Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 04 > Instituto de Traumatologia realiza mutirão de cirurgia de quadril

Saúde

Instituto de Traumatologia realiza mutirão de cirurgia de quadril

por Portal Brasil publicado: 23/04/2013 15h38 última modificação: 29/07/2014 09h21

Nesta semana, as cirurgias serão realizadas no Acre e beneficiarão aproximadamente 30 pacientes 

O Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) iniciou nessa segunda-feira (22), em Rio Branco, no Acre, um mutirão de cirurgias de quadril que irá zerar a fila por este procedimento no estado. A ação vai acontecer até a próxima sexta-feira (26) e será concentrada em artroplastia primária de quadril, para a colocação de prótese em cerca de 30 pacientes que necessitam da cirurgia devido a doenças como artrose e artrites.

Esta iniciativa faz parte do Projeto Suporte, que consiste em levar profissionais especializados do Into para realizar intervenções cirúrgicas em locais com baixa oferta de serviços na área de Traumatologia e Ortopedia, além de  reduzir o tempo de espera.

Segundo o coordenador da iniciativa, José Luís Ramalho, o trabalho é realizado conforme a necessidade dos estados repassada por meio do Cadastro Nacional de Regulação de Alta Complexidade, do Ministério da Saúde. “O Into faz a articulação com o estado e, em seguida é feita uma avaliação clínica prévia dos pacientes em cada localidade. Depois o grupo, composto por 16 profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos, segue até a localidade para fazer o atendimento”, explica.

As Secretarias de Saúde disponibilizam a estrutura hospitalar e o Instituto fornece todo o material necessário para as cirurgias, como por exemplo,  insumos, implantes e próteses. O tratamento e a recuperação dos pacientes são acompanhados por médicos da região.

Em maio, está prevista a realização deste mutirão de cirurgias no estado de Rondônia, onde deverão ser atendidos 40 pacientes que necessitam de diferentes cirurgias de joelho.

 

Into

Criado em 1994, o Into atende exclusivamente pacientes do SUS no tratamento de doenças e traumas ortopédicos, de média e alta complexidade.

O Into é uma instituição especializada em atendimento cirúrgico e não presta serviços de emergência. O paciente deve passar primeiro por uma unidade pública de saúde e, caso seja constatada a necessidade de uma cirurgia, será encaminhado para tratamento.

Para chegar às regiões não beneficiadas por serviços desse tipo, o Into criou o Programa Suporte, que realiza atendimentos em ortopedia, traumatologia e reabilitação pós-operatória no estado e cidade do paciente.

Fonte:

Ministério da Saúde

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões

Últimas imagens

A Sexta-feira Sem Mosquito vai contar com colaboração de toda a sociedade, com mobilização nas escolas públicas
A Sexta-feira Sem Mosquito vai contar com colaboração de toda a sociedade, com mobilização nas escolas públicas
Foto: Tony Winston/Agência Brasília
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Karina Zambrana/Ministério da Saúde
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde

Governo digital