Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 05 > Mais de 3 milhões de embalagens de Tylenol serão retiradas do mercado

Saúde

Mais de 3 milhões de embalagens de Tylenol serão retiradas do mercado

por Portal Brasil publicado: 22/05/2013 15h42 última modificação: 29/07/2014 09h21
Tylenol Mais de 3 milhões de embalagens do medicamento Tylenol devem ser recolhidas do mercado

Mais de 3 milhões de embalagens do medicamento Tylenol devem ser recolhidas do mercado

O medicamento está com problema no gotejador que regula as doses. Ele pode se desprender do frasco, o que causaria uma dose maior que a ideal


Mais de 3 milhões de embalagens do medicamento Tylenol (paracetamol) 200 mg/ml, fabricado entre dezembro de 2011 a novembro de 2012, devem ser recolhidas do mercado por apresentar a possibilidade de problemas no gotejador da embalagem, que pode se desprender totalmente ou parcialmente do frasco, com risco de superdosagem do medicamento.

A superdosagem traz riscos de danos graves ao fígado, náusea e outros sintomas gastrointestinais, além de elevação das enzimas hepáticas. Até agora, os sintomas mais relatados foram sonolência e enjoos A campanha de recall terá início na próxima segunda-feira (27) e abrange 3.384.432 embalagens do produto, com numeração de lote, não sequencial, compreendida entre os intervalos PPL055 a RJL123.

O Tylenol é Indicado especialmente para adultos, para a redução da febre e alívio temporário de dores como as associadas a gripes e resfriados, dor de cabeça e de dente, dor nas costas e dores musculares, dentre outras. 

 

Consumidor

O Código de Defesa do Consumidor determina que o fornecedor repare ou troque o produto defeituoso a qualquer momento e de forma gratuita. Se houver dificuldade, a recomendação é procurar um dos órgãos de proteção e defesa do consumidor.

Mais informações podem ser obtidas junto à empresa por meio do telefone 0800 7286 767 ou pelo site. Detalhes sobre a Campanha de Chamamento também estão disponíveis no site do Ministério da Justiça

 

Recall

Quando um produto apresentar defeito e colocar em risco a saúde ou a segurança do consumidor, a empresa fabricante é obrigada a divulgar uma campanha em rádio, jornal e TV com a imagem do produto para informar sobre seu reparo ou substituição sem nenhum custo para o cliente. Esse procedimento é conhecido como recall.

A empresa também é obrigada a comunicar o recall às autoridades brasileiras de defesa do consumidor. A responsabilidade por danos causados aos clientes em razão do uso do produto defeituoso é do fornecedor que o colocou no mercado. O consumidor que não conseguir a reparação ou a troca deve recorrer ao Judiciário para obter o ressarcimento de danos morais e materiais.

 

Fonte:

Ministério da Justiça

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões

Últimas imagens

Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Karina Zambrana/Ministério da Saúde
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Andre Borges/Agência Brasília

Governo digital