Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2014 > 01 > Ministério da Saúde lança quarto edital do Mais Médicos

Saúde

Ministério da Saúde lança quarto edital do Mais Médicos

Atenção à saúde

Inscrições podem ser feitas entre 24 de janeiro e 5 de fevereiro; profissionais devem estar regularizados com Justiça Eleitoral
por Portal Brasil publicado: 17/01/2014 09h12 última modificação: 30/07/2014 03h25

A Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde publicou, nesta sexta-feira (17), no Diário Oficial da União, chamamento público para médicos formados em faculdades nacionais ou estrangeiras.

O texto especifica que os médicos formados no exterior precisam revalidar seus diplomas.

O objetivo da convocação é compor o quadro do quarto edital do Programa Mais Médicos, do Governo Federal. As inscrições começam no dia 24 de janeiro, às 20 horas, e serão encerradas às 20 horas do dia 5 de fevereiro.

Para participar do programa, os profissionais devem estar regularizados com a Justiça Eleitoral e, para os homens, em dia com as obrigações militares. Em relação à qualificação, é necessário possuir o certificado de conclusão de curso ou diploma graduação, estar em situação regular para o exercício da medicina (habilitação do Conselho Regional de Medicina).e não participar de programas de residência médica.

Caso o profissional participe de algum programa de residência, ele terá dois dias úteis (contados a partir da data de homologação da desistência) para enviar o comprovante de desligamento do projeto.

Seleção

A seleção e a convocação dos médicos para preenchimento das vagas será feita na seguinte ordem:

  1. Médicos formados em instituições de educação superior brasileiras ou com diploma revalidado no País, com habilitação para o exercício da medicina em território nacional;
  2. Médicos brasileiros formados em instituições estrangeiras, com habilitação para exercício da medicina no exterior; 
  3. Médicos estrangeiros com habilitação para exercício de medicina no exterior.

Mais Médicos

O Programa Mais Médicos objetiva melhorar o atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde por meio de mais investimentos na infraestrutura de hospitais e unidades de saúde. Além disso, a iniciativa leva mais médicos a regiões onde há escassez e ausência de profissionais.

Outro ponto importante do programa é a expansão do número de vagas de medicina e de residência médica, além do aprimoramento da formação médica no Brasil.

Confira mais detalhes do edital.

Fonte:
Portal Brasil com informações do Diário Oficial da União

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

registrado em: , , ,
Assunto(s): Emprego, Saúde

Missão Transplante

Últimos vídeos

Novo calendário de residência médica permitirá redução das vagas ociosas
A trajetória de estudo de um profissional de medicina inclui a fase de residência médica. Uma medida anunciada pelo governo federal visa reduzir o número de vagas ociosas para quem quer ingressar na carreira
Municípios de São Paulo receberão recursos para investir em saúde
O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, nesta terça-feira (10). No mesmo dia, o estado de São Paulo recebeu novas ambulâncias para renovar a frota do Samu
Anvisa atualiza regras para rótulos de bronzeadores
Norma estabelece advertência de rotulagem específica para os ativadores/aceleradores de bronzeado
A trajetória de estudo de um profissional de medicina inclui a fase de residência médica. Uma medida anunciada pelo governo federal visa reduzir o número de vagas ociosas para quem quer ingressar na carreira
Novo calendário de residência médica permitirá redução das vagas ociosas
O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, nesta terça-feira (10). No mesmo dia, o estado de São Paulo recebeu novas ambulâncias para renovar a frota do Samu
Municípios de São Paulo receberão recursos para investir em saúde
Norma estabelece advertência de rotulagem específica para os ativadores/aceleradores de bronzeado
Anvisa atualiza regras para rótulos de bronzeadores

Últimas imagens

Gasto federal com terapia renal tem evoluído percentualmente mais do que a quantidade realizada
Gasto federal com terapia renal tem evoluído percentualmente mais do que a quantidade realizada
Divulgação/Governo de Sergipe
Como a doença é considerada rara, Lynparza (olaparibe) teve sua análise priorizada pela Anvisa
Como a doença é considerada rara, Lynparza (olaparibe) teve sua análise priorizada pela Anvisa
Divulgação/Anvisa
A ocorrência de dependência com o uso do Mevatyl é improvável
A ocorrência de dependência com o uso do Mevatyl é improvável
Divulgação/Anvisa
Cartilha visa despertar olhar infantil para conhecimento sobre biologia e principais criadouros do mosquito
Cartilha visa despertar olhar infantil para conhecimento sobre biologia e principais criadouros do mosquito
Foto: Luiz Granzotto/Prefeitura de Campinas
Na arteterapia, a arte é usada como parte do processo terapêutico
Na arteterapia, a arte é usada como parte do processo terapêutico
Kássio Pereira/Governo do Paraná

Governo digital