Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 04 > Instituto de Traumatologia realiza mutirão de cirurgia de quadril

Saúde

Instituto de Traumatologia realiza mutirão de cirurgia de quadril

por Portal Brasil publicado: 23/04/2013 15h38 última modificação: 29/07/2014 09h21

Nesta semana, as cirurgias serão realizadas no Acre e beneficiarão aproximadamente 30 pacientes 

O Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) iniciou nessa segunda-feira (22), em Rio Branco, no Acre, um mutirão de cirurgias de quadril que irá zerar a fila por este procedimento no estado. A ação vai acontecer até a próxima sexta-feira (26) e será concentrada em artroplastia primária de quadril, para a colocação de prótese em cerca de 30 pacientes que necessitam da cirurgia devido a doenças como artrose e artrites.

Esta iniciativa faz parte do Projeto Suporte, que consiste em levar profissionais especializados do Into para realizar intervenções cirúrgicas em locais com baixa oferta de serviços na área de Traumatologia e Ortopedia, além de  reduzir o tempo de espera.

Segundo o coordenador da iniciativa, José Luís Ramalho, o trabalho é realizado conforme a necessidade dos estados repassada por meio do Cadastro Nacional de Regulação de Alta Complexidade, do Ministério da Saúde. “O Into faz a articulação com o estado e, em seguida é feita uma avaliação clínica prévia dos pacientes em cada localidade. Depois o grupo, composto por 16 profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos, segue até a localidade para fazer o atendimento”, explica.

As Secretarias de Saúde disponibilizam a estrutura hospitalar e o Instituto fornece todo o material necessário para as cirurgias, como por exemplo,  insumos, implantes e próteses. O tratamento e a recuperação dos pacientes são acompanhados por médicos da região.

Em maio, está prevista a realização deste mutirão de cirurgias no estado de Rondônia, onde deverão ser atendidos 40 pacientes que necessitam de diferentes cirurgias de joelho.

 

Into

Criado em 1994, o Into atende exclusivamente pacientes do SUS no tratamento de doenças e traumas ortopédicos, de média e alta complexidade.

O Into é uma instituição especializada em atendimento cirúrgico e não presta serviços de emergência. O paciente deve passar primeiro por uma unidade pública de saúde e, caso seja constatada a necessidade de uma cirurgia, será encaminhado para tratamento.

Para chegar às regiões não beneficiadas por serviços desse tipo, o Into criou o Programa Suporte, que realiza atendimentos em ortopedia, traumatologia e reabilitação pós-operatória no estado e cidade do paciente.

Fonte:

Ministério da Saúde

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Foto: Rodrigo Nunes/MS
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)

Governo digital