Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2014 > 10 > UNA-SUS lança curso de Hanseníase na Atenção Básica

Saúde

UNA-SUS lança curso de Hanseníase na Atenção Básica

Capacitação

Objetivo é preparar profissionais para atuarem no controle da transmissão e diminuir danos causadas pela doença
publicado: 29/10/2014 14h13 última modificação: 30/10/2014 11h48

A Secretaria Executiva da Universidade Aberta do SUS (SE/UNA-SUS) lança, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS), o curso de Hanseníase na Atenção Básica. As inscrições estão abertas e o curso terá início em novembro.

O processo de lançamento do curso se iniciará durante a 14ª Mostra Nacional de Experiências Bem Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (EXPOEPI). O evento ocorre em Brasília, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, de 28 a 31 de outubro de 2014.

Na ocasião, a UNA-SUS vai integrar o stand da SVS, no qual público da mostra terá a oportunidade de testar seus conhecimentos com Quiz dos cursos de Dengue, Tuberculose, Influenza e Hanseníase. 

O curso Hanseníase na Atenção Básica tem como objetivo preparar os profissionais para atuarem no controle da transmissão da hanseníase e diminuir as incapacidades causadas pela doença. Nesse contexto, o conteúdo apresentado ressalta a importância do diagnóstico oportuno e do efetivo controle de contatos. Para tanto, são utilizados diversos recursos educacionais para promover o aprendizado.

Além dos casos clínicos e dos quizes - bastante utilizados nos cursos oferecidos pela UNA-SUS -, o curso conta com vídeo-aulas com explicações de especialistas no tema. Também foram produzidas dramatizações, que servem como vídeos de apoio às explicações das vídeo-aulas.

Dessa forma, os conteúdos de diferentes recursos interagem entre si, reforçando os conhecimentos do aluno. Além disso, são utilizados hipertextos, caixas de ajuda e glossário para aprofundar os conhecimentos de termos técnicos. 

“É importante ressaltar que a hanseníase pode ser controlada na Atenção Básica. Nesse sentido, o curso propõe soluções e ações factíveis para o cuidado nesse nível de atenção, com os recursos disponíveis”, afirma a designer educacional da SE/UNA-SUS, Bárbara Menezes. 

O curso é dividido em três unidades: vigilância; diagnóstico e acompanhamento da hanseníase na Atenção Básica. Os casos clínicos são transversais, abrangendo e integrando os três aspectos do controle da doença.

EXPOEPI

A Mostra foi criada em 2001 pelo então Centro Nacional de Epidemiologia (CENEPI). Desde 2003, é organizada pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) e é direcionada a equipes de vigilância nos estados e municípios como uma estratégia para qualificar esses profissionais, que atuam em diversas frentes, como controle da malária, dengue, imunização, doenças crônicas não transmissíveis e investigação de surtos. 

Serviço

Hanseníase na Atenção Básica 

Inscrições: O período para inscrições está aberto a partir de 28 de outubro de 2014 até 20 de fevereiro de 2015. O curso será iniciado em novembro de 2014. 

Público-alvo: O curso é voltado para profissionais de saúde de nível superior que atuam na Atenção Básica em todo território nacional. 

Carga horária: 45 horas, porém o curso poderá ser concluído em menos tempo. 

Vagas: Serão disponibilizadas 5 mil vagas para profissionais de todo Brasil. 

Fonte:

UNA-SUS

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Ministério da Saúde habilita serviços ambulatoriais para processo transexualizador
Nove centros médicos públicos já estão habilitados a atender quem não se identifica com o gênero de nascimento. Desde 2008, o SUS já realizou mais de 300 cirurgias de mudança de sexo
Saúde lança protocolo para atendimento precoce de câncer em crianças e adolescentes
Protocolo busca orientar profissionais de saúde a conduzir casos suspeitos e confirmados da doença
Novo tratamento para varizes é disponibilizado para pacientes do SUS
Ministério da Saúde disponibiliza novo tratamento para as varizes para pacientes do SUS. É a Escleroterapia Ecoguiada com Espuma.
Nove centros médicos públicos já estão habilitados a atender quem não se identifica com o gênero de nascimento. Desde 2008, o SUS já realizou mais de 300 cirurgias de mudança de sexo
Ministério da Saúde habilita serviços ambulatoriais para processo transexualizador
Protocolo busca orientar profissionais de saúde a conduzir casos suspeitos e confirmados da doença
Saúde lança protocolo para atendimento precoce de câncer em crianças e adolescentes
Ministério da Saúde disponibiliza novo tratamento para as varizes para pacientes do SUS. É a Escleroterapia Ecoguiada com Espuma.
Novo tratamento para varizes é disponibilizado para pacientes do SUS

Últimas imagens

A Posic também trabalha a conscientização dos usuários sobre a importância das normas de segurança
A Posic também trabalha a conscientização dos usuários sobre a importância das normas de segurança
Divulgação/EBC
O surto de febre amarela atinge 42 municípios do estado, que têm casos confirmados.
O surto de febre amarela atinge 42 municípios do estado, que têm casos confirmados.
Divulgação/Ministério da Saúde
Resoluções determinam ainda que as empresas recolham os estoques existentes do mercado
Resoluções determinam ainda que as empresas recolham os estoques existentes do mercado
Divulgação/Anvisa
Cada estado recebeu valor baseado na estimativa da população a ser vacinada
Cada estado recebeu valor baseado na estimativa da população a ser vacinada
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Ministério da Saúde já destinou mais de R$ 105 milhões para 1.582 municípios desde 2012
Ministério da Saúde já destinou mais de R$ 105 milhões para 1.582 municípios desde 2012
Divulgação/EBC

Governo digital