Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 04 > Profissionais de saúde recebem orientações sobre segurança do paciente

Saúde

Profissionais de saúde recebem orientações sobre segurança do paciente

por Portal Brasil publicado: 03/04/2013 11h04 última modificação: 29/07/2014 09h21
Divulgação / Gov. PE O objetivo do programa é prevenir e reduzir incidentes que resultam em danos ao paciente

O objetivo do programa é prevenir e reduzir incidentes que resultam em danos ao paciente

Profissionais de mais de 90 instituições de saúde de todo o País tiraram dúvidas relacionadas às medidas previstas no Programa Nacional de Segurança do Paciente

 

Profissionais de saúde que trabalham em hospitais que integram a Rede Sentinela conheceram, nessa terça-feira (2), as diretrizes do Programa Nacional de Segurança do Paciente, iniciativa que visa prevenir e reduzir incidentes que resultam em danos ao paciente nos serviços de saúde públicos e privados.

A apresentação aconteceu por meio de videoconferência, realizada pelo Ministério da Saúde, para mais de 90 instituições de saúde de todo o País, que tiraram dúvidas relacionadas às medidas anunciadas.

Um dos pontos fortes destacados pelos gestores e técnicos que acompanharam a apresentação é a oportunidade de capacitação dos profissionais da saúde oferecida pela iniciativa. Imediatamente, será aberto curso com 1,2 mil vagas para farmacêuticos de atuação hospitalar, resultado de parceria com o Hospital Albert Einstein. Em 90 dias será elaborado o Plano de Capacitação e confeccionado material de apoio aos profissionais da saúde.

 

Consulta Pública da Anvisa

O Diário Oficial da União dessa terça-feira (2) traz a Portaria nº 529, que institui o programa, e a Consulta Pública nº 9/2013, com a proposta da Agência Nacional de Vigilância Sanitária sobre as medidas que serão adotadas. As principais novidades são a instituição de Núcleos de Segurança do Paciente em todos os serviços de saúde do País e a obrigatoriedade da notificação dos eventos adversos ocorridos nesses estabelecimentos.

Os núcleos devem funcionar como espaço de referência para os pacientes e familiares, locais para que os cuidados com as pessoas dentro dos hospitais sejam avaliados constantemente. Já as notificações são consideradas essenciais para que a vigilância sanitária possa acompanhar o que acontece nos serviços de saúde de todo o Brasil e tomar as providências necessárias.

A Consulta Pública receberá contribuições entre os dias 9 de abril e 8 de maio deste ano. Ainda esta semana devem entrar em consulta três protocolos de prevenção a eventos adversos que vão orientar sobre higiene das mãos, cirurgia segura e prevenção à úlcera por pressão.

Outros três protocolos entrarão em consulta pública em 30 dias: identificação do paciente, prevenção de quedas e prescrição, uso e administração de medicamentos.

Os seis protocolos funcionam como guias e normas que devem ser observadas nos hospitais e também as práticas mais recomendadas para manter a segurança ao paciente.

 

Rede Sentinela

A Rede Sentinela é um projeto da Anvisa, em parceria com os serviços de saúde, que tem promovido a construção de uma rede de serviços para notificar eventos adversos e queixas técnicas relacionadas a produtos de saúde. Essa experiência, que ajudou na construção do Programa de Segurança do Paciente, foi consolidada em 2011, quando 192 serviços comprovaram a adoção de medidas na rotina, tais como o monitoramento de infecções sanguíneas adquiridas durante internação, uso de medicamentos e de produtos como próteses. A Rede responde por, aproximadamente, 60 mil leitos e cerca de 40 mil atendimentos por dia.

 

Fontes:
Anvisa
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Fiocruz participa da Semana Nacional dos Museus com uma série de atividades
Museu da Vida da Fiocruz, no Rio de Janeiro, apresenta uma programação especial em homenagem à Semana Nacional dos Museus
Campanha do Ministério da Saúde incentiva a doação de leite materno
Ministério da Saúde lançou campanha para incentivar a doação de leite materno com slogan "Um pouquinho do que você doa, é tudo para quem precisa"
Governo decreta fim da Emergência Nacional para o vírus zika e microcefalia
Governo decretou fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional para o vírus zika e a microcefalia. Medida ocorre após queda na ocorrência dos casos do vírus no País.
Museu da Vida da Fiocruz, no Rio de Janeiro, apresenta uma programação especial em homenagem à Semana Nacional dos Museus
Fiocruz participa da Semana Nacional dos Museus com uma série de atividades
Ministério da Saúde lançou campanha para incentivar a doação de leite materno com slogan "Um pouquinho do que você doa, é tudo para quem precisa"
Campanha do Ministério da Saúde incentiva a doação de leite materno
Governo decretou fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional para o vírus zika e a microcefalia.  Medida ocorre após queda na ocorrência dos casos do vírus no País.
Governo decreta fim da Emergência Nacional para o vírus zika e microcefalia

Últimas imagens

Índice de reajuste pode ser aplicado somente a partir da data de aniversário de cada contrato
Índice de reajuste pode ser aplicado somente a partir da data de aniversário de cada contrato
Arquivo/Agência Brasil
Produtos da Cosmed também são fabricados pela Brainfarma, responsável pela linha de produção
Produtos da Cosmed também são fabricados pela Brainfarma, responsável pela linha de produção
Divulgação/Ministério da Saúde
Desde o dia 17 de abril, a vacina contra a gripe está disponível nos postos
Desde o dia 17 de abril, a vacina contra a gripe está disponível nos postos
Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Rótulos dos produtos divulgam falsas propriedades terapêuticas
Rótulos dos produtos divulgam falsas propriedades terapêuticas
Divulgação/EBC
Em 2016, os bancos de leite humano do País registraram mais de 300 atendimentos em grupos
Em 2016, os bancos de leite humano do País registraram mais de 300 atendimentos em grupos
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde

Governo digital