Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2014 > 03 > Uso do crack é tema de seminário na Fiocruz Amazônia

Saúde

Uso do crack é tema de seminário na Fiocruz Amazônia

Evento

Debate apresenta dados de pesquisas e reflexões sobre políticas públicas, epidemiologia e aspectos sócio-culturais
por Portal Brasil publicado: 18/03/2014 16h38 última modificação: 30/07/2014 03h22

O Instituto Leônidas e Maria Deane/Fiocruz Amazônia, por meio do Laboratório de Estudos Interdisciplinares sobre Saúde Indígena e Populações Vulneráveis (LEIS), realizará no dia 20 de março, das 8h30 às 13h, o seminário Crack: Vamos olhar de perto, que apresentará dados de pesquisas e reflexões sobre políticas públicas, epidemiologia e aspectos sócio-culturais relacionados ao consumo desta substância.

O seminário contará com a presença de pesquisadores da Fiocruz e da Unicamp, que abordarão temas como a experiência de campo no Amazonas na pesquisa nacional sobre o uso do crack e a política do Ministério da Saúde de atenção e cuidado com usuários de drogas.

Gratuito e aberto ao público, o evento acontecerá no auditório Salão das Canoas do Instituto Leonidas e Maria Deane/Fiocruz Amazônia, em Manaus (AM). Para se inscrever, basta entrar em contato com a comissão organizadora pelo e-mail eventos@amazonia.fiocruz.br ou pelo telefone (92) 3621-2327.

Fonte: 
Fundação Oswaldo Cruz

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Vacina extra contra febre amarela reforça imunização
Cerca de 1,6 mil doses vão para Minas Gerais, 400 mil para Bahia e 350 mil para Rio de Janeiro
Novo calendário de residência médica permitirá redução das vagas ociosas
A trajetória de estudo de um profissional de medicina inclui a fase de residência médica. Uma medida anunciada pelo governo federal visa reduzir o número de vagas ociosas para quem quer ingressar na carreira
Municípios de São Paulo receberão recursos para investir em saúde
O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, nesta terça-feira (10). No mesmo dia, o estado de São Paulo recebeu novas ambulâncias para renovar a frota do Samu
Cerca de 1,6 mil doses vão para Minas Gerais, 400 mil para Bahia e 350 mil para Rio de Janeiro
Vacina extra contra febre amarela reforça imunização
A trajetória de estudo de um profissional de medicina inclui a fase de residência médica. Uma medida anunciada pelo governo federal visa reduzir o número de vagas ociosas para quem quer ingressar na carreira
Novo calendário de residência médica permitirá redução das vagas ociosas
O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, nesta terça-feira (10). No mesmo dia, o estado de São Paulo recebeu novas ambulâncias para renovar a frota do Samu
Municípios de São Paulo receberão recursos para investir em saúde

Últimas imagens

Gasto federal com terapia renal tem evoluído percentualmente mais do que a quantidade realizada
Gasto federal com terapia renal tem evoluído percentualmente mais do que a quantidade realizada
Divulgação/Governo de Sergipe
Como a doença é considerada rara, Lynparza (olaparibe) teve sua análise priorizada pela Anvisa
Como a doença é considerada rara, Lynparza (olaparibe) teve sua análise priorizada pela Anvisa
Divulgação/Anvisa
A ocorrência de dependência com o uso do Mevatyl é improvável
A ocorrência de dependência com o uso do Mevatyl é improvável
Divulgação/Anvisa
Cartilha visa despertar olhar infantil para conhecimento sobre biologia e principais criadouros do mosquito
Cartilha visa despertar olhar infantil para conhecimento sobre biologia e principais criadouros do mosquito
Foto: Luiz Granzotto/Prefeitura de Campinas
Na arteterapia, a arte é usada como parte do processo terapêutico
Na arteterapia, a arte é usada como parte do processo terapêutico
Kássio Pereira/Governo do Paraná

Governo digital