Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2013 > 10 > SUS e saúde no sistema prisional são debatidos

Saúde

SUS e saúde no sistema prisional são debatidos

Saúde pública

Ministério da Saúde quer levar SUS para dentro das unidades prisionais
por Portal Brasil publicado: 10/10/2013 17h46 última modificação: 29/07/2014 09h17

A transparência na gestão pública, o controle social e o controle interno foram discutidos na 250ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Saúde (CNS). Para explanar sobre o tema, foram convidados representantes do Departamento de Auditoria do SUS (DENASUS), Jovita Rosa, da Gestão Estratégica e Participativa (SGEP/MS), Luiz Odorico, e da Secretaria Executiva do Ministério da Saúde, Ana Fontenele.

Os convidados falaram sobre os mecanismos de controle externo, interno e social do Sistema Único de Saúde (SUS). Foram apresentados os sistemas de monitoramento e fiscalização disponíveis pelo Ministério da Saúde, como a ouvidoria do SUS, sistema de avaliação e não apenas de reclamação. A ideia é que a ouvidoria funcione 24 horas e que, até junho de 2014, todos os sistemas de controle do MS estejam interligados qualificando as informações e facilitando os controles.

A Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional (PNAI) foi exibida aos conselheiros e internautas, por Marden Marques, Coordenador Nacional de Saúde no Sistema Prisional, que mostrou a dimensão da assistência à saúde nos presídios. Segundo ele, a ideia é levar o SUS para dentro das unidades prisionais a exemplo da Rede Cegonha.

 

Fonte:

Conselho Nacional de Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Ministério da Saúde garante que não faltará vacina de febre amarela
A pasta atualizou os dados sobre os casos de febre amarela registrados no País e garantiu que não vai faltar vacina para imunização
Secretária fala sobre aborto e tratamento das mulheres nos hospitais públicos
Fátima Pelaes detalha ações do governo para o tratamento das mulheres em hospitais públicos e planejamento familiar
Entenda o que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela
População de municípios de São Paulo, Rio e Bahia vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde
A pasta atualizou os dados sobre os casos de febre amarela registrados no País e garantiu que não vai faltar vacina para imunização
Ministério da Saúde garante que não faltará vacina de febre amarela
Fátima Pelaes detalha ações do governo para o tratamento das mulheres em hospitais públicos e planejamento familiar
Secretária fala sobre aborto e tratamento das mulheres nos hospitais públicos
População de municípios de São Paulo, Rio e Bahia vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde
Entenda o que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC

Governo digital