Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 04 > Profissionais de saúde recebem orientações sobre segurança do paciente

Saúde

Profissionais de saúde recebem orientações sobre segurança do paciente

por Portal Brasil publicado: 03/04/2013 11h04 última modificação: 29/07/2014 09h21
Divulgação / Gov. PE O objetivo do programa é prevenir e reduzir incidentes que resultam em danos ao paciente

O objetivo do programa é prevenir e reduzir incidentes que resultam em danos ao paciente

Profissionais de mais de 90 instituições de saúde de todo o País tiraram dúvidas relacionadas às medidas previstas no Programa Nacional de Segurança do Paciente

 

Profissionais de saúde que trabalham em hospitais que integram a Rede Sentinela conheceram, nessa terça-feira (2), as diretrizes do Programa Nacional de Segurança do Paciente, iniciativa que visa prevenir e reduzir incidentes que resultam em danos ao paciente nos serviços de saúde públicos e privados.

A apresentação aconteceu por meio de videoconferência, realizada pelo Ministério da Saúde, para mais de 90 instituições de saúde de todo o País, que tiraram dúvidas relacionadas às medidas anunciadas.

Um dos pontos fortes destacados pelos gestores e técnicos que acompanharam a apresentação é a oportunidade de capacitação dos profissionais da saúde oferecida pela iniciativa. Imediatamente, será aberto curso com 1,2 mil vagas para farmacêuticos de atuação hospitalar, resultado de parceria com o Hospital Albert Einstein. Em 90 dias será elaborado o Plano de Capacitação e confeccionado material de apoio aos profissionais da saúde.

 

Consulta Pública da Anvisa

O Diário Oficial da União dessa terça-feira (2) traz a Portaria nº 529, que institui o programa, e a Consulta Pública nº 9/2013, com a proposta da Agência Nacional de Vigilância Sanitária sobre as medidas que serão adotadas. As principais novidades são a instituição de Núcleos de Segurança do Paciente em todos os serviços de saúde do País e a obrigatoriedade da notificação dos eventos adversos ocorridos nesses estabelecimentos.

Os núcleos devem funcionar como espaço de referência para os pacientes e familiares, locais para que os cuidados com as pessoas dentro dos hospitais sejam avaliados constantemente. Já as notificações são consideradas essenciais para que a vigilância sanitária possa acompanhar o que acontece nos serviços de saúde de todo o Brasil e tomar as providências necessárias.

A Consulta Pública receberá contribuições entre os dias 9 de abril e 8 de maio deste ano. Ainda esta semana devem entrar em consulta três protocolos de prevenção a eventos adversos que vão orientar sobre higiene das mãos, cirurgia segura e prevenção à úlcera por pressão.

Outros três protocolos entrarão em consulta pública em 30 dias: identificação do paciente, prevenção de quedas e prescrição, uso e administração de medicamentos.

Os seis protocolos funcionam como guias e normas que devem ser observadas nos hospitais e também as práticas mais recomendadas para manter a segurança ao paciente.

 

Rede Sentinela

A Rede Sentinela é um projeto da Anvisa, em parceria com os serviços de saúde, que tem promovido a construção de uma rede de serviços para notificar eventos adversos e queixas técnicas relacionadas a produtos de saúde. Essa experiência, que ajudou na construção do Programa de Segurança do Paciente, foi consolidada em 2011, quando 192 serviços comprovaram a adoção de medidas na rotina, tais como o monitoramento de infecções sanguíneas adquiridas durante internação, uso de medicamentos e de produtos como próteses. A Rede responde por, aproximadamente, 60 mil leitos e cerca de 40 mil atendimentos por dia.

 

Fontes:
Anvisa
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Quase 58 mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no Brasil
Campanha do Outubro Rosa conscientiza sobre o câncer de mama. Pacientes do Rio de Janeiro contam como encontraram apoio no SUS
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Campanha do Outubro Rosa conscientiza sobre o câncer de mama. Pacientes do Rio de Janeiro contam como encontraram apoio no SUS
Quase 58 mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no Brasil

Últimas imagens

A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Vírus do sarampo e rubéola são endêmicos em países europeus e, com a globalização, podem voltar a circular no Brasil
Vírus do sarampo e rubéola são endêmicos em países europeus e, com a globalização, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília
Programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Cícero Oliveira/UFRN

Governo digital