Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 04 > Concurso incentiva jovens a refletirem sobre os efeitos negativos do uso de drogas

Saúde

Concurso incentiva jovens a refletirem sobre os efeitos negativos do uso de drogas

por Portal Brasil publicado: 03/04/2013 16h13 última modificação: 29/07/2014 09h21

A iniciativa é voltada para estudantes da rede pública e privada e está distribuída nas categorias cartaz, fotografia, vídeo, jingle e monografia

 

Estão abertas, até o dia 10 de maio, as inscrições para os concursos de cartazes, fotografias, vídeos e jingles que visam incentivar a reflexão sobre o uso de drogas nas escolas. Com o tema "A Educação na Prevenção ao Uso de Drogas", a iniciativa é voltada para estudantes da rede pública e privada, de diferente níveis de ensino. 

Segundo o Ministério da Justiça, que organiza os concursos, a ampla participação de crianças, adolescentes, jovens e adultos nestes concursos, que são realizados anualmente, tem mostrado a percepção da sociedade sobre a importância das ações de prevenção do uso de drogas.

Categorias

Na categoria cartazes, podem participar alunos que estejam devidamente matriculados e cursando o 2º, 3º, 4º e 5º anos do ensino fundamental, em escolas públicas ou privadas de todo o País. Serão premiados 1°, 2° e 3° colocados por região brasileira - Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul, Sudeste. A finalidade do concurso é incentivar a discussão sobre a questão das drogas no ambiente escolar. O valor da premiação é de R$ 2 mil para o 1º lugar; R$ 1,5 mil para o 2º lugar; e R$ 1 mil para o 3º lugar.

A categoria fotografia é aberta para o público em geral, que disputa um único prêmio por região. A intenção da Senad é motivar a reflexão sobre a prevenção do uso de drogas, por meio da linguagem visual. A categoria jingle também é aberta a todos os interessados e premiará os melhores trabalhos de cada região. A premiação para estas duas categorias é de R$ 3 mil.

A categoria vídeos é especial para alunos que estejam devidamente matriculados e cursando o 6º, 7º, 8º e 9º anos do ensino fundamental e o ensino médio, em escolas públicas ou privadas do País. O concurso, que tem também como objetivo incentivar a reflexão e a discussão sobre a questão das drogas no ambiente escolar, premiará o 1º lugar de cada região. O valor da premiação é de R$ 3 mil.

Concurso de monografia

Com o tema Drogas e Direitos Humanos, a Senad – em parceria com o Centro de Integração Empresa/Escola (CIEE) - lança ainda o 12º Concurso Nacional de Monografia, que é voltado para estudantes universitários, devidamente matriculados em cursos de graduação das Instituições de ensino superior reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC).

Serão premiados os três melhores trabalhos em nível nacional e a intenção com o concurso é o envolvimento da comunidade acadêmica, em especial, os alunos de graduação em ações relacionadas à prevenção do uso de drogas. O 1º lugar receberá R$ 6 mil como premiação; o 2º, R$ 4 mil; e o 3º, R$ 3 mil. Os trabalhos também deverão ser postados até o dia 10 de maio de 2013.

Os regulamentos dos concursos estão disponíveis nos sites www.senad.gov.br e www.obid.senad.gov.br .

Crack, É Possível Vencer

Lançado em dezembro de 2011, a campanha prevê um investimento total de R$ 4 bilhões em recursos federais, até 2014, para prevenir o uso, oferecer tratamento e reinserção social de usuários e enfrentar o tráfico de crack e outras drogas ilícitas.

As ações - que se dividem em três eixos: cuidado, autoridade e prevenção - são executadas por meio de parcerias entre a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios, e com a participação da sociedade civil e do controle social. O plano une as políticas e ações de saúde, assistência social, segurança pública, educação, desporto, cultura, direitos humanos, juventude, entre outras, em consonância com os pressupostos, diretrizes e objetivos da Política Nacional sobre Drogas.

 

Fontes:

Ministério da Justiça

Blog da Justiça

Observatório Brasileiro de Informações Sobre Drogas

 

 

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Prefeituras podem contratar médicos direto com a Opas
Com decisão do Ministério da Saúde, médicos cubanos do Mais Médicos serão contratados em convênio direto com Organização
OPAS reconhece extinção de rubéola e sarampo do Brasil
Organização concedeu ao País certificação internacional pela erradicação das doenças
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Com decisão do Ministério da Saúde, médicos cubanos do Mais Médicos serão contratados em convênio direto com Organização
Prefeituras podem contratar médicos direto com a Opas
Organização concedeu ao País certificação internacional pela erradicação das doenças
OPAS reconhece extinção de rubéola e sarampo do Brasil
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões

Últimas imagens

Empresa deve comprovar a qualidade, a segurança e a eficácia do produto a ser registrado
Empresa deve comprovar a qualidade, a segurança e a eficácia do produto a ser registrado
Marcos Santos/USP Imagens
Licenciamento de salões de beleza, por exemplo, dispensam requerimentos prévios
Licenciamento de salões de beleza, por exemplo, dispensam requerimentos prévios
Ronaldo Lima/Prefeitura de Diadema (SP)
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Arquivo/EBC
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Arquivo/EBC

Governo digital