Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 10 > Novos critérios para implantação de melhorias sanitárias

Saúde

Novos critérios para implantação de melhorias sanitárias

Saneamento básico

Objetivo é fomentar o controle e prevenção de doenças ocasionados pelas condições de saneamento básico
por Portal Brasil publicado: 23/10/2013 12h50 última modificação: 29/07/2014 09h18

A Fundação Nacional de Saúde (Funasa), vinculada ao Ministério da Saúde, tornou pública nesta segunda-feira (21) a portaria nº 1207, de 17 de outubro, que traz critérios de elegibilidade e prioridade para aplicação de recursos orçamentários e financeiros, do Programa de Saneamento Básico, para a Ação de Implantação de Melhorias Sanitárias Domiciliares (MSD).

O objetivo da portaria é fomentar a construção/instalação de MSD para controle de doenças e prevenção de agravos ocasionados pela falta ou inadequação das condições de saneamento básico nos domicílios. 

Melhorias Sanitárias Domiciliares são intervenções promovidas nos domicílios, com o objetivo de atender às necessidades básicas de saneamento das famílias, por meio de instalações hidrossanitárias mínimas, relacionadas ao uso da água, à higiene e ao destino adequado dos esgotos domiciliares.

São passíveis de solicitação os itens de saneamento domiciliar como, por exemplo: ligação domiciliar/intradomiciliar à rede de abastecimento d’água, poço raso, cisterna para armazenamento de água de chuva, reservatórios para armazenamento de água potável, lavatórios, banheiros, pias de cozinhas, tanques de lavar roupa, filtros doméstico, sanitários, tanque séptico/filtro biológico, sumidouros, vala de infiltração/filtração, ligação intradomiciliar à rede de esgotamento sanitário, recipiente para resíduos sólidos, dentre outros.

Os proponentes deverão formular os pleitos com base nos critérios estabelecidos nos anexos da portaria nº 1207 de 17 de outubro e no Manual de Orientações Técnicas para Elaboração de Propostas para o Programa de Melhorias Sanitárias Domiciliares, disponíveis na página da Funasa, e efetuar o cadastro e envio da proposta por intermédio do Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse – (Siconv). O prazo para o envio de propostas/plano de trabalho para análise no Siconv é de 30 dias a partir de 21 de outubro de 2013.

Para acessar a Portaria nº 1207 de 17 de outubro clique aqui

Para acessar o manual clique aqui

Para acessar o Siconv clique aqui

Fonte:
Fundação Nacional de Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Saúde reforça atendimento para o Rio 2016
Após os Jogos Olímpicos, as ambulâncias serão utilizadas na renovação de frota do Samu
Violência sexual: atendimento é simplificado
Portaria interministerial estabelece diretrizes para o atendimento integrado e humanizado às vítimas de violência sexual por profissionais de segurança pública e do SUS
Anvisa determina novas regras para doação de sangue
Normas devem aumentar segurança para receptores e doadores de sangue
Após os Jogos Olímpicos, as ambulâncias serão utilizadas na renovação de frota do Samu
Saúde reforça atendimento para o Rio 2016
Portaria interministerial estabelece diretrizes para o atendimento integrado e humanizado às vítimas de violência sexual por profissionais de segurança pública e do SUS
Violência sexual: atendimento é simplificado
Normas devem aumentar segurança para receptores e doadores de sangue
Anvisa determina novas regras para doação de sangue

Últimas imagens

Suplemento alimentar beneficia mais de 330 mil crianças no País
Suplemento alimentar beneficia mais de 330 mil crianças no País
Conheça os sintomas, como se transmite e a importância de se vacinar contra a doença
Conheça os sintomas, como se transmite e a importância de se vacinar contra a doença
Conheça os tipos de HPV que podem causar câncer e a importância de se vacinar contra o vírus
Conheça os tipos de HPV que podem causar câncer e a importância de se vacinar contra o vírus
Maioria dos médicos que se apresentou (1.896) optou pelo benefício da pontuação de 10% nas provas de residência médica
Maioria dos médicos que se apresentou (1.896) optou pelo benefício da pontuação de 10% nas provas de residência médica
Divulgação/Governo da Bahia
Por ser uma doença infecciosa, o diagnóstico torna-se ainda mais importante
Por ser uma doença infecciosa, o diagnóstico torna-se ainda mais importante
Divulgação/Governo de São Paulo

Governo digital