Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 04 > Concurso incentiva jovens a refletirem sobre os efeitos negativos do uso de drogas

Saúde

Concurso incentiva jovens a refletirem sobre os efeitos negativos do uso de drogas

por Portal Brasil publicado: 03/04/2013 16h13 última modificação: 29/07/2014 09h21

A iniciativa é voltada para estudantes da rede pública e privada e está distribuída nas categorias cartaz, fotografia, vídeo, jingle e monografia

 

Estão abertas, até o dia 10 de maio, as inscrições para os concursos de cartazes, fotografias, vídeos e jingles que visam incentivar a reflexão sobre o uso de drogas nas escolas. Com o tema "A Educação na Prevenção ao Uso de Drogas", a iniciativa é voltada para estudantes da rede pública e privada, de diferente níveis de ensino. 

Segundo o Ministério da Justiça, que organiza os concursos, a ampla participação de crianças, adolescentes, jovens e adultos nestes concursos, que são realizados anualmente, tem mostrado a percepção da sociedade sobre a importância das ações de prevenção do uso de drogas.

Categorias

Na categoria cartazes, podem participar alunos que estejam devidamente matriculados e cursando o 2º, 3º, 4º e 5º anos do ensino fundamental, em escolas públicas ou privadas de todo o País. Serão premiados 1°, 2° e 3° colocados por região brasileira - Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul, Sudeste. A finalidade do concurso é incentivar a discussão sobre a questão das drogas no ambiente escolar. O valor da premiação é de R$ 2 mil para o 1º lugar; R$ 1,5 mil para o 2º lugar; e R$ 1 mil para o 3º lugar.

A categoria fotografia é aberta para o público em geral, que disputa um único prêmio por região. A intenção da Senad é motivar a reflexão sobre a prevenção do uso de drogas, por meio da linguagem visual. A categoria jingle também é aberta a todos os interessados e premiará os melhores trabalhos de cada região. A premiação para estas duas categorias é de R$ 3 mil.

A categoria vídeos é especial para alunos que estejam devidamente matriculados e cursando o 6º, 7º, 8º e 9º anos do ensino fundamental e o ensino médio, em escolas públicas ou privadas do País. O concurso, que tem também como objetivo incentivar a reflexão e a discussão sobre a questão das drogas no ambiente escolar, premiará o 1º lugar de cada região. O valor da premiação é de R$ 3 mil.

Concurso de monografia

Com o tema Drogas e Direitos Humanos, a Senad – em parceria com o Centro de Integração Empresa/Escola (CIEE) - lança ainda o 12º Concurso Nacional de Monografia, que é voltado para estudantes universitários, devidamente matriculados em cursos de graduação das Instituições de ensino superior reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC).

Serão premiados os três melhores trabalhos em nível nacional e a intenção com o concurso é o envolvimento da comunidade acadêmica, em especial, os alunos de graduação em ações relacionadas à prevenção do uso de drogas. O 1º lugar receberá R$ 6 mil como premiação; o 2º, R$ 4 mil; e o 3º, R$ 3 mil. Os trabalhos também deverão ser postados até o dia 10 de maio de 2013.

Os regulamentos dos concursos estão disponíveis nos sites www.senad.gov.br e www.obid.senad.gov.br .

Crack, É Possível Vencer

Lançado em dezembro de 2011, a campanha prevê um investimento total de R$ 4 bilhões em recursos federais, até 2014, para prevenir o uso, oferecer tratamento e reinserção social de usuários e enfrentar o tráfico de crack e outras drogas ilícitas.

As ações - que se dividem em três eixos: cuidado, autoridade e prevenção - são executadas por meio de parcerias entre a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios, e com a participação da sociedade civil e do controle social. O plano une as políticas e ações de saúde, assistência social, segurança pública, educação, desporto, cultura, direitos humanos, juventude, entre outras, em consonância com os pressupostos, diretrizes e objetivos da Política Nacional sobre Drogas.

 

Fontes:

Ministério da Justiça

Blog da Justiça

Observatório Brasileiro de Informações Sobre Drogas

 

 

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões

Últimas imagens

Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Karina Zambrana/Ministério da Saúde
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Andre Borges/Agência Brasília

Governo digital