Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 04 > Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 10 de maio

Saúde

Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 10 de maio

por Portal Brasil publicado: 25/04/2013 11h05 última modificação: 29/07/2014 09h21
Exibir carrossel de imagens Tabela mostra resultados da Campanha por estado

Tabela mostra resultados da Campanha por estado

Ações serão intensificadas nos estados e municípios para que as pessoas sejam imunizadas. A meta do governo é vacinar 31,3 milhões de pessoas, o equivalente a 80% do público-alvo

 

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe foi prorrogada até o dia 10 de maio. De acordo o Ministério da Saúde devem ser vacinadas as pessoas com mais de 60 anos, as crianças de seis meses a dois anos, os indígenas, as gestantes, as mulheres no período de até 45 dias após o parto (em puerpério), as pessoas privadas de liberdade, os profissionais de saúde, e as pessoas que têm doenças crônicas do pulmão, coração, fígado, rim, diabetes, imunossupressão e transplantados.

A meta do governo é vacinar 31,3 milhões de pessoas, o equivalente a 80% do público-alvo, ou seja, 39,2 milhões de pessoas. Até às 18 horas da quarta-feira (24) haviam sido imunizadas 14,9 milhões de pessoas, ou seja, 47,6% da meta estabelecida.

Para os municípios e estados que não atingiram a cobertura adequada, o ministério recomenda que sejam intensificadas as ações para que as pessoas sejam imunizadas, inclusive, com abertura dos postos de vacinação aos sábados. “Isso é importante para que a população possa ter acesso e chegar ao inverno protegida”, afirma o secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, que solicitou, ainda, para que as pessoas não deixem para a última hora.

 

Nos estados

A região Sul do País conseguiu a maior adesão da população. Excluindo as doses aplicadas em doentes crônicos e pessoas privadas de liberdade, foram vacinadas quase três milhões de pessoas, representando 60,46% de cobertura da região. A região Centro-Oeste conseguiu vacinar 876,9 mil pessoas, ou 40,01% do público-alvo.

Já a região Sudeste, vacinou 4,9 milhões de pessoas, o que representa 35,3% do total. Na região Norte foram imunizadas mais de 919 mil pessoas, correspondente a 38,53% do total. E a região Nordeste já imunizou 37,79% do público-alvo, ou seja, mais de 3,2 milhões de pessoas.

 

Prevenção

O Ministério da Saúde recomenda, ainda, a adoção de medidas de prevenção e higiene pessoal para evitar a contaminação por influenza. É importante higienizar as mãos com água e sabão, com frequência, principalmente depois de tossir ou espirrar; após usar o banheiro; antes de comer; e antes de tocar os olhos, boca e nariz.

Recomenda-se também que as pessoas evitem tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies; que usem lenço de papel descartável e protejam a boca e o nariz ao tossir ou espirrar.

Também é aconselhável ao doente não sair de casa enquanto estiver em período de transmissão da doença - até sete dias após o início dos sintomas -, para diminuir a chance de disseminação e evitar aglomerações e ambientes fechados.

 

Gripe Influenza

Também conhecida como gripe, a influenza é uma infecção do sistema respiratório cuja principal complicação são as pneumonias, responsáveis por um grande número de internações hospitalares no País.

A doença inicia-se com febre alta, em geral acima de 38ºC, seguida de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça e tosse seca. A febre é o sintoma mais importante e dura em torno de três dias. Os sintomas respiratórios, como a tosse e outros, tornam-se mais evidentes com a progressão da doença e mantêm-se em geral por três a quatro dias após o desaparecimento da febre.

A gripe é uma doença muito comum em todo o mundo, sendo possível uma pessoa adquirir influenza várias vezes ao longo de sua vida. É também freqüentemente confundida com outras viroses respiratórias, por isso o seu diagnóstico de certeza só é feito mediante exame laboratorial específico.

Em 2005, a Organização Mundial de Saúde (OMS) reformulou as recomendações de preparação para pandemia de influenza, mesmo ano em que o Ministério da Saúde criou um grupo de trabalho para acelerar, acompanhar e propor as medidas emergenciais necessárias para a elaboração do Plano Nacional de Preparação para uma Pandemia de Influenza. O objetivo é promover a prevenção e controle em todo território nacional.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Prefeituras podem contratar médicos direto com a Opas
Com decisão do Ministério da Saúde, médicos cubanos do Mais Médicos serão contratados em convênio direto com Organização
OPAS reconhece extinção de rubéola e sarampo do Brasil
Organização concedeu ao País certificação internacional pela erradicação das doenças
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Com decisão do Ministério da Saúde, médicos cubanos do Mais Médicos serão contratados em convênio direto com Organização
Prefeituras podem contratar médicos direto com a Opas
Organização concedeu ao País certificação internacional pela erradicação das doenças
OPAS reconhece extinção de rubéola e sarampo do Brasil
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões

Últimas imagens

Empresa deve comprovar a qualidade, a segurança e a eficácia do produto a ser registrado
Empresa deve comprovar a qualidade, a segurança e a eficácia do produto a ser registrado
Marcos Santos/USP Imagens
Licenciamento de salões de beleza, por exemplo, dispensam requerimentos prévios
Licenciamento de salões de beleza, por exemplo, dispensam requerimentos prévios
Ronaldo Lima/Prefeitura de Diadema (SP)
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Arquivo/EBC
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Arquivo/EBC

Governo digital