte:

Companhia Nacional de Abastecimento

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Ministério da Saúde garante que não faltará vacina de febre amarela
A pasta atualizou os dados sobre os casos de febre amarela registrados no País e garantiu que não vai faltar vacina para imunização
Secretária fala sobre aborto e tratamento das mulheres nos hospitais públicos
Fátima Pelaes detalha ações do governo para o tratamento das mulheres em hospitais públicos e planejamento familiar
Entenda o que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela
População de municípios de São Paulo, Rio e Bahia vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde
A pasta atualizou os dados sobre os casos de febre amarela registrados no País e garantiu que não vai faltar vacina para imunização
Ministério da Saúde garante que não faltará vacina de febre amarela
Fátima Pelaes detalha ações do governo para o tratamento das mulheres em hospitais públicos e planejamento familiar
Secretária fala sobre aborto e tratamento das mulheres nos hospitais públicos
População de municípios de São Paulo, Rio e Bahia vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde
Entenda o que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC

Governo digital