Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 02 > Médicos da atenção básica devem selecionar município até o dia 17

Saúde

Médicos da atenção básica devem selecionar município até o dia 17

por Portal Brasil publicado: 14/02/2013 09h55 última modificação: 29/07/2014 09h20
Divulgação/Ministério da Saúde Perfis prioritários e disponíveis para seleção dos profissionais no sistema do Provab

Perfis prioritários e disponíveis para seleção dos profissionais no sistema do Provab

O número de vagas em cada localidade depende da demanda informada pela respectiva Secretaria Municipal de Saúde

 

Os médicos que se inscreveram no Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab) 2013 têm até o próximo domingo (17) para escolher o município onde preferem atuar. Para informar a escolha, os profissionais devem acessar a página do sistema e selecionar uma opção dentro dos seis perfis estabelecidos pelo Ministério da Saúde como prioritários.

Esses perfis levam em consideração características como a capital ou região metropolitana; população maior que 100 mil habitantes; população rural e pobreza; populações quilombola, indígena e dos assentamentos rurais.

O Provab 2013 prevê especialização em Saúde da Família para os médicos, com bolsa no valor de R$ 8 mil mensais, custeada integralmente pelo Ministério da Saúde. O número de vagas em cada localidade depende da demanda informada pela respectiva Secretaria Municipal de Saúde.

“O programa é uma ação que beneficia os gestores municipais, os médicos e a população. Os municípios passarão a contar com mais profissionais de medicina atuando em suas unidades básicas, o que permitirá o fornecimento ao usuário de um serviço mais qualificado. Já o médico participante terá a oportunidade de viver uma experiência essencial para seu desenvolvimento profissional”, explica o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mozart Sales.

 

Distribuição

A distribuição dos médicos obedecerá a critérios de preferência nos casos em que o número de profissionais interessados for maior do que a oferta de vagas. Terão prioridade na alocação os médicos que se graduaram, obtiveram certificado de conclusão de curso ou revalidaram diploma em instituição de ensino localizada na unidade da federação à qual pertence o município, bem como os nascidos no estado. O segundo critério consiste na data e horário da adesão. O terceiro, na idade do profissional – a preferência é pela maior.

Após o processo de validação profissional, que será no período de 20 e 26 de fevereiro, o profissional deverá se apresentar à Secretaria Municipal de Saúde. O início das atividades está previsto para o dia 1º de março.

São considerados aptos a participar do Provab 2013 os profissionais que não tenham vínculo empregatício com a Atenção Básica e não constem com esse vínculo no Sistema Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES). Os médicos que ainda estiverem inscritos no sistema devem providenciar sua regularização até o dia 26 de fevereiro, por meio do link. Também é necessário que o gestor municipal homologue a solicitação. Para os que estão nessa situação, o prazo de escolha de município continua o mesmo, até 17 de fevereiro.

 

Escolha dos municípios

Existem duas formas de escolha para os profissionais que ainda têm o vínculo com o SCNES. Os que ingressaram na Atenção Básica antes de março de 2012 não poderão escolher o município em que estão cadastrados no sistema, devendo selecionar locais que tenham o mesmo perfil ou perfis subsequentes. Por exemplo, os que já atuam em municípios de perfil IV (aqueles de população rural e pobreza intermediária) poderão escolher municípios com esse perfil ou ainda os de perfil V e VI (de população rural e pobreza elevada e populações quilombola, indígena e assentamentos rurais).

Já os que ingressaram após março de 2012 poderão indicar o município onde atuam e outros de todos os perfis. O próprio sistema de inscrição do Provab 2013 fará o filtro.

 

Provab

O Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica surgiu da necessidade de provimento e fixação de profissionais em áreas de maior vulnerabilidade. A exemplo do que ocorre em vários países, médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas recém formados estão recebendo incentivos para trabalharem nessas localidades.

A estimativa é que 3,7 mil vagas sejam abertas para preenchimento já a partir do mês de fevereiro, sendo 2 mil vagas para médicos, 1 mil vagas para enfermeiros e 700 vagas para dentistas, nos municípios e localidades com déficit de profissionais de saúde.

Para maiores esclarecimentos, entrar em contato por e-mail: provabs@saude.gov.br .

 

Fonte:
Ministério da Saúde
Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões

Últimas imagens

Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Karina Zambrana/Ministério da Saúde
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Andre Borges/Agência Brasília

Governo digital