Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 03 > Rio de Janeiro tem mais dois hospitais habilitados a realizar transplantes

Saúde

Rio de Janeiro tem mais dois hospitais habilitados a realizar transplantes

por Portal Brasil publicado: 22/03/2013 11h41 última modificação: 29/07/2014 09h20
Divulgação / Ministério da Saúde Por ano, o Hospital São Francisco de Assis tem capacidade para fazer até 200 transplantes de rim e 100 de fígado

Por ano, o Hospital São Francisco de Assis tem capacidade para fazer até 200 transplantes de rim e 100 de fígado

Com as novas habilitações, estado passa a contar com 20 hospitais credenciados para oferta de transplantes renais e hepáticos

 

Os hospitais São Francisco de Assis e o Estadual da Criança, ambos no Rio de Janeiro, serão habilitados para realização de transplantes renais e hepáticos. O anuncio foi feito nessa quinta-feira (21) pelo Ministério da Saúde. Com a habilitação dos dois hospitais, o estado do Rio de Janeiro passará a contar com 20 hospitais credenciados para a oferta desses tipos transplantes.

O Hospital São Francisco de Assis tem capacidade para fazer - anualmente - até 200 transplantes de rim e 100 de fígado.  E o Hospital Estadual da Criança poderá ser habilitado a realizar transplante de medula óssea, além de rim e fígado.

Para o ministro da Saúde, Alexandre Padilha “é muito importante termos mais serviços credenciados para atender a população. Assim, os transplantes de fígado e de rim devem ser normalizados”, afirma. O ministro disse, ainda, que, a partir de abril, o Hospital Federal de Bonsucesso, no Rio de Janeiro, voltará a realizar transplantes de rim e fígado, suspensos devido à falta de médicos. 

O Ministério da Saúde tem tomado medidas emergenciais para recompor as equipes transplantadoras do Hospital Federal de Bonsucesso.

 

Atendimento

Em 2012, o estado do Rio de Janeiro realizou 992 transplantes, 34% a mais do que em 2011. No ano passado, foram feitos no estado 350 transplantes de rim, um crescimento de 44% em relação a 2011 (243 cirurgias). Também houve aumento no número de transplantes de fígado. O estado realizou 146 procedimentos em 2012, 80% a mais que em 2011 (81 cirurgias).

O valor repassado ao estado em 2012 para transplantes foi de R$ 35,2 milhões, sendo R$ 11,8 para transplantes renais e R$ 9,5 milhões para transplantes hepáticos.

 

Cirurgia

O prazo máximo para que a cirurgia seja feita após a retirada do órgão varia de acordo com cada tecido. A cirurgia de coração e fígado é a mais urgente e deve ser feita no prazo de 4 a 6 horas. Depois vem a do fígado, 12 a 18 horas, e rins, 24 a 36 horas. A córnea pode ser transplantada em até 14 dias. Tal facilidade fez com que o Brasil registrasse, no primeiro semestre de 2009, 6.151 transplantes desse tipo. A cirurgia de córnea também é mais fácil porque pode ser realizada em ambulatórios, sem necessidade da internação do paciente.

Apesar do crescimento do número de transplantes no Brasil, a lista de espera por órgãos e tecidos ainda é grande, com aproximadamente 60 mil pessoas. Mais da metade desses pacientes esperam para receber um rim.

A autorização para doação de órgão é dada pela família do falecido. O transplante ocorre a partir da constatação da morte cerebral. Em casos como o de medula óssea, rim, fígado e pâncreas, a doação pode ser realizada ainda em vida, em caso de parentesco até 4º grau, ou com autorização judicial para não familiares.

 

 

 

 

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

 Em 2016, mais de 2 milhões de atendimentos das PICs foram realizados em Unidades Básicas de Saúde
Em 2016, mais de 2 milhões de atendimentos das PICs foram realizados em Unidades Básicas de Saúde
Divulgação/Governo do Rio Grande do Sul
A interdição é resultado da comunicação com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
A interdição é resultado da comunicação com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Foto: Gilson Abreu/Fiep
Anvisa determinou que a empresa Newage Indústria de Bebidas Ltda recolha o estoque
Anvisa determinou que a empresa Newage Indústria de Bebidas Ltda recolha o estoque
Carla Cleto/Governo de Alagoas
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Divulgação/EBC
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Divulgação/Ministério da Saúde

Governo digital