Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 04 > Mutirão beneficia pacientes que necessitam de cirurgia ortopédica

Saúde

Mutirão beneficia pacientes que necessitam de cirurgia ortopédica

por Portal Brasil publicado: 01/04/2013 17h21 última modificação: 29/07/2014 09h21

O objetivo é realizar nesta semana cerca de 40 cirurgias.  Os mutirões de quadril, coluna e de tumor já beneficiaram 165 pacientes

Nesta segunda-feira (1º), o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into), iniciou o quarto mutirão de cirurgias que vai beneficiar cerca de 40 crianças e adolescentes que possuem diferentes tipos de doenças ortopédicas. A ação acontece até a próxima sexta-feira (5).

Neste mutirão, serão operados pacientes de 2 a 15 anos com doenças graves, como as que afetam o sistema neuromuscular, além de síndromes e diversas deformidades ortopédicas congênitas, como o pé torto.  “Esperamos dar mais agilidade ao atendimento e proporcionar um tratamento mais precoce aos nossos pacientes”, adianta o chefe do Centro Ortopédico Pediátrico do Into, Pedro Henrique Mendes.

Cirurgias

Em fevereiro, 107 pacientes que necessitavam de colocação de prótese no quadril foram beneficiados. No mesmo mês, o mutirão de coluna operou 30 pacientes com escoliose, a maioria adolescente. E em março, o instituto conseguiu zerar a fila de tumor ósseo com a realização de 28 cirurgias.

A iniciativa faz parte de um conjunto de medidas determinadas pelo Ministério da Saúde para ampliar a capacidade de atendimento do Into e reduzir o tempo de espera por cirurgias ortopédicas no Rio de Janeiro.

Dados 

Em dezembro de 2012, milhares de pessoas fizeram fila na porta do hospital para conseguir uma senha de atendimento. O Ministério da Saúde então mudou o esquema de atendimento que, desde janeiro, é feito somente pelo telefone (21) 2134-5000.

A área ambulatorial do Into conta com 60 salas de atendimentos para todas as especialidades ortopédicas. São feitas cerca de 300 mil consultas por ano, segundo o instituto. 

Fonte:

Ministério da Saúde
Portal Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Prefeituras podem contratar médicos direto com a Opas
Com decisão do Ministério da Saúde, médicos cubanos do Mais Médicos serão contratados em convênio direto com Organização
OPAS reconhece extinção de rubéola e sarampo do Brasil
Organização concedeu ao País certificação internacional pela erradicação das doenças
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Com decisão do Ministério da Saúde, médicos cubanos do Mais Médicos serão contratados em convênio direto com Organização
Prefeituras podem contratar médicos direto com a Opas
Organização concedeu ao País certificação internacional pela erradicação das doenças
OPAS reconhece extinção de rubéola e sarampo do Brasil
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões

Últimas imagens

Empresa deve comprovar a qualidade, a segurança e a eficácia do produto a ser registrado
Empresa deve comprovar a qualidade, a segurança e a eficácia do produto a ser registrado
Marcos Santos/USP Imagens
Licenciamento de salões de beleza, por exemplo, dispensam requerimentos prévios
Licenciamento de salões de beleza, por exemplo, dispensam requerimentos prévios
Ronaldo Lima/Prefeitura de Diadema (SP)
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Arquivo/EBC
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Arquivo/EBC

Governo digital