Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 03 > Vigilância sanitária determina apreensão de lotes de produto Bioredon

Saúde

Vigilância sanitária determina apreensão de lotes de produto Bioredon

por Portal Brasil publicado: 20/03/2013 17h12 última modificação: 29/07/2014 09h20

Lotes do produto Frasco a Vácuo Bioredon serão apreendidos em todo território nacional

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou, nesta quarta-feira (20), a apreensão e a inutilização, em todo o território nacional, de dois lotes falsificados do produto Frasco a Vácuo Bioredon. A determinação é válida para os lotes 19DD22GA e 19DG26GA, com data de validade até março de 2014.

De acordo com a empresa detentora do registro do produto, Fresenius Kabi Brasil, os lotes com essas características não foram fabricados por ela e não correspondem às especificações originais do produto aprovadas pela Anvisa. O Bioredon é um produto na forma de frasco utilizado para transferência ou fracionamento de soluções de uso parenteral, ou seja, alimentação via sonda.

 

Produtos suspensos

Na última segunda-feira (18), a venda de outro produto também foi suspensa pela Anvisa. A agência proibiu a fabricação, distribuição, comercialização e consumo de todos os lotes da bebida de soja da marca Ades devido à falha no processo de higienização na fabricação da bebida.

De acordo com a Anvisa, a medida foi tomada por suspeita de que os lotes não atendam a exigências legais e regulamentares do órgão. Após ser questionada pela agência, a empresa Unilever respondeu que havia identificado falha no processo de higienização das máquinas da linha de produção TBA3G. A falha, de acordo com a empresa, teria resultado no envase de embalagens com solução de limpeza, em um lote do produto com sabor maçã.

De acordo com a fabricante Unilever Brasil, cerca de 96 embalagens foram distribuídas em São Paulo, no Rio de Janeiro e no Paraná com o produto impróprio para consumo.

 

Fontes:
Anvisa
Com informações da Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Parcerias podem oferecer remédios mais baratos a toda população
A parceria entre instituições públicas e privadas para a produção de medicamentos garante que o SUS tenha uma atuação mais ampla na prevenção e no combate a doenças, como febre amarela, HIV e leucemia
Informatização de todas as unidades básicas é uma das principais metas do Ministério da Saúde
Atualmente, dos quase 43 mil postos espalhados pelo País, cerca de 16 mil já estão conectados à plataforma DigiSUS
Campanha vai imunizar 47 milhões de crianças e adolescentes
Público-alvo da nova campanha de vacinação, que segue até 22 de setembro, compreende 47 milhões de crianças e adolescentes de até 15 anos
A parceria entre instituições públicas e privadas para a produção de medicamentos garante que o SUS tenha uma atuação mais ampla na prevenção e no combate a doenças, como febre amarela, HIV e leucemia
Parcerias podem oferecer remédios mais baratos a toda população
Atualmente, dos quase 43 mil postos espalhados pelo País, cerca de 16 mil já estão conectados à plataforma DigiSUS
Informatização de todas as unidades básicas é uma das principais metas do Ministério da Saúde
Público-alvo da nova campanha de vacinação, que segue até 22 de setembro, compreende 47 milhões de crianças e adolescentes de até 15 anos
Campanha vai imunizar 47 milhões de crianças e adolescentes

Últimas imagens

Nos locais onde há Centros de Apoio Psicossocial (CAPS), iniciativa do SUS, risco de suicídio reduz em até 14%
Nos locais onde há Centros de Apoio Psicossocial (CAPS), iniciativa do SUS, risco de suicídio reduz em até 14%
Arquivo/Agência Brasil
Recursos permitem custeio de procedimentos de atenção básica e de Média e Alta Complexidade
Recursos permitem custeio de procedimentos de atenção básica e de Média e Alta Complexidade
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
Levetiracetam também será incorporado para tratar de pacientes com epilepsia mioclônica juvenil
Levetiracetam também será incorporado para tratar de pacientes com epilepsia mioclônica juvenil
Arquivo/Ministério da Saúde

Governo digital