Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 03 > Curitiba recebe recursos para investimento em Saúde

Saúde

Curitiba recebe recursos para investimento em Saúde

por Portal Brasil publicado: 28/03/2013 15h40 última modificação: 29/07/2014 09h20

Hospital do Trabalhador passa a integrar o S.O.S Emergências e  Hospital Universitário Evangélico recebe verba para melhoria na qualidade do atendimento

Foi anunciado nesta quinta-feira (28) investimento de R$ 22 milhões para a reestruturação de três hospitais de Curitiba (PR). Ao Hospital do Trabalhador foram assegurados 14 milhões, sendo R$ 5,7 milhões para compra de equipamentos e R$ 8,6 milhões para custeio da unidade e manutenção dos  de leitos de retaguarda. 

Para melhorar a infraestrutura do Hospital Universitário Evangélico, o ministro Alexandre Padilha assinou convênio com a prefeitura da capital paranaense que prevê a liberação de R$ 3,1 milhões. Já ao Hospital do Idoso foram destinados R$ 5 milhões para a criação de 20 leitos de UTI.   

Em visita ao Hospital do Trabalhador, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, se reuniu com os gestores do Paraná e da capital e assinou termo de compromisso para a inclusão da unidade à estratégia do S.O.S Emergências. A estratégia visa uma série de melhorias na gestão dos principais hospitais de urgência e emergência do país. Na prefeitura de Curitiba, o ministro Padilha assinou convênio para melhorias na qualidade do atendimento do Hospital Universitário Evangélico.

Recursos

Ao integrar o S.O.S Emergências, cada hospital assegura R$ 3,6 milhões/ano de custeio e qualificação do atendimento, além de R$ 3 milhões/ano para a realização de obras e aquisição de equipamentos.

As unidades contam também com a implantação de Núcleos de Acesso e Qualidade Hospitalar (NAQH), que são responsáveis pelo diagnóstico das principais dificuldades relacionadas à porta de entrada de emergência, apontando as medidas a serem adotadas. Cada núcleo é formado por representantes das secretarias estaduais e municipais de saúde, do hospital, com apoio do Ministério da Saúde.

Curitiba integra o Plano de Ação de Regional, que a abrange a 2ª Região de Saúde Metropolitana. Esta regional é composta por 29 municípios, dos quais 26 fazem parte da Região Metropolitana da capital, com população de 3,2 milhões de habitantes. O Plano de Ação Regional conta com recurso imediato aprovado de R$ 73,2milhões/ano. Deste total, R$ R$ 6,6 milhões são para o Hospital do Trabalhador.

SOS Emergências

É uma iniciativa do governo federal em parceria com estados e municípios e os gestores hospitalares que visa promover o enfrentamento dos principais problemas dos  hospitais que integram a rede, qualificando a gestão, ampliando o acesso aos usuários em situações de urgência, e garantindo atendimento ágil e humanizado nos hospitais que atendem pelo SUS. A ação quer melhorar o atendimento nos serviços de urgência.

Atualmente, o programa já abrange 12 hospitais de grande porte, localizados em nove capitais: Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Brasília (DF), Belo Horizonte (BH), Goiânia (GO), São Paulo, Porto Alegre (RS) e Ananindeua (PA), região metropolitana de Belém.

Até 2014, o programa vai alcançar os 40 maiores prontos-socorros brasileiros, abrangendo todos os 26 estados e o Distrito Federal (DF). 

Os hospitais selecionados são referências regionais, possuem mais de 100 leitos, tem pronto-socorro e realizam grande número diário de internações e atendimentos ambulatoriais. Os serviços da Rede Saúde Toda Hora englobam o SAMU 192, Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 horas), Salas de Estabilização, serviços da Atenção Básica e Melhor em Casa.

Fonte:

Ministério da Saúde

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Arquivo/EBC
Soro
Divulgação/Prefeitura de Campo Verde (MT)

Governo digital