Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 10 > Pesquisa aponta riscos do processo de cultivo do tabaco

Saúde

Pesquisa aponta riscos do processo de cultivo do tabaco

Prejuízos à saúde

Elevada carga de trabalho e problemas de saúde são os principais fatores negativos
por Portal Brasil publicado: 01/10/2013 13h17 última modificação: 29/07/2014 09h17

O estudo “Crenças, atitudes e práticas da mulher agricultora de tabaco em Palmeira – Paraná” evidenciou a complexidade dos problemas originados pelas inter-relações entre trabalho, saúde e ambiente no contexto da fumicultura. Os resultados da pesquisa apontaram problemas como: aspectos como a elevada carga de trabalho do processo de cultivo de fumo, agravos à saúde decorrentes da fumicultura, ausência de mecanismos que viabilizem a permanência das gerações futuras no campo e evitem o êxodo rural, a provável violação aos direitos humanos, principalmente em função das condições de trabalho injustas, como alguns dos problemas decorrentes da inter-relação trabalho, saúde e ambiente.

A escolha da região de Palmeiras foi em virtude da predominância do modelo de agricultura familiar com expressiva produção de fumo. O município foi o maior produtor de folhas do estado em 2011. Outros fatores que contribuíram para a escolha da região foram a mobilização social dos trabalhadores rurais e a vontade política expressada pelo poder público local para conhecer e enfrentar os problemas relacionados à fumicultura.

A pesquisa contou com um grupo de 71 mulheres agricultoras do fumo e de lideranças comunitárias. Seis grupos foram formados com o intuito de entender a compreensão subjetiva das mulheres produtoras de fumo quanto à sua rotina diária. Os dados foram analisados a partir do desenvolvimento das categorias que mais descreveram e explicaram os fenômenos sociais relacionados ao tema e ao grupo participante. O estudo evidenciou a complexidade dos problemas originados pelas inter-relações entre trabalho, saúde e ambiente no contexto da fumicultura.

Com base nos resultados, foi possível destacar a necessidade de uma abordagem integrada e singularizada para o enfrentamento dos problemas do plantador de fumo, articulando os diversos saberes e experiências, principalmente dos trabalhadores, e distintos setores (como saúde, ambiente, trabalho e renda, agricultura, entre outros) por meio da proposição de políticas e do fortalecimento de ações públicas orientadas para a promoção e assistência à saúde dessa população específica.

 

Fonte:

Fiocruz

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Hospital da UnB amplia áreas de atendimento após repasses federais
Mais Médicos: um serviço ao Brasil
Médico aposentado que aderiu ao programa do governo federal resolve servir em comunidades carentes.
Mais Médicos para todos
Inscrito no programa do governo federal, médico aposentado defende utilidade do Mais Médicos.
Hospital da UnB amplia áreas de atendimento após repasses federais
Hospital da UnB amplia áreas de atendimento após repasses federais
Médico aposentado que aderiu ao programa do governo federal resolve servir em comunidades carentes.
Mais Médicos: um serviço ao Brasil
Inscrito no programa do governo federal, médico aposentado defende utilidade do Mais Médicos.
Mais Médicos para todos

Últimas imagens

Reinserção social de pessoas que sofreram com transtornos mentais está previsto em lei federal
Reinserção social de pessoas que sofreram com transtornos mentais está previsto em lei federal
Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil
Hospitais vão virar Centros Confirmadores das doenças e adotar um modelo único de atendimento a partir de abril
Hospitais vão virar Centros Confirmadores das doenças e adotar um modelo único de atendimento a partir de abril
Divulgação/Agência Brasil
Brasil Sorridente garante acesso ao tratamento odontológico gratuito no Sistema Único de Saúde
Brasil Sorridente garante acesso ao tratamento odontológico gratuito no Sistema Único de Saúde
Divulgação/Blog Planalto
Governo federal, DF e Goiás criam força-tarefa para combater o mosquito
Governo federal, DF e Goiás criam força-tarefa para combater o mosquito
Divulgação/EBC
Centro vai integrar em um único espaço serviços oferecidos a crianças com microcefalia
Centro vai integrar em um único espaço serviços oferecidos a crianças com microcefalia
Divulgação/Governo Maranhão

Governo digital