Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2014 > 11 > Confira requisitos básicos para doar sangue

Saúde

Confira requisitos básicos para doar sangue

Orientações

Mesmo sendo um ato simples, voluntários precisam ficar atentos a alguns critérios que visam a proteção dele mesmo e de quem vai receber o sangue
por Portal Brasil publicado: 25/11/2014 11h10 última modificação: 25/11/2014 11h11

Nesta terça-feira (25) comemora-se o Dia Internacional do Doador de Sangue e campanhas por todo o País incentivam brasileiros a irem nos postos para realizar o gesto.

A doação é um ato simples, mas o voluntário deve estar dentro de alguns critérios determinados por normas técnicas do Ministério da Saúde que visam à proteção ao doador e a segurança de quem vai receber o sangue. Confira, abaixo, o passo-a-passo do doador:

A princípio, qualquer pessoa pode doar, basta levar um documento oficial com foto e órgão expedidor (RG ou documento oficial equivalente) e se apresentar em um de nossos postos de coleta. 

Passo 1: Veja se está dentro dos requisitos básicos.

• Se você tiver entre 16 e 18 anos incompletos, a doação só poderá ser realizada mediante consentimento dos pais ou responsáveis legais. É possível ainda que o Hemocentro solicite a presença dos pais para a doação. 

• Ter até 69 anos, 11 meses e 29 dias de idade, sendo que a primeira doação deve ter sido feita antes dos 60 anos;

• Ter peso igual ou superior a 50 kg;

• Estar alimentado, mas evite alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação. Caso seja após o almoço, aguardar duas horas;

• Ter dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas.

Passo 2: Verifique os impedimentos temporários.

• Estar bem de saúde. Ou seja, se estiver gripado, resfriado, com febre, espere 7 dias após o desaparecimento dos sintomas;

• Período gestacional;

• Período pós-gravidez: 90 dias para parto normal e 180 dias para cesariana;

• Amamentação;

• Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação;

• Tatuagem e/ou piercing nos últimos seis meses (piercing em cavidade oral ou região genital impedem a doação);

• Não ter feito exames/procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos seis meses;

• Comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.

Passo 3: Confira se não está dentro dos critérios definitivos de impedimento.

• Hepatite após os 10 anos de idade;

• Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, Aids (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;

• Uso de drogas ilícitas injetáveis;

• Malária.

Passo 4Encontre o local de doação mais perto de você

Passo 5: Contribua para a rede de solidariedade e convide 2 amigos para curtir a Fan Page Doe Sangue e te acompanhar na doação.

 Passo 6: Não quebre o ciclo de solidariedade!

Se você for homem, aguarde 60 dias e seja solidário novamente! Se você for mulher, aguarde 90 dias para doar sangue outra vez. Só não vale exceder o limite de quatro doações em um período de 365 dias para homens e de três doações para mulheres.

A sinceridade ao responder as perguntas do questionário que antecede a doação é importante para evitar a transmissão de doenças aos pacientes.

No período da janela imunológica, em que ocorre a contaminação da pessoa por um determinado agente infeccioso, os exames são negativos, mas mesmo assim o sangue doado é capaz de transmitir o agente infeccioso aos pacientes que o receberem. 

Tratamento médico e dentário, uso de medicamentos, viagens recentes e outros critérios também serão avaliados na ocasião da entrevista clínica pré-doação. Doe sangue com responsabilidade. Se você quiser apenas fazer um exame para Aids, não doe sangue. Neste caso, procure um Centro de Testagem Anônima e gratuita. Informe-se pelo Disque-Saúde: 0800-61-1997.

 

Fonte:

Blog da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

ANS regulamenta contratação online de planos de saúde
Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) cria regras que dão mais segurança ao consumidor que for contratar um plano de saúde pela internet
Governo destinará R$ 1 bilhão às Unidades de Pronto Atendimento
Ministério da Saúde registrou economia R$ 1 bilhão após renegociação de contratos e outras medidas. Recursos serão destinados às UPAs e Santas Casas
Governo prepara campanha para combater o mosquito Aedes aegypti
A mobilização de combate ao mosquito Aedes aegypti será nacional. Confira o detalhamento das ações
Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) cria regras que dão mais segurança ao consumidor que for contratar um plano de saúde pela internet
ANS regulamenta contratação online de planos de saúde
Ministério da Saúde registrou economia R$ 1 bilhão após renegociação de contratos e outras medidas. Recursos serão destinados às UPAs e Santas Casas
Governo destinará R$ 1 bilhão às Unidades de Pronto Atendimento
A mobilização de combate ao mosquito Aedes aegypti será nacional. Confira o detalhamento das ações
Governo prepara campanha para combater o mosquito Aedes aegypti

Últimas imagens

Os dois nomes foram sabatinados e aprovados pela Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal (CAS)
Os dois nomes foram sabatinados e aprovados pela Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal (CAS)
Divulgação/EBC
Força Nacional do SUS viajou para a Colômbia em avião da FAB
Força Nacional do SUS viajou para a Colômbia em avião da FAB
Foto: Tenente Enilton/Força Aérea Brasileira
Redução das mortes é resultado do incentivo ao diagnóstico e início precoce do tratamento
Redução das mortes é resultado do incentivo ao diagnóstico e início precoce do tratamento
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Mais de 2,2 mil municípios participaram do levantamento do Ministério da Saúde sobre as doenças
Mais de 2,2 mil municípios participaram do levantamento do Ministério da Saúde sobre as doenças
Divulgação/Governo do Mato Grosso
Determinação da Anvisa foi publicada na edição desta quinta (24) do Diário Oficial da União
Determinação da Anvisa foi publicada na edição desta quinta (24) do Diário Oficial da União
Divulgação/Anvisa

Governo digital