Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 04 > Embalagens de repelente devem trazer informações mais específicas ao consumidor

Saúde

Embalagens de repelente devem trazer informações mais específicas ao consumidor

por Portal Brasil publicado: 11/04/2013 12h18 última modificação: 29/07/2014 09h21
Divulgação / EBC Embalagens de repelentes não devem utilizar imagens de apelo infantil, afim de proteger crianças contra intoxicação

Embalagens de repelentes não devem utilizar imagens de apelo infantil, afim de proteger crianças contra intoxicação

Imagens de apelo infantil não poderão constar nos rótulos dos repelentes e informações ao consumidor devem ser mais detalhadas

 

Embalagens e rótulos de repelentes de insetos devem ser mais claros ao consumidor, além de não poderem mais utilizar desenhos ou imagens de apelo infantil, é o que determina a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

De acordo com a Agência, a medida, publicada nesta quinta-feira (11) no Diário Oficial da União, serve para prevenir acidentes, já que o uso de imagens e figuras de apelo infantil podem despertar o interesse das crianças. No entanto, os fabricantes poderão continuar utilizando cores e dizeres apropriados para distinguir o produto de uso adulto e o de uso infantil.

Outra mudança diz respeito aos rótulos dos produtos com o ingrediente conhecido como Deet. Neste caso, os repelentes deverão trazer um alerta específico para o uso em crianças, destacando que o produto não deve ser utilizado em menores de dois anos. O rótulo também deverá deixar claro que o produto não deve ser utilizado mais do que três vezes ao dia em crianças de dois a 12 anos.

 

Resolução

A resolução estabelece os requisitos técnicos mínimos relativos à segurança, à eficácia e à rotulagem para a concessão de registro de produtos cosméticos repelentes de insetos. Se aplica a todos os produtos cosméticos com finalidade de repelência que se enquadram na categoria de repelentes de insetos. Para a obtenção do registro, as empresas deverão cumprir os requisitos previstos na resolução. Os fabricantes de repelentes  terão 18 meses para se adequar às novas regras

As normas estabelecidas também tratam sobre as informações contidas nos rótulos, por exemplo, o tempo para reaplicação do produto, o ingrediente ativo e sua concentração, além das frases de advertência que servem alerta para os consumidores quanto ao produto utilizado.   

 

Fontes:
Anvisa
Com informações da Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Prefeituras podem contratar médicos direto com a Opas
Com decisão do Ministério da Saúde, médicos cubanos do Mais Médicos serão contratados em convênio direto com Organização
OPAS reconhece extinção de rubéola e sarampo do Brasil
Organização concedeu ao País certificação internacional pela erradicação das doenças
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Com decisão do Ministério da Saúde, médicos cubanos do Mais Médicos serão contratados em convênio direto com Organização
Prefeituras podem contratar médicos direto com a Opas
Organização concedeu ao País certificação internacional pela erradicação das doenças
OPAS reconhece extinção de rubéola e sarampo do Brasil
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões

Últimas imagens

Empresa deve comprovar a qualidade, a segurança e a eficácia do produto a ser registrado
Empresa deve comprovar a qualidade, a segurança e a eficácia do produto a ser registrado
Marcos Santos/USP Imagens
Licenciamento de salões de beleza, por exemplo, dispensam requerimentos prévios
Licenciamento de salões de beleza, por exemplo, dispensam requerimentos prévios
Ronaldo Lima/Prefeitura de Diadema (SP)
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Arquivo/EBC
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Arquivo/EBC

Governo digital